Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Números que preocupam a indústria

02 de outubro de 2014 0

Enquanto candidatos à eleição evitam temas relevantes para o futuro, especialmente na área econômica, e números recentes preocupam, o setor industrial de SC planeja um futuro com mais competitividade. A atividade da indústria brasileira caiu em agosto, segundo a CNI. As horas trabalhadas na produção frente ao mês anterior caíram 0,8% e o uso da capacidade instalada recuou 0,5 ponto percentual. O fraco desempenho é devido às dificuldades para competir com produtos do exterior, menor consumo das famílias e queda dos investimentos.

De janeiro a julho, a produção industrial, segundo o IBGE, teve queda de 2,7% no Brasil e de 1,8% em SC. A perda da competitividade da indústria aumenta o déficit da balança comercial. Mês passado, as exportações caíram 10,2%. Em meio a esses obstáculos, a indústria do Estado planeja o futuro com o Programa de Desenvolvimento da Indústria Catarinense. Amanhã, em Joinville, a Fiesc começa a apresentar as 16 rotas de crescimento setorial que vão compor o Masterplan. A primeira será para o setor metalmecânico.

Comentários

comments

Envie seu Comentário