Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Bovino de corte em alta

17 de outubro de 2014 0

Após duplicar a produção de leite no Estado em 10 anos, chegando a 3 bilhões de litros, o agronegócio catarinense planeja fazer o mesmo com a produção de carne bovina também em uma década. Esse desafio é lançado hoje, durante seminário de líderes rurais na Expolages, pelo presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado (Faesc), José Zeferino Pedrozo.

Ontem à noite, na abertura da feira, o govenador Raimundo Colombo lançou programa de juro zero para investimentos em genética bovina. – Importamos cerca de 100 mil bois por ano. Produzimos internamente 40% do que consumimos e compramos de outros Estados 60%. Tudo isso vem por caminhões e a carga tributária é elevada – diz Pedrozo. Segundo ele, como SC detém sanidade privilegiada por ser área livre de aftosa sem vacinação, o Estado também será mais competitivo para exportar o produto.

As raças que predominam não só na Serra Catarinense mas nas demais regiões são as europeias, como red angus, hereford e charolês. A Expolages conta com vários eventos paralelos. Entre os palestrantes do encontro rural estão o diretor de commodities da BM&FBovespa, Ivan Vedekin, e o meteorologista do Grupo RBS, Leandro Puchalski. Hoje acontece a Expolider, iniciativa da Associação Empresarial de Lages (Acil) e do Sebrae. Wesley Barbosa, do Facebook Brasil, falará sobre redes sociais e negócios.

Comentários

comments

Envie seu Comentário