Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts do dia 20 outubro 2014

WEG compra indústria de painéis elétricos na Colômbia

20 de outubro de 2014 0

A catarinense WEG informou ao mercado esta segunda que fechou a compra da FTC Energy Group (FTC, empresa de Bogotá, Colômbia, que fabrica e monta painéis elétricos para automação de processos. Fundada em 1984, a FTC tem posição de destaque no mercado de óleo e gás do país vizinho e tem ampla experiência em painéis especiais e salas elétricas. No ano passado, ela obteve receita de US$ 10 milhões.

A WEG explica no comunicado que a aquisição da FTC Energy Group não ensejará o direito de recesso aos acionistas, por não se enquadrar esta aquisição em qualquer das hipóteses previstas no artigo 256 da Lei 6.404/76, alterada pela Lei nº 10.303/01. O valor pago na referida aquisição não representa investimento relevante para a adquirente nem tampouco o preço médio de cada ação configura qualquer das hipóteses descritas no inciso II do mencionado artigo. A nota é assinada pelo diretor de Relações com Investidores da companhia, Sérgio Schwartz.

Negócio para beleza avança

20 de outubro de 2014 0
Foto: Angelo Santos / Divulgação

Foto: Angelo Santos / Divulgação

Com foco na liberdade para fazer maquiagem, a marca Quem Disse, Berenice? do grupo O Boticário, vai de vento em popa. Abre nova loja amanhã no Shopping Itaguaçu, em São José. Oferece mais de 500 produtos com muitas cores, desde batons e itens para pele até esmaltes e outros. A unidade é da família Stringhini, dona da empresa Femina, uma das maiores franqueadas do grupo.

O casal Claudio e Marilete Stringhini (foto), iniciou no segmento em 1981 com a marca O Boticário e incluiu a Quem Disse nos últimos anos. O filho Renan (D) assumiu a diretoria geral da Femina, que tem dezenas de franquias em SC.

Com Berlim

20 de outubro de 2014 0

O governo de SC, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico Sustentável, assinou protocolo de intenções com a Berlin Partner für Wirtschaft und Technologie GmbH, entidade da capital da Alemanha. Segundo o secretário em exercício da SDS, Claudir Maciel, o objetivo é o intercâmbio nas áreas de economia, tecnologia e inovação. O senador Luiz Henrique, o presidente da Fapesc, Sergio Gargioni e o secretário do Ministério de Turismo, Vinícius Lummertz, acompanharam a assinatura.

SC merece a Ferrovia do Frango

20 de outubro de 2014 0

Entidades como a Acic Chapecó, Fiesc e Facisc tiveram participação destacada nas ações que resultaram na assinatura do contrato para elaborar o projeto da Ferrovia do Frango, semana passada. A Frente Parlamentar das Ferrovias, presidida pelo deputado Pedro Uczai, também teve atuação decisiva para viabilizar o projeto. Santa Catarina, que trabalha e colabora com bilhões de reais para os cofres públicos, precisa e merece a obra. Com ela, vai acelerar ainda mais essa arrecadação porque a economia crescerá com maior velocidade em todo o Estado.

Incubadora

20 de outubro de 2014 0

A gestão da Incubadora de Empresas de São José, a IESJ, agora fica a cargo da CDL do município. E quem assumiu a presidência da incubadora é o diretor da entidade Sérgio Murilo da Silva, também sócio e diretor da Seltacon Informática.

Propaganda com alma digital

20 de outubro de 2014 0
Foto:  Betina Humeres / Agência RBS

Foto: Betina Humeres / Agência RBS

Renovada e afinada com a nova forma de comunicação de marcas em mercados cada vez mais impactados pelas redes sociais. É assim que a MDO.AG, agência de propaganda de Florianópolis chegou aos 25 anos este mês. Os sócios Ricardo Barbosa Lima (D) e Pedro Cherem (E) mantêm a sintonia desde o início, quando deixaram de trabalhar no Besc e focaram na propaganda. Entre os clientes estão marcas de peso como Chevrolet, Fiesc, APM Terminals, Unimed do Alto Vale e Água Mineral Imperatriz.

A agência MDO.AG chega aos 25 anos renovada. Como foi essa evolução?
Ricardo Barbosa Lima – A comunicação mudou muito nesse período. O que importa hoje é entender o comportamento das pessoas. As redes sociais têm cada vez mais influência. Nos transformamos numa agência de comunicação convergente, temos que entender a pessoa, a linguagem e isso exige que a gente seja multiplataforma. Essa questão de usar todos os meios convergentes fez a gente adotar esse conceito de MDO, que é uma contração do nome anterior, Mercado Propaganda e Marketing.

Como está a estrutura da agência atualmente?
Pedro Cherem – A nossa sede é Florianópolis, trabalhamos aqui com cerca de 45 profissionais e temos unidade em Curitiba. Operamos uma conta muito importante nos dois Estados, a da rede de varejo Chevrolet, da General Motors. Isso nos levou a abrir uma filial em Curitiba para atender também o Estado do Paraná, que é um mercado maior do que aqui. Mas toda a estrutura de planejamento de estratégia está em Florianópolis. Entre nossos clientes também estão a Fiesc, o Senai/SC, a APM Terminals, Água Mineral Imperatriz, Unimed do Alto Vale, Farol Shopping, de Tubarão, e Staffing Corporações.

O que mudou mais em função das redes sociais?
Barbosa – Hoje as pessoas gostam de interagir com as marcas, por isso estamos falando sempre em relacionamento, a pessoa quer interagir com aquela marca, estabelecer um relacionamento das marcas com as pessoas. Hoje, elas comentam o jogo enquanto assistem. Isso transforma o fato num foco muito maior. Outro exemplo são os shows. Eram restritos a 30 mil ou 40 mil pessoas, mas hoje, quando se vê, tem 400 mil pessoas twitando, cinco, seis, vezes mais do que as pessoas que estão na plateia. Então a repercussão é muito maior.

Tem algum trabalho especial da agência que vocês gostariam de citar?
Cherem – Um é o case Geração Tec. O cliente era a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Sustentável e o problema em questão era a falta de profissionais para tecnologia (TIC). Para atingir os estudantes, criamos um vídeo que brinca com aquela coisa do nerd que se dá bem e deu muito certo. Conseguimos conexão com o público alvo. Para atrair estudantes às faculdades do Senai, contactamos o produtor musical e DJ catarinense Lonczinski. Ele criou trilha musical inédita com sons de máquinas da indústria de SC.

As empresas estão investindo mais em suas marcas?
Barbosa – O investimento em marca é fundamental. Anos atrás havia pouca concorrência. Hoje temos uma oferta muito grande de marcas. Então, o que faz optar por A, B ou C? É o conceito de marca, que se traduz em qualidade e outros diferenciais.

Que marcas chamam a atenção de vocês pelo relacionamento com seus públicos?
Cherem – Acho fantásticos os casos da Apple, a Harley-Davidson e Disney. Sou fã de Walt Disney, que criou com seu público um relacionamento único.
Barbosa – Cabe citar a Unilever a Procter & Gamble, que entram na casa das pessoas e captam os anseios de cada um. Há cases de grandes marcas catarinenses como a Sadia, Tirol, Lilica (da Marisol) e outras.

Comércio lança programa de eficiência energética

20 de outubro de 2014 0

Apagões no verão e o preço da energia nas alturas devido à falta de chuvas no país acenderam a luz amarela nos setores de comércio e serviços do Estado sobre a necessidade de reduzir o consumo de energia. Por isso, a Fecomércio-SC lança hoje, às 9h, em Florianópolis, o Programa de Eficiência Energética para o setor de Comércio e Serviços, numa parceria com a Celesc.

O programa prevê juros subsidiados para investimentos em ações ou equipamentos que reduzam a demanda ou economizem energia. Os projetos de empresas interessadas devem ser apresentados até 19 de dezembro. A Celesc terá, neste ano, R$ 10 milhões para projetos de eficiência energética e desse montante, R$ 4 milhões serão para comércio e serviços. O projeto avançou em função de reivindicações apresentadas pelo presidente da Fecomércio, Bruno Breithaupt, e o diretor executivo da entidade, Marcos Arzua, para o presidente da Celesc, Cleverson Siewert.

Criatividade em móveis de luxo

20 de outubro de 2014 0
Mariana Boro, divulgação

Mariana Boro, divulgação

A Larco, fabricante catarinense de móveis de luxo, lançou 21 novos produtos e 11 atualizações de peças consagradas. As criações são do estúdio Nada Se Leva, de São Paulo. Novas estampas exclusivas são destaque em produtos.

Entre os presentes no lançamento estavam Guilherme Leite Ribeiro (E) do estúdio Nafa se Leva, Hélio Vanelli (Larco), André Grise Barbi (Ratorói), André Bastos (Estúdio Nada se Leva), Flávia Vanelli (Ratorói) e Alfredo Vanelli (Larco).

Catarinense recebe homenagem da FAO-ONU

20 de outubro de 2014 0
olinger

Epagri, Divulgação

O engenheiro agrônomo catarinense Glauco Olinger, 92 anos (foto), criador da extensão rural no Estado, foi homenageado pela FAO-ONU, esta semana, durante o fórum promovido pela entidade, mais a Embrapa e outras organizações em São Paulo. O evento discutiu como o Brasil pode colaborar para ampliar a produção de alimentos. Olinger recebeu a distinção como um dos “heróis da revolução verde”. Ele criou o órgão que se tornou hoje a Epagri e também o Centro de Ciências Agrárias da UFSC.

Turismo de eventos necessita de mais apoio

20 de outubro de 2014 0

Uma das mais importantes atividades econômicas de SC e do Brasil, o turismo foi praticamente esquecido na campanha eleitoral. Mas diversos segmentos da atividade têm alto impacto na geração de riquezas. Pesquisa da Associação Brasileira das Empresas de Eventos (Abeoc) com apoio do Sebrae e da Confederação Nacional do Comércio (CNC) aponta que o segmento de turismo de eventos faturou R$ 209,2 bilhões e teve receita tributária de R$ 48,7 bilhões ano passado. Foram realizados no país 590 mil eventos que empregaram 7,5 milhões de pessoas no período. A região Sul respondeu por 15%, com 88.420 eventos.

Para a presidente da Abeoc, Anita Pires, falta apoio ao setor em SC, especialmente da Secretaria de Estado do Turismo. Ela defende mais investimentos em infraestrutura, maior qualificação de meios de hospedagem e de outros serviços. Outra carência é de dados. Por isso, segundo Anita, o Fórum de Turismo de Florianópolis iniciou pesquisa sobre turismo de eventos. O segmento é mais forte em Florianópolis, Joinville, Chapecó e Blumenau.