Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Luiz Henrique propõe estadualizar BRs de SC

06 de novembro de 2014 1
forum2

Foto: Elmar Meurer, Fiesc/Divulgação

No encontro do Fórum Parlamentar Catarinense promovido pela Federação das Indústrias do Estado (Fiesc) ontem à noite, em Brasília (foto), o senador Luiz Henrique da Silveira disse que vai propor ao governador reeleito Raimundo Colombo a volta das negociações para estadualizar as BRs que atendem apenas Santa Catarina: a 280, 470 e a 282. Esta última, que liga o Leste ao Oeste, demorou mais de 50 anos para ser concluída, começou no mandato de JK e foi finalizada por Lula, citou o senador. Assim, ele acredita que será possível acelerar as duplicações, o que garantirá um desenvolvimento econômico mais acelerado ao Estado. Luiz Henrique lembrou que, quando governador, fez várias tentativas para estadualizar, mas não foi possível chegar a um acordo. Ele também defendeu a urgência das ferrovias Norte-Sul para trazer grãos do Mato Grosso ao Oeste de SC, a ferrovia do Frango e a Litorânea, além de gás natural ao Oeste de SC, PR e RS.

O presidente do Fórum Parlamentar Catarinense, o deputado Esperidião Amin, disse que a infraestrutura logística deve ser prioridade para o Estado. Propôs obras de apoio na BR-116, como passarelas e acessos considerando a futura duplicação e aplicação da lei na demarcação de áreas indígenas.

Casildo Maldaner, senador  que está finalizando mandato, citou a reportagem do Diário Catarinense de domingo sobre o sonho de SC ingressar na economia do petróleo. Defensor de um moderno investimento do setor no Estado, ele recomendou aos parlamentares que continuem defendendo uma refinaria de petróleo ou outros empreendimentos da área.

Cobranças da Fiesc

O presidente da federação, Glauco José Côrte, afirmou que o Estado merece um olhar especial do governo federal pela sua força econômica e não tem tido isso. Segundo ele,  questões ligadas à infraestrutura constituem problema crítico para a competitividade da indústria, especialmente daquelas localizadas em regiões mais distantes do litoral, como o Oeste e Centro-Oeste. O empresário lembrou o problema da energia. Disse que SC teve aumentos tarifários exorbitantes que foram praticados com apoio dos representantes do Estado no Congresso Nacional. A Fiesc reivindica há tempo redução de alíquotas de energia porque a tarifa do Estado está acima da média nacional e dos vizinhos do Sul.

 

Comentários

comments

Comentários (1)

  • Michel diz: 6 de novembro de 2014

    Foram 8 anos de sacanagens e porcarias no Governo LHS…não deixou nada de bom…todo dia tinha um denúncia de irregularidade…e hj ainda manda no Governo Colombo…seria muito bom se este Senhor…fosse embora prá casa dele e cuidar do jardim…ele não fala por SC e nem pelo POVO de SC…é claro que com a Estadualização das rodovias citadas…ele e a turma amiga…vão poder melhor trabalhar os interesses particulares…Acorda POVO de SC!!!…Chega de sacanagem no Nosso Estado!!!

Envie seu Comentário