Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Corpo de Alcantaro Corrêa é sepultado em Blumenau

12 de dezembro de 2014 1

Foi com emoção, orações e uma salva de palmas que familiares, amigos, colegas e autoridades se despediram do empresário Alcantaro Corrêa, ex-presidente da Federação das Indústrias de SC (Fiesc) que faleceu em acidente na BR-101 quarta-feira. O sepultamento foi às 15h30min de ontem no Cemitério João Pessoa, em Blumenau, onde também foi sepultada sua esposa Zulmira em 2001. Além dos filhos Alcantaro e Larissa e dos três netos, entre os presentes estavam o prefeito Napoleão Bernardes, diretores do Sistema Fiesc, do Sebrae-SC e industriais catarinenses.

Qualidades
Alcantaro Corrêa é lembrado pela sua trajetória em favor da indústria. Para o presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, entre as principais qualidades de Corrêa estavam a integridade e a persistência. Mario Aguiar, vice-presidente da federação, destacou que ele era sincero, franco e brigou muito pelas causas de SC e da indústria, por isso deixa uma forte lacuna.

Sem propina
Nestes tempos em que o Brasil está estarrecido diante de tanta corrupção, o industrial Valter Ros contou como Alcantaro Corrêa acabou com o pagamento de propina quando assumiu a presidência da Electro Aço Altona.
- Um vendedor disse que tal empresa só comprava mediante pagamento de um percentual. Corrêa mandou dizer que não pagaria mais e falaria com os chefes dos que faziam tal exigência. A Altona, além de se livrar do problema, passou a vender mais – contou Ros.

Comentários

comments

Comentários (1)

  • Acidente estúpido. diz: 12 de dezembro de 2014

    Um irresponsável qualquer deixa um cavalo solto para fugir para a rodovia e isto acaba custando a vida de alguém.

    Para mim, isto foi, no MÍNIMO um homicídio culposo. E podia ter acontecido com qualquer um. Podia ter sido eu. Podia ter sido VOCÊ.

    Poderia ter vitimado uma família inteira, viajando inocentemente de carro.

    E como desgraça pouca é bobagem, SC perde uma de suas lideranças, alguém que realmente lutou pelos interesses desta terra.

    A concessionária e a polícia estão trabalhando para achar o culpado?

    Esta coluna deveria cobrar a responsabilização dos culpados.

Envie seu Comentário