Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

SC mantém liderança nacional de novos empregos na indústria

18 de dezembro de 2014 0
ManoelDias

Marcos Horostecki, divulgação

O Estado fechou novembro com 8.460 novos empregos, o que representa um acréscimo de o,41% no total de estoque de vagas, mas uma queda de 12,22% frente ao mesmo mês do ano passado. O comércio abriu 6.133 novas vagas, os serviços, 3.904 e a agropecuária, 1.628. A indústria do Estado teve saldo negativo de – 2.264 vagas, mesmo assim fechou o período de janeiro a novembro com a maior abertura de vagas do Brasil para o setor 24.552. Os dados integram o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e foram divulgados pelo ministro do Trabalho, Manoel Dias (foto),  hoje à tarde, em Florianópolis.
O resultado catarinense superou o nacional, que foi positivo em 8.381 vagas em novembro. Nos 11 meses já transcorridos no ano, o total de empregos gerados pelo Brasil somou 938.043 novos postos de trabalho.
Santa Catarina ficou em terceiro lugar no ranking dos Estados que mais abriram vagas mês passado. Em primeiro ficou o Rio de Janeiro, com 14.051 novos postos, sendo 13.070 no comércio; e em segundo lugar ficou o Rio Grande do Sul com 10.912 novas vagas, das quais 7.483 no comércio. São Paulo liderou as demissões, com saldo negativo de -18.319 vagas resultante de menos -29.180 empregos na indústria de transformação.

Em compasso de espera
Defensor e seguido da política de preservação de empregos da presidente Dilma Rousseff, o ministro Manoel Dias aguarda uma sinalização da presidente sobre a sua continuidade na pasta do Trabalho, que tem ficado com o seu partido, o PDT. Segundo ele, o foco, no ano que vem, será a formação de trabalhadores, especialmente por meio de cursos do Pronatec e outros. Ele preferiu não estimar números para a geração de empregos no ano que vem e minimizou impactos da operação Lava-Jato no saldo de vagas nos próximos meses.

Comentários

comments

Envie seu Comentário