Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Donini, da Marisol, compra vinícola em São Joaquim

09 de março de 2015 0

Mais um empresário investe na vitivinicultura de altitude da Serra catarinense. Vicente Donini, presidente do conselho do grupo Marisol, de Jaraguá do Sul, que atua com moda, adquiriu a vinícola Vivalto, do publicitário Gastão Campos, sócio da agência Gas-br, de Florianópolis. As videiras começaram a ser plantadas há cinco anos e já ocupam sete dos 52 hectares da propriedade. Os primeiros vinhos experimentais da propriedade serão engarrafados este ano.
– Vinho é uma paixão e a região tem um potencial bastante grande – comentou Donini, que é um apreciador de vinhos e será o administrador da vinícola serrana.
A propriedade fica a nove quilômetros de São Joaquim em direção a Lages, na fazenda Vista Alegre. O negócio foi fechado há cerca de um mês. Donini, que também tem cidadania italiana, pesquisa o setor há algum tempo. Visitou propriedades no Brasil, Argentina, Chile, EUA (Napa Valley), França e Itália. Segundo ele, a tendência é seguir mais o modelo italiano, mas isso ainda não está definido. Outro ponto em avaliação pela família Donini é a marca da
nova empresa.
Também apreciador de vinhos, o publicitário Gastão Campos tinha duas vinícolas, uma em São Joaquim e outra em Mendoza, Argentina. Como viaja muito a trabalho – a Ga-br tem matriz em SC e filial em São Paulo – decidiu ficar com apenas uma e optou pelo projeto no país vizinho, que está mais avançado. Segundo ele, a unidade da Serra catarinense foi planejada com muito zelo e tecnologia. Foram plantadas diversas variedades de uvas para fazer vinhos de corte.
Donini reconhece que apesar de SAnta Catarina ser uma região vinícola jovem, já foram alcançados avanços notáveis, o que é inspirador.

 

Quem faz a vitivinicultura de SC

Santa Catarina representa um novo terroir para o mercado nacional e internacional de vinhos e espumantes. Muito desse avanço se deve a empresários, executivos e profissionais liberais que decidiram ter na vitivinicultura um segundo negócio. O pioneiro foi o empresário e jornalista Acari Amorim, da Editora Empreendedor, atento a resultados animadores de pesquisas da Epagri em São Joaquim.

Hoje são quase 40 vinícolas. Só para citar alguns exemplos, a Villa Francioni, foi iniciativa de Dilor Freitas, da Cecrisa; Pericó, de Wandér Weege, da Malwee; Sanjo, da Cooperativa Sanjo; Villagio Grando, de Maurício Grando, do setor madeireiro; Kranz, de Walter Kraz, ex-executivo da Mercedes; Pisani, de Caio Pisani, do setor madeireiro; Abreu Garcia, do médico Ernani Garcia; e a Santo Emílio, de Elisabeth Binotto, do setor de transportes.

Vindima

No período de 26 a 29 deste mês, a Acavitis promove a segunda Vindima, a festa de abertura da colheita de uva. O evento será em diversas vinícolas, com atividades culturais, tendo como destaque a apresentação do Ballet Bolshoi do Brasil na Vinícola Pericó dia 28.

 

Comentários

comments

Envie seu Comentário