Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Novas construções

17 de março de 2015 5

A prefeitura de Florianópolis vai enviar à Câmara de Vereadores projeto de lei para dar segurança jurídica à continuidade de mais de 50 construções projetadas com base no antigo plano diretor.

A saída via lei foi decidida em reunião do colegiado ontem. O Sinduscon está preocupado com esse impasse e, se não houver solução, pode recorrer à Justiça, informa o advogado do sindicato, Marcos Saes.

Comentários

comments

Comentários (5)

  • Eraldo Santos de Oliveira diz: 17 de março de 2015

    Florianópolis não tem espaço fisico, porque então não faz como as cidades mais modernas do planeta, crescendo na vertical.
    Acho um desproposito ainda construir na cidade caixotes com dez pavimentos.
    Alem de enfeiar a cidade, parece que ainda estamos no seculo 19.
    e ainda no terceiro mundo como merecemos.

  • Plano Diretor dos Amigos diz: 17 de março de 2015

    Em Fpolis, a nova lei do PD parece ser mesmo um ato administrativo gelatinoso do executivo, “legitimado” por um legislativo desmoralizado, boa parte envolvido com corrupção.

    Só enxerga limites na lei quem não têm força para retorcê-la ao seu gosto. Estão dando toda razão para os barraqueiros avançarem sobre as matas morro acima.

    Não adianta sair à beira mar contra o governo federal quando precisamos muito limpar a nossa própria casa…

  • AGLAIA diz: 17 de março de 2015

    Pois é, de que adianta o Plano Diretor, se não é respeitado!
    O Sr. Prefeito edita decretos para beneficiar as construtoras em detrimento do bem comum.

  • Pedro Costa diz: 17 de março de 2015

    Que vergonha. Aprova um plano diretor para dar segurança aos moradores mortais e concede beneficio aos imortais. E se um cidadão de bem construiu sua casinha com base neste novo plano e agora descobre que ao lado da sua casa vai ter um prédio gigante lhe fazendo sombra e limo eterno.

  • Eduardo Alves diz: 19 de março de 2015

    Claramente, AGLAIA e Pedro Costa não leram a nota, ou não entenderam.

    Esse projeto é APENAS relativo aos projetos aprovados no PD anterior, os quais o governo enrolou, enrolou e só agora à pouco liberou para eles poderem continuar, pois congelou na época com suspeitas de problemas, os quais se revelaram inexistentes.

    Seria mais ou menos assim: O governo te dá 1 ano para você montar sua loja, sendo que o condicionante é se não montar em um ano, cancela tudo. Certo? MAS ao mesmo tempo, segura a licença que precisa, e só libera faltando dois meses para terminar o prazo, e quer que você faça o que tinha 1 ano pra fazer, em 2 meses. Não tem como, é “sacanagem jurídica”. É apenas uma correção disso.

    É simples de entender, quando se quer. :-)

Envie seu Comentário