Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

SC surpreende na geração de novos empregos

18 de março de 2015 2

Desde o início do ano passado, a economia catarinense vem surpreendendo com a liderança na oferta de novos empregos no país. Esse destaque continuou mês passado, com 12.108 novas vagas, 9.175 da indústria. Desta vez, o setor têxtil, que prepara as coleções de inverno, gerou 3.031 novos empregos. O setor de alimentos abriu 1.283.
No total de fevereiro, o setor público de SC abriu 3.417 novos empregos em função do início das aulas, os serviços geraram 1.872, a construção civil 148, o comércio fechou 2.203 vagas e a agropecuária reduziu 322. O avanço do Estado no emprego está ligado à diversificação da economia, oferta de itens necessários ao atual momento dos consumidores do país e exportações.
Em 2014, SC liderou a geração total de vagas no país e também na indústria. O saldo geral alcançou 53.887 e o da indústria, 5.084.

Comentários

comments

Comentários (2)

  • Camila Corrêa diz: 19 de março de 2015

    A indústria pode até estar gerando novos empregos no estado, mas a realidade tem sido muito diferente no litoral, local este em que as empresas vêm demitindo funcionários em massa, deixando pessoas com 20 anos de empresa sem saber para onde ir. Acho que mostrar as duas realidades seria importante para não iludir pessoas a virem para cá em busca de oportunidades, pois não está chovendo emprego, como parece para quem lê esta reportagem.

  • Thiago Wolff da Costa diz: 19 de março de 2015

    Santa Catarina demonstra de maneira inequívoca que o empreendedorismo é o único caminho para o país. Jamais, nenhum país cresceu e se desenvolveu apenas com políticas distributivas. Bolsas e direitos irrestritos anestesiam uma população inteira, suavizando as dores do presente mas agravando as dores futuras. Agora, convém ao Jornal Diário Catarinense uma matéria sobre como Santa Catarina poderia se tornar um Estado ainda melhor. Devemos já, a partir de agora nos compararmos a outros estados e países de primeiro mundo. O Brasil já era.

Envie seu Comentário