Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de maio 2015

"Quando se fala em design não podemos restringir o tema a produtos", diz professor de Inovação e Design

31 de maio de 2015 0

Quando se fala em design não podemos restringir o tema a produtos. Esta é a opinião do professor de Inovação e Design da Parsons The New School for Design, Bruce Nussbaum. Segundo ele, algumas escolas têm até design de estratégia de empresas. O tema também é voltado a experiências. Alguns exemplos são o design de um sistema de atendimento ao consumidor, de explicações para executivos sêniors sobre como usar tecnologias.

Leia as últimas notícias sobre design

 

Polêmica surge durante entrevista na Expogestão: corrupção boa, corrupção ruim e conselho de mães

31 de maio de 2015 0
Foto: André Kopsch / Divulgação

Foto: André Kopsch / Divulgação

Existe corrupção boa e corrupção ruim? Esta polêmica surgiu ontem, durante entrevista coletiva na Expogestão, quando perguntei para um dos palestrantes, o co-fundador do Centro para a Negociação e a Justiça dos EUA e coach em negociação John Shuman (E) sobre como um empresário pode proceder (negociar) quando recebe pedido de propina de um político. Ele afirmou que a corrupção é um problema endêmico, faz parte da democracia e do capitalismo e precisa ser combatida. Os outros dois entrevistados da mesa, Hitendra Patel e Bruce Nussbaum, ambos consultores e professores de inovação, também se manifestaram. Nussbaum disse que percebeu corrupção numa eleição em Nova York, quando era jovem, questionou sua mãe e ela disse que existia a corrupção boa e a ruim. A boa era quando beneficiava a todos, gerava investimentos e outras melhorias; e a ruim era quando o dinheiro ia para benefício próprio, ao bolso de alguém para comprar algo particular.

Shuman disse que discorda, que não existe corrupção boa. Patel também afirmou que não há corrupção boa e ruim. Lembrou que sua mãe ensinou que toda a corrupção é ruim.
- Nossas mães precisam conversar – comentou, brincando, Patel para Nussbaum.
Na avaliação de Shuman, a definição de que corrupção ocorre quando as empresas fazem negócio debaixo da mesa é muito simples. Ele acredita que capitalismo e democracia são incompatíveis e é preciso ter algum limite. Entende que é impossível uma empresa lucrar sempre mais. Em função da competição, é impossível sempre aumentar preço, e por isso as empresas têm que trabalhar em custos. Quando começam cortá-los, entra até o custo tóxico que também precisa ser externalizado. Aí, algumas empresas pedem para os governos reduzirem os impostos e aí começa um processo de corrupção com o setor público. Para ele, isso precisa ser evitado e deve haver limite para lucros dos capitalistas.

Leia as últimas notícias sobre a Expogestão

Leia as últimas notícias sobre corrupção

Razões do sucesso da Expogestão

30 de maio de 2015 0
Alonso

André Kopsch, divulgação

De quarta-feira até ontem, 8,5 mil pessoas entre empresários, executivos, estudantes e outros profissionais participaram da programação principal da Expogestão ou assistiram a algumas das 69 palestras paralelas gratuitas do congresso. Segundo Alonso José Torres, presidente da Ópera Eventos, a empresa realizadora, a feira paralela atraiu mais de 10 mil visitas. Os participantes vieram de 232 cidades de 17 Estados.  Na foto, o economista-chefe do Banco ABC Luis Otávio Leal (E), Alonso Torres e o presidente da Associação Empresarial de Joinville, João Martinelli (D). 

Filho de professor
Esta foi a 13º edição da Expogestão, que superou expectativas de público apesar da crise. Além de palestras inéditas de temas atuais e futuros, o êxito do evento tem muito do seu realizador, Alonso Torres. 
- Sou filho de professor, gosto muito de promover educação e conhecimento. Para mim é tudo muito natural e faço isso com paixão – afirmou. 

Mesmo antes do final da edição deste ano ele já estava articulando palestras para o ano que vem. O grupo de conferencistas estrangeiros sente-se cada vez mais à vontade no evento.

Dicas de especialista global sobre como desenvolver inovação

29 de maio de 2015 1
André Kopsch, divulgação

André Kopsch, divulgação

Para ter sucesso com inovação, as empresas devem observar as tendências futuras de mercado e dar liberdade para suas equipes. Essas são as linhas sugeridas pelo especialista em inovação Hitendra Patel, que é diretor-executivo do IXL Center e chairman do Innovation and Growth Progam of Hult International Business School que oferece o Prêmio Hult, em parceria com o Instituto Bill Clinton. Ele falou sobre o tema hoje, em palestra na Expogestão, na Expoville, em Joinville. A fórmula de inovação de Patel tem quatro perguntas: Qual é a tendência?, Atende a necessidades humanas?, Tem um bom modelo de negócio?, e Tem barreira de entrada (para evitar a entrada rápida da concorrência)?
O especialista afirmou que a inovação nas empresas precisa ser permanente e um projeto pode demorar cinco anos até se tornar realidade. Orientou que os profissionais inovadores precisam ter mente aberta como a de uma criança. Também comentou que inovar é como atravessar a floresta Amazônica, tem que experimentar, ser paciente e resiliente.
Hitendra Patel presta consultoria para algumas grandes companhias brasileiras e outras estrangeiras de diversos continentes.

ABRH promove na ExpoGestão palestra sobre neurociência

29 de maio de 2015 0

A presidente da ABRH/SC, Luzia Fröhlich, conta que a programação do congresso tem tudo a ver com o foco da entidade. Por isso, a ABRH promove na ExpoGestão uma palestra sobre neurociência. O consultor Reinoldo Miranda, também na feira, diz que outra tendência é a inteligência prática, isto é, usar os conhecimentos para criar soluções.

Leia as últimas notícias sobre a ExpoGestão

Expogestão é espaço para renovar ideias e adquirir novos conhecimentos

29 de maio de 2015 0

Com uma série de desafios à frente da Karsten, indústria têxtil que acabou de adquirir junto com outros sócios, o empresário Armando Hess de Souza, também sócio da RenauxView é um dos que aproveitam a Expogestão para renovar ideias e adquirir conhecimentos novos. Trouxe equipe de 11 executivos e acompanha os três dias de evento.

Confira três motivos para assistir a cada uma das palestras da Expogestão
Claudio Loetz analisa cenário econômico de Joinville em palestra na Expogestão
Empresário conta como são definidos os temas e palestrantes da Expogestão

Facisc participa da Expogestão e lança Agenda Sustentável SC

29 de maio de 2015 0

Entre as centenas de empresários presentes no congresso, a Facisc marca presença com 330 lideranças. O presidente Ernesto João Reck, o vice-presidente André Gaidzinski e o diretor executivo Gilson Zimmermann concentraram uma série de eventos da entidade no ambiente da Expoville.

Sustentável
A Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina (Facisc) aproveitou o evento de Joinville para lançar a Agenda Sustentável SC. O objetivo é difundir o conceito de sustentabilidade baseado no tripé ambiental, econômico e social. Segundo o vice-presidente da entidade André Gaidzinski, o programa vai atender a uma demanda por formação detectada no meio empresarial.

Confira três motivos para assistir a cada uma das palestras da Expogestão
Claudio Loetz analisa cenário econômico de Joinville em palestra na Expogestão
Empresário conta como são definidos os temas e palestrantes da Expogestão

BMW mostra carros de luxo na Expogestão

29 de maio de 2015 0

00ae8e1e
Foto: Rodrigo Philipps, Agência RBS

Quatro luxuosos automóveis da BMW são destaque na entrada da Expogestão, na Expoville. O primeiro (foto) é o BMW i8, a supermáquina elétrica que impressiona pela beleza e pelo preço, R$ 800 mil. A Top Car, que revende a marca no Estado, também mostra na feira o BMW i3, lançado na Expogestão do ano passado, que sai R$ 199.950. Além dessas máquinas estão na mostra a BMW X5, SUV de R$ 354.950 e o fabricado em Araquari, o BMW 320i, que custa ao consumidor R$ 129.950.

Confira três motivos para assistir a cada uma das palestras da Expogestão
Claudio Loetz analisa cenário econômico de Joinville em palestra na Expogestão
Empresário conta como são definidos os temas e palestrantes da Expogestão

Capitalismo consciente é a mais nova tendência

29 de maio de 2015 0

Negócios desenvolvidos com ética geram prosperidade para todos os públicos e preservam a natureza. Essa é a essência do capitalismo consciente, movimento global que foi tema de painel de ontem à tarde da Expogestão e teve como palestrantes o fundador e presidente do Instituto Capitalismo Consciente Brasil, André Kaufmann, e o presidente da Unilever Brasil, Fernando Fernandez.

Conforme Kaufmann, o capitalismo consciente tem adesão voluntária, começou há 10 anos nos EUA, onde tem cerca de 200 empresas participantes, e há sete anos chegou ao Brasil, já com a adesão de 90 companhias.

- O capitalismo é a melhor forma de desenvolvimento humano. Nos últimos 200 anos, toda a riqueza da economia foi muito impulsionada pelo sistema capitalista. Só que o excesso do capitalismo tradicional, que visa o lucro, os recursos financeiros como principal razão do desenvolvimento, talvez tenha que ser revisto – explica Kaufmann.

Essa é uma tendência adotada por empresas quando o dono do negócio se convence disso. Para Kaufmann, esse conceito de atender a todos os públicos deve ser mais aceito pela geração millenium, a que tem menos de 30 anos. Entre as empresas que aderiram ao movimento estão a Porto Seguro, Jacto, Okena e Unilever. Uma das ações da Unilever na área é o cuidado da saúde dos seus trabalhadores. A companhia não registra mais doenças derivadas de esforço repetitivo e outros. O foco, hoje, são os cuidados com a mente, como o estresse e a depressão.

Por que a Monja Coen lotou o auditório da Expogestão

28 de maio de 2015 0
Foto: André Kopsch, divulgação

Foto: André Kopsch, divulgação

Monja zen Budista e presidente da Comunidade Budista Soto Zenshu da América do Sul, a monja Coen Sensei lotou o auditório principal da Expogestão, ontem, com cerca de 1,8 mil pessoas. Convidada com frequência para falar em empresas que buscam cultura alternativa para oferecer melhor qualidade de vida, ela recomendou meditação e mais colaboração no ambiente de trabalho.
- Não estamos transmitindo meditação como um processo religioso, é mais do que isso, para fazer as pessoas ficarem bem. Vamos precisar criar um sistema em que cuidamos uns dos outros – recomendou.
Para quem tem criança, ela sugeriu perguntar quando retorna da escola o que aprendeu, para que serve e como isso vai beneficiar o mundo.

Ter, ser e o coletivo
A monja Coen Sensei, que era jornalista da Folha da Tarde, de São Paulo e, depois, se converteu após anos no Oriente, elogiou, durante sua palestra, o trabalho voluntário social da primeira-dama de Joinville, Léa Döhler.
Sobre o mundo atual, que valoriza muito o ter, ela disse que as pessoas podem ter bens em sintonia com o seu grupo social, mas não devem ficar só nisso.

- No nosso mundo, a aparência conta, as coisas nos dão um certo status social, mas não podemos ficar presos nisso, dentro de nós precisamos encontrar algo maior. As empresas estão descobrindo que apenas o lucro financeiro é insuficiente para se manterem em pé. As que estão começando a trabalhar no lucro social e ambiental estão vivas, as que não prestaram atenção, estão morrendo – alertou.

Confira três motivos para assistir a cada uma das palestras da Expogestão
Claudio Loetz analisa cenário econômico de Joinville em palestra na Expogestão
Empresário conta como são definidos os temas e palestrantes da Expogestão

Pela web: empregados da Eletrosul agora podem fazer cursos à distância

28 de maio de 2015 0

Empregados da Eletrosul agora podem fazer cursos à distância. A plataforma virtual de educação foi lançada ontem pelo presidente da empresa, Márcio Zimmermann. Estreou com 494 alunos de SC, PR, RS e MS.

Leia as últimas notícias sobre Eletrosul

Fórum de Turismo de Florianópolis pediu ajuda ao Fórum Parlamentar Catarinense

28 de maio de 2015 0
Foto: Marcelo Tolentino / Divulgação

Foto: Marcelo Tolentino / Divulgação

O Fórum de Turismo de Florianópolis pediu ajuda ao Fórum Parlamentar Catarinense, presidido pelo deputado Mauro Mariani (D) e ao secretário nacional de Políticas de Turismo, Vinícius Lummertz (segundo à dir.), Florianópolis cobra soluções para obras de infraestrutura atrasadas, como o terminal do aeroporto, rodovias, marinas e o centro de eventos em Canasvieiras.

Leia as últimas notícias sobre obras

Nem importações fogem do crivo dos grupos especialistas da Fazenda do Estado

28 de maio de 2015 0

O grupo que cuida do comércio exterior recuperou R$ 11,5 milhões em valores devidos somente pelo monitoramento das empresas do setor. A cifra cobrada equivale a um terço da arrecadação mensal do segmento.

Leia as últimas notícias sobre economia

Cinco modernos portos catarinenses necessitam de mais infraestrutura para movimentar mercadorias

28 de maio de 2015 0

Na reunião da Câmara de Logística da Fiesc, o presidente da entidade, Glauco José Côrte, defendeu a Ferrovia Litorânea entre São Francisco e Imbituba para receber produtos de outros estados e o primeiro vice da Fiesc e presidente da Câmara, Mario Aguiar, afirmou que o Estado precisa usar seu potencial de rios navegáveis. O principal é o Itajaí-Açu.

Leia as últimas notícias sobre a Fiesc

Leia as últimas notícias sobre portos catarinenses

Confederação Nacional dos Jovens Empresários realiza 73a. Assembleia Geral Ordinária

28 de maio de 2015 0

Aconteceu na manhã desta quarta-feira, na estrutura da ExpoGestão, em Joinville, a 73a. Assembleia Geral Ordinária (AGO) da Confederação Nacional dos Jovens Empresários – Conaje. Durante o evento foram discutidas ações de integração e expansão do movimento empresarial, debatidos projetos em desenvolvimento e também realizada a eleição do Conselho Fiscal e de Ética da entidade.

O evento reuniu cerca de 100 participantes, entre eles conselheiros e membros dos núcleos empresariais de todo o Brasil. A Conaje tem por objetivo formar e desenvolver empreendedores e jovens líderes por meio de capacitação técnica e experiências diferenciadas. Está representada em todo Brasil e também atua internacionalmente.

Leia as últimas notícias sobre Conaje

Leia as últimas notícias sobre ExpoGestão

Leia as últimas notícias sobre Joinville

Presidente da Tractebel informa que parque eólico brasileiro vai crescer 1000% até 2023

28 de maio de 2015 0
Foto: Rodrigo Phillips

Foto: Rodrigo Phillips

O tema central das palestras do presidente da Tractebel, Manoel Zaroni (foto) e do presidente da WEG, Harry Schmelzer Jr. ontem, na Expogestão, foram as energias sustentáveis, com ênfase para a geração eólica. Zaroni informou que o parque eólico brasileiro vai crescer 1000% até 2023. Schmelzer estimou que tanto a geração solar quanto a eólica serão importantes, mas a eólica vai avançar mais nos próximos cinco anos. A solar, terá uma expansão maior depois disso.

Leia as últimas notícias sobre a Tractebel

SC espera mais turistas brasileiros no inverno

28 de maio de 2015 1

Com atrações turísticas em todas as regiões, o Estado espera receber boa parte dos visitatantes brasileiros que viajará pelo país este ano. O dólar alto e a inflação pesam no bolso da maioria, por isso muitos estão evitando viagens ao exterior. Pesquisa do Ministério do Turismo aponta que, das pessoas que vão viajar este ano, 77,4% optarão por destinos nacionais, o maior percentual dos últimos 10 anos.

Segundo o presidente da Santur, Valdir Walendowsky, operadoras de turismo informaram na BNT Mercosul, realizada no fim de semana em Balneário Camboriú, que SC está entre os destinos mais procurados. Trabalhamos para atrair visitantes o ano todo. É claro que a temporada de verão é maior, mas os destinos de inverno começam a se impor diz Walendowsky. A lista de atrações para o período de frio inclui enoturismo, águas termais, Treze Tílias, hotéis-fazenda, Beto Carrero, teleféricos, Festival de Dança de Joinville e outras.

A expectativa é que a maioria vai decidir viagem na última hora, por isso é difícil fazer projeção, observa Walendowsky. O empresário Geninho Goes, diretor da BNT Mercosul, feira que recebeu 6,8 mil agentes de viagens de 20 Estados e de seis países, concorda. O brasileiro quase sempre decide na última hora.

Unicred realiza feijoada solidária

28 de maio de 2015 0

Médicos, profissionais da área da saúde, contabilistas, professores e empresários associados à cooperativa de crédito Unicred, de Florianópolis, realizam sábado a 14ª edição da feijoada solidária. São esperadas 1,5 mil pessoas na sede da Associação Catarinense de Medicina.Os participantes do evento doam alimentos não perecíveis para entidades adotadas pela cooperativa, como o Lar de Zulma, as creches da Sociedade Alfa Gente do Morro da Caixa e da Vila Aparecida, a Casa da Criança do Morro da Penitenciária e outras.A expectativa é de serão doadas cera de 2 toneladas de alimentos.

Festa dos 100 anos do jornal O Estado tem fila de espera

28 de maio de 2015 0

Muito disputados, os convites por adesão ã festa dos 100 anos do jornal O Estado,  sábado, já estão esgotados. Por isso as jornalistas que organizam o evento, Denise Christians e Lena Obst  sugerem aos que desistirem, mesmo na última hora, que avisem a organização. Assim, será possível incluir outras pessoas nos lugares. Promovida por jornalistas que atuaram no O Estado, a festa terá o lançamento de dois livros. Um é integrado por uma seleção de 100 capas do periódico e outro traz artigos de pessoas que trabalharam no jornal. As duas obras são da Editora Unisul.

 

Anvisa apresenta demora para liberar importações no complexo portuário de Santos

27 de maio de 2015 0

A Anvisa, agência nacional responsável pela vigilância sanitária, está demorando muito para liberar importações no complexo portuário de Santos. Quem ganha com isso são os portos catarinenses. Segundo o jornal Valor Econômico de ontem, um dos grupos que optaram por importar por SC é o MCassab. A torcida, aqui, é que esse movimento cresça porque os portos do Estado estão ágeis.

Leia as últimas notícias sobre os portos