Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Grupo pede recuperação judicial para postergar dívida de R$ 148 milhões

17 de junho de 2015 0

As empresas First SA e Tiguana Comércio Eletrônico Lada., de Palhoça, que têm como principal controlador o empresário Natanael Santos de Souza, solicitaram recuperação judicial. Alegam dificuldades para pagar dívida de R$ 148,4 milhões. Entre os credores estão a indústria de iates de luxo Azimut Benetti e a Guga Kuerten Participações Ltda. Os maiores credores são bancos. A lista inclui Bradsco, Banrisul, Banco Fibra, Itaú, Safra, Santander e Votorantim. O advogado responsável pelo pedido de recuperação judicial é Anderson Onildo Socreppa, de Caçador. A publicação legal sobre a solicitação, com o nome de todos os credores e os respectivos valores, foi publicada ontem no jornal A Notícia. Os primeiros relacionados são os empregados das companhias. 

Em Santa Catarina, outras empresas pediram recuperação judicial nos últimos 12 meses. O escritório de Anderson Socreppa também é o responsável pelos processos da Teka, de Blumenau e da Binotto, de Lages.

Reprodução

Reprodução

 

 

Comentários

comments

Envie seu Comentário