Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Humor e críticas do ministro Afif Domingos

23 de junho de 2015 2

Com orgulho de estar à frente do ministério da Micro e Pequena Empresa, segmento para o qual batalhou nos últimos 40 anos – nos anos de 1970 foi chamado de guerrilheiro da prosperidade nacional por isso – o ministro Guilherme Afif Domingos fala pausado, mas não perde oportunidade para fazer humor crítico sobre o mundo econômico. Foi assim ontem durante a audiência pública para o projeto de aprimoramento do Supersimples na sede da Fiesc, em Florianópolis.

Confira algumas frases de Afif:

- Temos um certo capitalista brasileiro que só tem a “lista” porque “capital” vai buscar no BNDES – disse numa crítica aos grandes grupos que conseguem financiamento com juro subsidiado no banco de fomento enquanto a pequena empresa paga 40% ao ano para capital de giro.

- As grandes empresas é que estão em crise – ao comentar a recessão que atinge o país.

- No setor público, quem não faz, não erra e quem não erra é promovido – afirmou sobre a burocracia crônica do setor público brasileiro.

- De 2011 a 2014, as pequenas empresas contrataram 3.547.428 pessoas e as grandes demitiram 263.325. E quem recebeu dinheiro subsidiado foi a grande empresa – comparou.

- Tem gente abrindo empresa até no nome da sogra. É melhor confiar na sogra do que pagar mais imposto – disse ao comentar o que empresários do segmento de pequenas empresas fazem para não sair do Simples porque a carga tributária aumenta 54,4% e daí muitas empresas têm morte súbita.

- O Steve Jobs já nos ensinou que fazer simples é complexo e fazer complexo é simples. É só não pensar.

- Como falam que a tradição burocrática brasileira tem origem portuguesa, nós fomos analisar o que aconteceu em Portugal. Os documentos que exigem para abrir uma empresa são três, os procedimentos são três e o tempo para abrir empresa lá é de 2,5 dias. No Brasil são 102,5 dias, portanto Portugal fez a lição de casa e nós não fizemos – concluiu.

- A substituição tributária da forma como está é uma puxada de tapede no Simples e prejudica a competitividade dos pequenos.

Comentários

comments

Comentários (2)

Envie seu Comentário