Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Catarinense punido pela eficiência

29 de junho de 2015 2

Imagina que a razão de os passageiros de aviões de voos entre SC e Brasília ter menos oferta de fingers no aeroporto da Capital federal do que os do Nordeste é a pontualidade. O senador Paulo Bauer cobrou explicação da Infraero em Brasília e a explicação foi que os aviões de SC chegam sempre antes ou no horário. Os do Nordeste chegam no horário ou depois. E quando o avião chega antes, os fingers estão ocupados. O fato curioso foi contado pelo parlamentar na reunião sobre logística que acontece na Fiesc.

Comentários

comments

Comentários (2)

  • Rodrigo Goulart diz: 29 de junho de 2015

    E o desembarque no finger é mais célere, o que libera o avião para o próximo voo em tempo menor do que o desembarque por ônibus. Como o avião atrasado tem que ser liberado em tempo menor, o finger fica para ele e o ônibus para quem está “no horário”.

  • Eduardo bergerson diz: 1 de julho de 2015

    A Azul comprou a Trip que tinha vários voos para Florianópolis Curitiba e hoje não tem mais nenhum….

Envie seu Comentário