Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Governo vai lançar plano para dinamizar portos de SC

30 de julho de 2015 0

Com o propósito de aquecer a economia catarinense via maior movimentação portuária, o governo do Estado vai lançar terça-feira um plano para aumentar a competitividade dos seis portos do Estado que, juntos, formam o segundo maior complexo portuário do país, só atrás de Santos. Entre as medidas estão o anúncio de novos investimentos privados, aceleração de projetos atrasados, especialmente de obras de acesso, e parcerias com empresas privadas para destinarem mais cargas aos terminais de Santa Catarina. A convite do governador Raimundo Colombo, o ministro da Secretaria dos Portos, Edinho Araújo, confirmou presença no lançamento do programa intitulado SC Acelerando a Economia – Edição Portos. Durante o evento, pelo menos 10 empresas do Brasil e exterior vão assinar protocolo de intenções para passar a movimentar cargas no valor de R$ 2 bilhões pelos portos do Estado.
Outra ação para melhorar a competitividade será o anúncio da contratação de mais fiscais agropecuários e outros profissionais do Ministério da Agricultura que atuam nos serviços de movimentação de cargas. A ministra da Agricultura, Kátia Abreu, também foi convidada e está tentando mudar a agenda para anunciar as novidades.
Quem está à frente da articulação do plano é o secretário de Estado da Fazenda, Antonio Gavazzoni. Segundo ele, as medidas serão voltadas ao curto e médio prazos. A propósito, o secretário está otimista com esse plano porque quando o Estado sofreu dois fortes impactos na arrecadação, um com a tragédia das chuvas do final de 2008 que destruiu o Porto de Itajaí, e outro com a mudança das alíquotas de ICMS para importação, em 2011, iniciativas diferenciadas voltadas à movimentação dos portos ajudaram a melhorar a economia.
Ano passado, os portos do Estado movimentaram US$ 21 bilhões (FOB) em cargas, considerando importações e exportações. Em volume físico, somaram 18 milhões de toneladas e 18,6% do total de contêineres do país.
O programa dos portos é a segunda forte etapa do projeto SC Acelerando a Economia, que em 24 de junho teve o lançamento do SC + Energia – Programa Catarinense de Energias Limpas, que trabalha para destravar investimentos em energia limpa, especialmente centenas de térmicas que esperam por licenças ambientais no Estado. O plano de portos também conta com apoio da Fiesc e do BRDE, além de outras instituições.

 

Comentários

comments

Envie seu Comentário