Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Promessa para contornos ferroviários e a ligação Norte-Sul

22 de agosto de 2015 0

Em dia de mobilização da Região Sul para acelerar o projeto da Ferrovia Norte-Sul com reuniões na Grande Florianópolis, Porto Alegre e Curitiba, a informação mais animadora do ministro dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues, na últimas sexta-feira (21), no evento catarinense realizado pela Federação das Associações Empresariais do Estado (Facisc), foi a confirmação de que as obras dos contornos ferroviários de Joinville e São Francisco do Sul terão início em setembro. Segundo ele, os recursos estão garantidos e o prazo de execução é estimado em 24 meses.

A cobrança para a realização dos contornos das cidades de Joinville, São Francisco e Jaraguá do Sul foi feita pelo vice-presidente da Federação das Indústrias (Fiesc), Mário Cezar de Aguiar. Tanto o ministro quanto o presidente da Valec, Mário Rodrigues Junior, não deram prazo para a obra jaraguaense. Estudiosa do sistema ferroviário de SC e do país, a mestranda de Geografia da UFSC Janete Ely afirmou que esses contornos serão as primeiras expansões do setor ferroviário no Estado há décadas.

O empresário Mário Aguiar cobrou urgência, também, para a finalização do projeto da Ferrovia Litorânea, que ligará os portos. Falta apenas a autorização da Funai para a travessia no Morro dos Cavalos, que, segundo ele, não afeta a área indígena. Se aprovada logo, essa ligação ficará pronta até 2021.

Viabilidade e tiro no pé

A conclusão de estudo de que a Ferrovia Norte-Sul entre Panorama (SP) e Chapecó (SC) é viável economicamente animou lideranças. O presidente da Federação dos Transportes (Fetrancesc), Pedro Lopes, defendeu a realização rápida do projeto para atrair investidores do exterior. Foram contatados alemães, chineses e russos. O presidente do Fórum Parlamentar Catarinense, Mauro Mariani, sugeriu financiamento privado ao projeto orçado em cerca de R$ 200 milhões. E o secretário adjunto de Agricultura Airton Spies alertou que SC precisa garantir que a Ferrovia do Frango fique pronta junto com a ligação da Norte-Sul até o RS. Se não, cargas daqui irão pela ferrovia ao Porto de Rio Grande, o que será um tiro no pé para SC.

Leia as últimas notícias

Comentários

comments

Envie seu Comentário