Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Palestra com professor da Universidade de Stanford tem mensagem de inovação

01 de setembro de 2015 0
Fernando Villadino / Divulgação

Fernando Villadino / Divulgação

Diversos setores da economia estão sendo reinventados e vão sobreviver somente as companhias que tiverem equipes inovadoras capazes de mudar e encontrar as soluções mais corretas desde o início para atender o mercado ou resolver desafios sociais. Foi essa mensagem que ficou para as lideranças que participaram da palestra do empreendedor e professor da Universidade de Stanford, da Califórnia (EUA), Rich Cox, na reunião-almoço do Grupo de Líderes Empresariais (Lide SC), segunda-feira (31), no Hotel Majestic, em Florianópolis. Os debatedores do evento foram o empresário Wilfredo Gomes, presidente do Lide SC; Fernanda Bornhausen Sá, diretora do Lide Mulher SC; Jorge Freitas, presidente do conselho da Intelbras; e Pedro de Paula, diretor do Lide Futuro no Estado. Cox destacou que a metodologia Design Thinking, na qual as pessoas são colocadas num ambiente coletivo para dar sugestões, é uma das bases para impulsionar a inovação nas empresas.

Ela permite que sejam praticados menos erros desde o início de projetos e, assim, aumenta muito a chance de sucesso. Outro ponto importante é a coragem de promover mudanças. Segundo ele, a d.school, a escola de design de Stanford, usa design thinking para inovar. – Nossa intenção com a d.school era criar a melhor faculdade de design do mundo. Começamos utilizando design thinking e recomendando para as empresas. A d.school só pôde se projetar depois que mostrou resultados – contou.Como exemplos de soluções com design thinking, Cox citou professora da instituição que usou a metodologia com detento para encontrar soluções visando a redução da reincidência criminal.

Na foto acima, a partir da direita, Rich Cox, Jorge Freitas, Wilfredo Gomes, Fernanda Bornhausen e Pedro de Paula.

Comentários

comments

Envie seu Comentário