Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Oferta de profissionais com necessidades especiais é menor que a estimada, revela pesquisa

18 de setembro de 2015 0

Ampla pesquisa realizada pelo Sistema da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) em Jaraguá do Sul sinalizou que a oferta de trabalhadores portadores de necessidades especiais no mercado, qualificados e dispostos a trabalhar, é infinitamente menor do que o total previsto pela legislação brasileira, que é de 12%.

O estudo apurou que há 0,80% de pessoas especiais disponíveis no mercado do município, informou o assessor jurídico da federação, Carlos Kurtz, na reunião da diretoria da Fiesc desta sexta-feira. Segundo ele, isso pode ser referência para encaminhar pesquisas e mudar a exigência atual de empregos para portadores de necessidades especiais no Brasil. O vice-presidente da Fiesc na região do Vale do Itapocu Célio Bayer disse que o levantamento foi realizado porque as indústrias da região estavam sendo autuadas por não estarem cumprindo as cotas de 12% de profissionais com necessidades especiais. A conclusão foi que não havia todos esses profissionais no mercado.

Leia as últimas notícias

Comentários

comments

Envie seu Comentário