Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Alemanha mostra o rumo na indústria

22 de setembro de 2015 0

País que consegue geração de riqueza a partir de uma indústria inovadora que responde por 24% do seu PIB, a Alemanha indica os rumos do futuro do setor de manufatura para o Brasil, que hoje consegue apenas 12% do PIB com a produção manufatureira. Segundo o presidente da DBI (Bundesverband der Deutchen Industrie), a CNI alemã, Ulrich Grillo, o futuro do setor passa pela digitalização, indústria 4.0 (uso de tecnologia junto ao consumidor), cadeias globais de valor, energias limpas e pessoas qualificadas. A propósito, a espinha dorsal do sucesso da indústria alemã é o sistema dual de ensino técnico.

Na avaliação do empresário, a crise brasileira vai passar, o país continuará sendo importante para a Alemanha e, por isso, industriais alemães pretendem continuar investindo aqui. Para mostrar a importância do Brasil, ele cita que SP abriga o segundo maior polo industrial alemão. O primeiro fica no próprio país. Além dessa linha estratégica, Grillo defendeu o fim da bitributação entre os dois países e a rápida aprovação do acordo Mercosul e União Europeia.

A importância da indústria no PIB também foi reforçada pelo presidente da Fiesc, Glauco José Côrte. Conforme o industrial, SC é o segundo Estado com maior presença da indústria na economia. Robson Andrade, presidente da CNI, afirmou que a indústria brasileira tem interesse em ampliar parcerias com a Alemanha, especialmente nas áreas de tecnologia e energia.

Leia as últimas notícias

Comentários

comments

Envie seu Comentário