Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Colombo defende reformas para reduzir custos

03 de outubro de 2015 0

Diante do público que controla receitas e despesas com rigor nestes tempos de crise – os secretários de Estado de Fazenda – o governador Raimundo Colombo aproveitou a reunião do Confaz, ontem, em Jurerê Internacinonal, para alertar mais uma vez sobre a necessidade de se fazer uma profunda reforma constitucional no Brasil.
– Eu não tenho dúvidas de que teremos que mexer na Constituição brasileira, fazer uma reforma profunda. O modelo atual está errado, o custo é muito elevado e vai se agravando. A maior bomba é a da Previdência. Se a gente não fizer nada, ela inviabiliza tudo, e quem está perdendo é a sociedade. Não tem como aumentar a arrecadação, tem que diminuir o custo do Estado. Para isso, é preciso cortar privilégios – disse Colombo que já defendeu empenho dos servidores numa solução.

Receita cresceu só 0,62% em setembro

Embora feliz por ser o anfitrião da reunião do Confaz, o secretário da Fazenda, Antonio Gavazzoni, estava preocupado com o impacto da crise no Estado. SC acabou de fechar setembro com o pior resultado de arrecadação do ano, um crescimento nominal de apenas 0,62% frente ao mesmo mês do ano passado. Isto significa uma perda real de 9% no mês. No acumulado do ano, a perda real é de 3%, explica o secretário.
- Todos os setores pararam: serviços, bebidas, combustíveis… afundou tudo – lamentou Gavazzoni, que espera um resultado melhor neste mês, com o impulso das festas de outubro e outros fatores.

 

 

 

Comentários

comments

Envie seu Comentário