Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Novidade!

26 de outubro de 2015 0

Olá! O blog da Estela Benetti agora tem um espaço exclusivo no site do Diário Catarinense. Acesse: http://dc.clicrbs.com.br/sc/colunistas/estela-benetti.

Comentários

comments

Procave acelera vendas de imóveis de luxo com a inclusão do design de interiores

25 de outubro de 2015 0
Marcos Porto

Foto: Marcos Porto

Na orla de Balneário Camboriú e Itajaí, os imóveis de luxo decorados registram vendas até sete vezes mais rápidas. Esta é a estratégia da empresária Miriam Pinheiro, que divide sociedade com o marido Nivaldo Pinheiro na incorporadora Procave, tradicional empresa de empreendimentos premium na região. Ela abriu até fábrica de produtos para decoração em Balneário, onde cria peças exclusivas para a empresa.

 

Qual é o impacto da oferta de design de interiores nas vendas da Procave?
Hoje, quem comanda as vendas é o design de interiores. A gente consegue surpreender o cliente. Quando vemos o brilho no olhar, ele já está se mudando para o imóvel mentalmente. Iniciamos o Brava Home Resort (na Praia Brava, em Itajaí) há seis anos, é um empreendimento de excelência, com 324 apartamentos. As torres ocupam apenas 12% da área total do terreno de 75 mil metros quadrados. Entre as atrações estão um clube com 60 serviços. Vamos concluir a construção no final deste ano e já vendemos 80% do total.

Como ficam os preços das unidades decoradas ou não?
Os valores dos apartamentos sem decoração variam de R$ 2,148 milhões a R$ 9,190 milhões (coberturas). Com decoração, vão de R$ 2,608 milhões a R$ 10,312 milhões.

Que vantagens os clientes consideram?
Os clientes, especialmente de outras cidades, ganham tempo quando os imóveis já têm design de interiores. Além de não ter o trabalho de contratar profissionais e fazer compras de móveis e outros itens, eles podem ocupar o imóvel imediatamente. Como compramos móveis e objetos em grande quantidade e fabricamos uma parte, o custo final fica mais acessível. Já temos um padrão Procave reconhecido pelo mercado. Também fazemos a decoração de imóveis que entram como parte do pagamento de um novo. Ao todo, até agora já decoramos cerca 500 apartamentos.

A crise afeta as vendas?
Estamos em crise? Semana passada entreguei cinco apartamentos decorados.

Desde quando você atua na empresa e por que concentrou atenção ao design?
Eu e o Nivaldo nascemos em Rio do Sul e fundamos a empresa em Blumenau, há 37 anos. Trabalho desde a fundação da Procave em diversas áreas. Gosto de design e decoração. Minha mãe tinha um atelier de alta costura. Criava moda. Herdei isso, embora minha formação seja psicologia com MBA em gestão empresarial. Abri o departamento de design há 10 anos. Além da parceria com a Florençe, temos uma fábrica de produtos, marcenaria e estofaria.

Qual é o próximo grande projeto da Procave?
Estamos iniciando a construção do Absolute Business & Hotel, em Itajaí. Terá hotel Mercure, do grupo Accor, e torre comercial. A incorporação é o nosso negócio. Geramos mais de 600 empregos. É uma grande responsabilidade.

E os planos para o design?
Estou formando uma nova equipe. As nossas filhas Taísa, Rafaela e Gabriela cursaram administração, fizeram pós-graduação e estudaram no exterior. Estão preparadas para assumir novas funções. Como eu também adoro literatura, tenho um livro de poesia publicado, Fragmentos Inteiros, daqui a quatro anos pretendo me dedicar aos livros e palestras. Estou trabalhando para realizar uma grande feira do livro em Balneário Camboriú no ano que vem.

Comentários

comments

Missão ao Irã e ampliação das exportações

25 de outubro de 2015 0

Mesmo com o dólar cotado em torno de R$ 4, não está fácil ampliar as exportações, muito pelo contrário. Neste domingo, o presidente da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc), Glauco José Côrte, na condição de representante da Confederação Nacional da Indústria (CNI), chega ao Irã. Integra comitiva brasileira liderada pelo ministro do Desenvolvimento, Armando Monteiro, com o objetivo de apresentar o potencial do país e fazer contatos durante toda a segunda-feira visando mais mercados para indústrias brasileiras.

A intenção é aproveitar oportunidades abertas após a assinatura do acordo nuclear pelo Irã, com mediação dos EUA. SC já exporta alimentos ao mercado iraniano por meio da BRF, Bunge e JBS. Conforme Côrte, a balança comercial ainda é desfavorável ao Estado e é possível ampliar. Apesar de ter boa participação no exterior, SC registrou queda de 14,4% nas exportações de janeiro a setembro frente o mesmo período do ano passado. Para consolo, as vendas externas brasileiras caíram 16,8% no mesmo período. Questionado sobre as dificuldades para avançar no mercado externo, Côrte disse que está muito caro produzir no Brasil e a concorrência nos mercados internacionais está muito mais acirrada. Os números mostram que não vai ser desta vez que a nossa economia terá um salto via mercado internacional. É mais um desafio.

Comentários

comments

Porto de Imbituba é o mais profundo da Região Sul

25 de outubro de 2015 0
Foto: Airton Fernandes , Secom , divulgação

Foto: Airton Fernandes , Secom , divulgação

Agora é oficial. A Marinha do Brasil homologou que o Porto de Imbituba tem canal de acesso (calado) com profundidade de 17 metros. É a maior entre os portos da Região Sul e entre os terminais comerciais do Sul e Sudeste. Apenas um terminal privado da Vale, em Santos, tem calado maior. Entre os diferenciais do terminal do Sul de SC está a bacia de evolução com 15,5 metros e berços com 14,5 metros de profundidade. Essa nova fase permitirá receber navios com até 9 mil contêineres ou 80 mil toneladas de granéis. Com gestão da SCPar, operação de contêineres (TEUs) da Santos Brasil e a BR-101 duplicada, o porto tem potencial de acelerar a movimentação de cargas com os navios post-panamax, que podem transportar mais de 4,5 mil TEUs. O maior navio de contêineres do mundo é o MSC Zoe, batizado em Hamburgo em agosto. Ele tem 395,4 metros de comprimento e pode transportar 19.224 unidades.

Comentários

comments

Uma trégua para a criticada norma NR12

25 de outubro de 2015 0

Longe de ter a indústria mais produtiva e a menos segura entre os países desenvolvidos e em desenvolvimento, o Brasil aprimorou a Norma Regulamentadora número 12, a NR12 para prevenir riscos a trabalhadores e conseguiu desagradar todo o mundo. Mas quem sofre mais é a indústria brasileira mesmo. Para reduzir impasses e custos nesta fase de recessão, a Facisc, Federação das Associações Empresariais de Santa Catarina, obteve quinta-feira uma liminar contra as fiscalizações da norma.

A partir de agora, tanto fiscais do Ministério do Trabalho quanto dos Centros de Referência de Saúde ao Trabalhador (CEREST) não poderão realizar fiscalizações com base na nova redação da NR12, considerando as 300 novas exigências. Poderão cobrar apenas as 40 que já estavam em vigor. De acordo com o presidente da Facisc, Ernesto Reck, a medida vale para todo o Estado até uma decisão posterior do processo. Na opinião do vice-presidente da federação, André Gaidzinski, a decisão vai salvar milhares de empregos. A propósito, um dos setores que já restringem empregos em função da NR12 é o de carnes.

Comentários

comments

Dica para prevenir a saúde em áreas alagadas

25 de outubro de 2015 0

A solidariedade com os atingidos pelas chuvas não precisa se limitar a produtos. Pode ser com serviços, especialmente às pessoas mais próximas. São fundamentais os cuidados com a saúde para prevenir a leptospirose, doença que coloca vidas em risco. As pessoas não devem consumir água e alimentos contaminados e precisam limpar tudo o que foi atingido pelas inundações da enchente.

Comentários

comments

SC perde empregos, mas ainda se destaca na oferta geral

25 de outubro de 2015 0

Sem ações do governo federal para encerrar a recessão, indústrias catarinenses estão reduzindo postos de trabalho. Juntos, o setor de transformação e a construção civil fecharam 4.452 vagas em setembro. Mesmo assim, o Estado segue com taxa de desemprego de primeiro mundo. Segundo a última Pnad do IBGE, a taxa de desocupação em SC é de apenas 3,9%. No país, é de 8,3%.

Comentários

comments

ADVB divulga os vencedores do Top de Marketing 2015

23 de outubro de 2015 0

A ADVB/SC divulgou hoje os vencedores do Top de Marketing e Vendas deste ano. As empresas e instituições contempladas são: Acavitis (Vinho de Altitude Produtores Associados), Avaí Futebol Clube, Balneário Shopping, Flex Contact Center, Imobiliária Moresco, Parque Vila Germânica, RBS TV, RIC TV Record Santa Catarina, SBT Santa Catarina, Teltec Solutions e Universidade do Sul de Santa Catarina (Unisul). O prêmio Top Empresa Jovem ficou com a ExactSales, do segmento de B2B.

O presidente da ADVB, Octávio René Lebarbenchon Neto dá atenção especial a essa premiação porque ela é a primeira da entidade e focada exatamente no objetivo, que é impulsionar vendas.

        – São exemplos de criatividade de organizações que apostaram e encontraram no marketing a estratégia perfeita para manter o ritmo de vendas e conquistar os consumidores, mesmo em um cenário incerto, no qual as pessoas estão alterando hábitos e até adiando compras – comentou ele.

Promovida desde o início das atividades da entidade, há 30 anos, a premiação será entregue dia 1º de dezembro, quando também será revelado o Top One, em evento no Centrosul, em Florianópolis.

Vencedores Top de Marketing e Vendas 2015 (em ordem alfabética)

 

Acavitis (Vinho de Altitude Produtores Associados)

Case: Vinho de Altitude, vinícolas de atitude

 

Avaí Futebol Clube

Case: Futebol é amor a uma causa

Balneário Shopping

Case: Transformação Balneário Shopping: Incomparável!

 

Flex Contact Center

Case: Com DNA catarinense, a Flex contact center tornou-se uma empresa de 10 mil profissionais em pouco mais de 5 anos de existência, projetando para 2015 quase meio bilhão de reais em faturamento

Imobiliária Moresco

Case: O marketing como apoio na sucessão familiar

Parque Vila Germânica

Case: Oktoberfest: o sucesso, de volta às origens

 RBS TV

Case: Conexão Verão: transformando os desafios em oportunidades

RICTV Record Santa Catarina

Case: RICTV Record SC – Investimento em conteúdo regional amplia audiência e resultados

SBT Santa Catarina

Case: Enquanto muitos choram, poucos vendem lenços

Teltec Solutions

Case: Crescimento acelerado e sustentável por meio da verticalização 

Universidade do Sul de Santa Catarina – Unisul

Case: A estratégia de alavancagem da pós-graduação lato sensu

 

Categoria Top Empresa Jovem

Exact Sales

Case: Exact – de R$0 a R$3 milhões em apenas 9 meses

Comentários

comments

Confira os principais destaques da coluna desta sexta-feira

23 de outubro de 2015 0

TORNEIRAS FECHADAS
Em reunião com o grupo de especialistas da Secretaria da Fazenda e com o titular da pasta, Antonio Gavazzoni, o governador disse que, apesar de o Estado estar conseguindo manter o equilíbrio fiscal, é hora de “fechar as torneiras”. Isto porque a economia nacional continua em recessão.

AQUISIÇÕES
O dólar alto tornou empresas brasileiras mais atrativas para grupos estrangeiros. Isso facilita o negócio da Maeri Consulting, de São Paulo, fundada pelo suíço Antonio Mariconda, especializada na venda de empresas. A filial da Maeri em SC, na qual atuam Bernardo Prisco Paraíso e Raphael Schmbeck Luz, negocia a venda de duas empresas do Estado para grupos europeus. A Maeri foca companhias com receita bruta entre R$ 30 milhões e R$ 350 milhões.

SOFTWARE
A Betha Sistemas, de Criciúma, disponibilizou a estudantes da disciplina de contabilidade pública da Universidade do Oeste de SC(Unoesc) os sistemas de Contabilidade e Planejamento para fins acadêmicos. O convênio visa integrar teoria e prática.
Leia as últimas notícias

Comentários

comments

Energia limpa em alta

23 de outubro de 2015 0

00b39bff

Entre as poucas empresas que crescem de vento em popa nesta fase de crise está a Quantum Engenharia, de Florianópolis. A companhia, presidida pelo engenheiro Gilberto Viera Filho, deve fechar 2015 com receita 60% maior frente a 2014.

Entre os projetos realizados pela empresa estão as centrais fotovoltaicas Fontes I e II, no município de Tacaratu, no sertão de Pernambuco, que serão inauguradas este mês. Elas integram o Complexo Fontes, que também tem o parque eólico Fonte dos Ventos. O Complexo gera 340 GW/hora/ano, o suficiente para atender 250 mil residências. A Quantum acaba de completar 25 anos.

Em SC, instalou as iluminações das pontes Anita Garibaldi, de Laguna, e Colombo Salles e Pedro Ivo, em Florianópolis.

Leia as últimas notícias

 

Comentários

comments

Perdas agrícolas com chuvas podem chegar a 20% em áreas atingidas

23 de outubro de 2015 0

Apreensão é o sentimento que predomina entre os agricultores catarinenses diante de chuvas, ganizo e outros problemas climáticos no Estado, causados pelo El Niño. Ontem, o Alto Vale do Itajaí registrou intensas chuvas e o Meio-Oeste e a serra enfrentaram granizo. Luiz Hessmann, presidente da Epagri, Empresa de Pesquisa Agrícola e Extensão Rural do Estado, estimou que as perdas de produção podem chegar até a 20% nas áreas afetadas. No Vale, os danos são para as culturas de cebola, em fase de colheita, e arroz irrigado.

Nas outras regiões, maçã e uva sofrem mais. O presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Maçãs (ABPM), Pierre Nícolas Pérès, afirma que haverá perda na produção, mas ainda não dá para estimar quanto. Segundo ele, a queda de granizo assusta. Em alguns locais, chega a ter pedras do tamanho de um ovo de galinha. O diretor executivo da ABPM, Moisés Albuquerque observa que os danos no Planalto Serrano preocupam mais porque lá está a maior produção de maçã do país. Só São Joaquim produz 13 mil hectares. De acordo com o presidente da Epagri, os municípios de Alfredo Wagner, Ituporanga, Petrolândia e Imbuia respondem por 60% da produção catarinense de cebola. Da oferta brasileira, 34% é catarinense por isso os danos das chuvas podem impactar nos preços que hoje estão abaixo do custo de produção. Lavouras de arroz estão submersas. Se as águas ficarem altas por 48 horas, haverá perdas, diz Hessmann.

Hora de cobrir pomares

Para o presidente da Associação Brasileira dos Produtores de Maçã,  Pierre Nícolas Pérès, uma alternativa que precisa ser melhor avaliada pelos produtores da fruta e o investimento em cobertura para pomares. Segundo ele, o custo por hectare é o mesmo do plantio, cerca de R$ 40 mil. Mas dura 10 anos ou mais e protege totalmente a produção do granizo. Como os problemas de clima são frequentes em SC, a cobertura pode ser uma alternativa. No caso da produção de uvas, cerca de 40% dos parreirais já são protegidos.

Comentários

comments

Uniasselvi, do Vale do Itajaí, é comprada por R$ 1,1 bilhão

22 de outubro de 2015 1

O grupo Kroton vendeu a Uniasselvi, faculdade do Vale do Itajaí, por R$ 1,1 bilhão para o fundo Carlyle e a Vinci, segundo informou o colunista Lauro Jardin no site do jornal O Globo. A venda foi exigência do Cade, controlador da concorrência no país, em função da fusão da Kroton com a Anhanguera, formando o maior grupo privado de educação do mundo em abril de 2013. Entrei em contato com a sede da Uniassilvi, em Indaial, mas servidores da instituição informaram que ainda não tinham recebido a comunicação sobre a mudança de dono.

A Uniassilvi foi adquirida pela Kroton em 2012 por R$ 510 milhões.O valor pago agora é 115% superior ao de três anos atrás. Os campi da instituição estão baseados em Blumenau (duas), Indaial, Brusque, Timbó, Rio do Sul e Guaramirim. Na época, tinha 86,2 mil alunos, sendo 73,7 mil em ensino a distância de graduação e pós-graduação e 12,5 mil de ensino superior presencial.

Comentários

comments

Confira os principais destaques da coluna desta quinta-feira

22 de outubro de 2015 0

SIMPLES

O presidente do Conselho Regional de Contabilidade, Adilson Cordeiro, está mobilizando entidades empresariais contra o projeto do Simples. Diz que o que estava sendo propagado como interessante é um perigo: as faixas da tabela foram aglutinadas e há saltos nos percentuais da carga tributária. Uma empresa que tem receita de R$ 1,2 milhão por ano paga 12,54% e ao mudar de faixa já passa a arrecadar 17%. Antes da mudança da Lei do Supersimples essa alteração era gradual, ou seja, permitia um crescimento planejado da empresa.

GÊNERO E RAÇA

Pela quinta vez consecutiva, a Eletrosul conquistou o Selo Pró-Equidade de Gênero e Raça, uma iniciativa da Secretaria de Políticas para as Mulheres, agora no novo Ministério das Mulheres.

TELEFONIA

Até o final deste mês, a Vogel Telecom concluirá a primeira fase da instalação de sua unidade em Santa Catarina. Com atuação em todo o país, vai estrear na Grande Florianópolis com foco em internet para empresas. A primeira unidade é em Palhoça.

ÚLTIMOS DIAS NA OKTOBER

A maior festa alemã das Américas vai até domingo na Vila Germânica, em Blumenau. O prefeito Napoleão Bernardes destaca que o evento deste ano já reuniu mais de 298.114 pessoas. Além da alegria, a festa impulsiona a economia regional.

PODEROSA

A Associação Comercial e Industrial de Chapecó contratou a poderosa empresária Maria Antônia, de SP, agora proprietária da Enterprise Feiras & Eventos, para coordenar o esforço de venda da Mercoagro. A partir de agora, a associação vai liderar a gestão da feira. Em setembro de 2016, a 11ª edição representará 22 anos do evento, que acontece a cada dois anos.

RUMO A R$ 1 BILHÃO

O Grupo Nexxera, de Florianópolis, líder nacional em transações eletrônicas, desde a sua fundação, na década de 90, cresce ao menos 22% ao ano. Hoje, quase um milhão de empresas utilizam seus serviços. Em 2014, obteve faturamento de R$ 60 milhões. Este ano, estima obter de perto do dobro, R$ 120 milhões, com potencial para faturar R$ 1 bilhão em R$ 2018.

COM ACELERAÇÃO

Devido à grande procura de interessados em participar dessa receita bem-sucedida, a Nexxera nomeou o banco BTG Pactual para analisar a aceleração do seu crescimento com a participação de investidores e alcançar a meta de R$ 1 bilhão. O presidente do grupo, Edson Silva, adota estratégia do Vale do Silício para chegar lá.

Leia as últimas notícias

Comentários

comments

Negócio da beleza

22 de outubro de 2015 0
Alaor Neto , divulgação

Alaor Neto , divulgação

Como as brasileiras fazem questão de cuidar da aparência, mesmo em tempos de crise, a especialista em designer de sobrancelhas Marcela Vilas Boas (foto), de Florianópolis, decidiu abrir negócio na área. O sucesso no atendimento a domicílio motivou a abertura do Espaço VIP sobrancelhas, no bairro Estreito. O atendimento é só para mulheres. Vale observar que setores de cosméticos e higiene registram crescimento médio de 10% no Brasil há duas décadas.

Leia as últimas notícias

 

Comentários

comments

SC tem mais infraestrutura para a temporada de verão

22 de outubro de 2015 0

Além da conjuntura econômica que colabora para que Santa Catarina estime a atração de 8 milhões de visitantes para a próxima temporada, 30% a mais do que os 6,5 milhões da anterior, há investimentos em infraestrutura e serviços que vão facilitar a vida de quem virá ao Estado. A nova âncora ao setor é a ponte Anita Garibaldi, em Laguna, que abriu os caminhos para os gaúchos e hermanos virem de carro via BR-101 Sul. Há, também, outras iniciativas públicas e privadas.

O secretário de Estado de Turismo, Cultura e Esporte, Filipe Mello, teve a confirmação, ontem, de um novo voo diário da Gol Linhas Aéreas de São Paulo a Florianópolis com saída do aeroporto de Congonhas às 13h45 e retorno imediato, a partir do próximo domingo (25). A decisão da empresa foi em função da confirmação de maior fluxo de turistas já registrado por agências de viagens.

Conforme Mello, a secretaria vai contratar 22 profissionais fluentes em espanhol e inglês para atender nos postos de serviços do Aeroporto Hercílio Luz, estação rodoviária de Florianópolis e em Dionísio Cerqueira.Também estão sendo treinados 350 profissionais nas atividades de recepcionistas, camareiras e garçons.

São iniciativas que, junto com outros investimentos nas áreas de energia, água e segurança, vão melhorar o atendimento aos milhares de turistas que visitarão o Estado no período entre 15 de dezembro e 15 de fevereiro. Cerca de 35% virão do exterior, prevê a secretaria de Turismo.

É claro que considerando o que Santa Catarina merece, existem ainda muitos obstáculos, mas pelo menos alguma coisa vem sendo feita.

Leia as últimas notícias

Comentários

comments

CEO da Porsche Consulting fala em reunião do Lide e do Grupo Guga Kuerten

22 de outubro de 2015 0

Pela segunda vez, o Lide Santa Catarina e o Grupo Guga Kuerten recebem o executivo alemão Rüdiger Leutz, CEO da Porsche Consulting Brasil. Ele fará palestra hoje à tarde, às 14h, no Centro Empresarial Aldo Kuerten, bairro Trindade, Florianópolis, sobre A excelência da cadeia de valor integrada à construção civil.O foco é a alta qualidade. No ano passado, ele fez palestra com os mesmos parceiros, quando falou sobre Lean Production, o modelo Toyota de produção.

Comentários

comments

Greve dos bancários leva clientes para cooperativas de crédito

21 de outubro de 2015 0

Desde quando a automação tomou conta do sistema financeiro, as greves dos bancários não param mais o país. Mesmo assim, a atual, que dura 16 dias, causa transtorno a muitas pessoas e motiva a migração bancária. Na região do Médio Vale do Itajaí, aposentados e outros correntistas estão deixando bancos tradicionais e se aderindo a cooperativas de crédito. A mudança permite receber aposentadoria ou pensão normalmente dentro do prazo. Entre as vantagens estão os custos mais baixos dos serviços financeiros e o atendimento durante o dia todo, já que as agências de cooperativas abrem às 8h. Como para ser cliente é preciso ser associado, o atendimento também é mais personalizado.

Para aguardar

O INSS recomenda aos aposentados esperar o fim da greve. Diz que nenhum benefício será interrompido por causa da chamada “fé de vida” enquanto durar o movimento. Quem explica é a  Associação Brasileira de Benefícios aos Aposentados Pensionistas e Servidores Públicos (ASBAP). 

 

Comentários

comments

Aurora adquire empresa Cocari e outros destaques desta quarta-feira

21 de outubro de 2015 0

AURORA
O governador Raimundo Colombo assinou ontem, em Chapecó, contrato do BRDE de R$ 150 milhões para a Aurora adquirir a paranaense Cocari. O presidente do BRDE, Neuto De Conto, e o da Aurora, Mário Lanznaster também assinaram.

LIKE THE FUTURE
O Lide SC e a Neoway, líder em soluções como Big Data e Data Science, realizam o Like The Future, que marcará o lançamento do Lide Futuro SC, liderado por Pedro de Paula, diretor da Neoway. O evento, dia 28, às 19h, na Acate Primavera, terá palestra dos empresários Kevin Efrusy, sócio do Accel Partners, do Vale do Silício; e Eric Acher, co-fundador do fundo Monashees Capital.

PRÉVIA DO PIB ESTADUAL SOBE
O Índice de Atividade Econômica Regional (IBCR-SC) teve alta de 0,64% em agosto frente ao mês anterior, julho. Mas em relação ao mesmo mês do ano passado, teve queda de 2,53%. Os dois números são melhores que os do Brasil: -0,76% e -4,47% respectivamente. Mas não dá para festejar porque a recessão do país é uma das mais profundas da história. Previsões já são de -3% do PIB em 2015 e -2% em 2016.

MENSAGEM DO PAPAI NOEL
Entre as agradáveis surpresas do Seminário Internacional de Educação, ontem, na Fiesc, uma mensagem natalina da Finlândia. A PhD em Educação do país, Essi Ryymin, antes de iniciar sua palestra, disse que começa a nevar na Lapônia tinha uma mensagem.

– O Papi Noel mandou saudações e informou que virá e trará muitos presentes para vocês este ano – afirmou, bem-humorada.

À tarde, Ryymin já havia registrado na sua conta de Twitter a sua participação no evento em Santa Catarina.

–Today I had a great honor 2 contribute 2 Int. Conference off #Education @FIESC #BRA & share experiences off #Finland – escreveu, junto com uma foto do seminário no Brasil.

Leia as últimas notícias

Comentários

comments

Educação de alta qualidade é saída para o país no longo prazo

21 de outubro de 2015 1
Foto: Heraldo Carnieri, divulgação

Foto: Heraldo Carnieri, divulgação

Desenvolvimento econômico, riqueza e alta qualidade da educação andam lado a lado. O Brasil só conseguirá estabilidade consistente na economia e maior renda média se alcançar, na educação, padrão semelhante aos países de ponta. O modelo de ensino não precisa ser idêntico e nem é necessário muito dinheiro. Vale a eficácia, o resultado. Isso tudo ficou claro no terceiro Seminário Internacional de Educação, ontem (20), que reuniu especialistas do Brasil, Finlândia, EUA e China na Federação das Indústrias do Estado (Fiesc), em mais uma ação do Movimento a Indústria pela Educação.

Ao abrir o evento, o presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, falou da importância da atenção ao ensino cedo. Citou estudo do Prêmio Nobel em economia James Heckman de que o investimento tardio na educação custa 60% mais caro. Adiantou que este ano o Movimento incluiu a participação dos jovens e, no ano que vem, focará a gestão escolar. Primeiro palestrante, o professor da Fundação Getúlio Vargas, Roberto Castello Branco alertou que a melhoria da produtividade, um dos grandes gargalos da economia brasileira, depende do avanço da qualidade da educação. Disse também que os serviços pesam cada vez mais no PIB e requerem profissionais mais preparados.

A PhD Essi Ryymin informou que seu país, a Finlândia, que tem a melhor educação da Europa e uma das melhores do mundo, têm uma grade curricular mais livre, focada em eficiência no aprendizado. Isso colocou o país no topo dos países mais inovadores do mundo. O evento teve palestras, também, sobre os modelos de educação de Xangai, na China, e do Vale do Silício, que se destacam pela qualidade.

Dois convênios foram assinados durante o seminário. Um com o Google, para professores do Sesi e Senai usarem a plataforma educacional da rede social. Outro foi da Fiesc com a MindLab, instituição voltada ao desenvolvimento de tecnologias educacionais, que beneficiará 45 mil alunos do Estado e tem parceria da Secretaria Estadual de Educação e da Fundação Maurício Sirotsky Sobrinho. Na foto, o presidente Côrte (E), com o diretor do Google for Education Rodrigo Pimentel, mais o superintendente do IEL/SC, Natalino Uggione (D) e o superintendente do Sesi/SC, Fabrizio Machado Pereira (aos fundos) durante a assinatura da parceria. 

Quem falou sobre o avanço chinês na educação foi Tiejun Gu, diretor do Confucius Institute. Destacou a reforma dos anos de 1970 que passou a exigir, no mínimo, nove anos de estudo e, a partir do ano passado, o investimento de 4,15% do PIB em educação, que atendeu 138 milhões de alunos e 9 milhões de professores.  James Ito-Adler, presidente do Cambridge Institute  for Brazilian Studies, recomendou ao Brasil a ampliação de infraestrutura de pesquisas e internacionalização de projetos em universidades.

Leia as últimas notícias

Comentários

comments

Grupo Nexxera rumo a faturamento de R$ 1 bilhão

21 de outubro de 2015 0

O Grupo Nexxera, de Florianópolis, líder nacional em transações eletrônicas, tem uma história de sucesso. Desde sua fundação, no início da década de 90, cresce ao menos 22% ao ano. Hoje, quase um milhão de empresas já utilizam seus serviços (986 mil CNPJs em última contagem feita em agosto deste ano). No ano passado, obteve faturamento de R$ 60 milhões, mas para este ano projeta perto do dobro. Estima encerrar o período com cifra entre R$ 105 milhões e R$120 milhões de receita bruta total, passando longe da recessão e com potencial para faturar R$ 1 bilhão em R$ 2018.

Por isso, devido à grande procura de interessados em participar desta receita bem-sucedida, a Nexxera nomeou o banco BTG Pactual para analisar a aceleração do seu crescimento com a participação de investidores e alcançar a meta de R$ 1 bilhão. Tal façanha não é impossível. O presidente do grupo, Edson Silva, explica que há um planejamento focado nisto.
- Utilizamos a estratégia do Vale do Silício, que é criar uma grande base de dados (clientes) e, posteriormente, fazê-la rentável – afirmou.
Pelo sólido histórico do Grupo e pelo forte mercado no qual está inserido – o de tecnologia para o mercado financeiro –  é muito provável que atingirá a meta.

Leia as últimas notícias

Comentários

comments