Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "jaraguá do sul"

WEG abre nova fábrica em São Paulo

08 de outubro de 2015 0
WEG, divulgação

WEG, divulgação

Com capacidade para produzir mais de 1,3 milhão de litros de tintas industrias por ano, a multinacional Weg, de Jaraguá do Sul, inaugura fábrica em Mauá, São Paulo, este mês. Os produtos serão para os segmentos de repintura automotiva, autopeças, frota, rodas, vidros, espelhos outros itens. A unidade é sustentável. Tem itens como sistema de captação de água de chuva, controle de emissões atmosféricas e outras práticas de prevenção de poluição ao meio ambiente.

Para inspirar

Eggon: o homem motivado por uma ideia. Este é o tema da exposição que o Museu WEG de Ciência e Tecnologia abre dia 13, em que mostra documentos, fotos de família e objetos pessoais que ajudam a contar a trajetória profissional de Eggon João da Silva (foto) principal empreendedor do gigante grupo WEG, de Jaraguá do Sul, que faleceu dia 13 de setembro. A mostra vai até 14 de novembro.

Leia as últimas notícias

Oferta de profissionais com necessidades especiais é menor que a estimada, revela pesquisa

18 de setembro de 2015 0

Ampla pesquisa realizada pelo Sistema da Federação das Indústrias de Santa Catarina (Fiesc) em Jaraguá do Sul sinalizou que a oferta de trabalhadores portadores de necessidades especiais no mercado, qualificados e dispostos a trabalhar, é infinitamente menor do que o total previsto pela legislação brasileira, que é de 12%.

O estudo apurou que há 0,80% de pessoas especiais disponíveis no mercado do município, informou o assessor jurídico da federação, Carlos Kurtz, na reunião da diretoria da Fiesc desta sexta-feira. Segundo ele, isso pode ser referência para encaminhar pesquisas e mudar a exigência atual de empregos para portadores de necessidades especiais no Brasil. O vice-presidente da Fiesc na região do Vale do Itapocu Célio Bayer disse que o levantamento foi realizado porque as indústrias da região estavam sendo autuadas por não estarem cumprindo as cotas de 12% de profissionais com necessidades especiais. A conclusão foi que não havia todos esses profissionais no mercado.

Leia as últimas notícias

Werner Voigt, um dos três fundadores da WEG, está hospitalizado

17 de setembro de 2015 0

Industrial Werner Voigt, um dos três fundadores da WEG, sofreu fortes emoções com a morte do sócio e amigo Eggon João da Silva no domingo (13). Provavelmente por isso, teve um AVC de gravidade média na madrugada de terça-feira (15) e foi internado no Hospital São José, de Jaraguá do Sul, onde reside. A família preferiu não falar sobre a saúde do paciente, mas o médico Vicente Caropreso informou para o jornal A Notícia sobre o AVC. Segundo o médico, Voigt, que já teve outros acidentes vasculares, chegou a ser internado na UTI e, depois, ficou internado em observação.

Werner Voigt é o único do trio fundador  do grupo  ainda vivo. Geraldo Werninghaus faleceu em 1999, num acidente automotivo em Corupá. As iniciais dos nomes dos três formam a marca WEG, que, em alemão, significa caminho.

Leia as últimas notícias

 

SC e o Brasil perdem um industrial extraordinário

14 de setembro de 2015 0
WEG, Divulgação

WEG, Divulgação

Eggon João da Silva (C), mentor da mais admirada multinacional catarinense, a WEG, e articulador da recuperação da Perdigão em 1993, hoje a BRF, foi um empreendedor extraordinário. O desenvolvimento do grupo que fundou, a WEG, uma das gigantes mundiais de equipamentos para o setor elétrico, o colocou no seleto grupo de lenda empresarial, brilhante, admirado dentro e fora do Brasil. Jaraguá do Sul e região têm o maior orgulho dele e da transformação que proporcionou para a região com seu modelo de gestão, inteligência e disciplina, melhorando a renda e a qualidade de vida da cidade, do Estado, do país e de mais de uma centena de países onde a WEG e a BRF atuam ou vendem seus produtos. Hoje, a companhia emprega 31 mil pessoas, das quais 15 mil em Jaraguá. Estima-se que cerca de 30% do movimento econômico do município esteja ligado diretamente ou indiretamente à WEG.

As lições que aprendi com o empresário Eggon da Silva
Um adeus em sintonia com a vida de Eggon, sócio da WEG
Para sócio Werner Voigt, honestidade era principal marca de Eggon da Silva

O grupo que fundou com os sócios Werner Voigt (E) e Geraldo Werninghaus (D) – Eggon é o E da marca WEG – se tornou também um dos mais inovadores do Brasil.

Santa Catarina fica menor sem o líder inspirador, mas ele vai com missão mais do que cumprida, deixando um legado muito além da WEG e BRF. Foi conselheiro e comprou a Oxford Porcelanas, foi conselheiro da Marisol, da Tigre e de muitas outras empresas para as quais orientava voluntariamente para que encontrassem o rumo do desenvolvimento.

Senador Paulo Bauer destaca pioneirismo do empreendedor

Um adeus à altura
As homenagens de despedida para Eggon foram em sintonia com a sua vida. Muito amor da família e dos amigos, reconhecimento de lideranças. Uma orquestra acompanhou toda a solenidade, desde o velório na Recreativa WEG até o cemitério, no centro de Jaraguá do Sul.

Desde menino ele sempre gostou de música, de praticar esportes – foi jogador dos três times de Jaraguá e atleta olímpico –, de dançar e de uma roda de amigos. Seu sucesso nos negócios tem muito a ver com a sólida formação familiar. Com pai de origem portuguesa e mãe descendente de imigrantes húngaros e alemães, ele herdou a disciplina alemã e características de outras culturas. Fez o ensino fundamental incompleto porque era o que tinha em Jaraguá na época. Mas foi muito além como autodidata. Lia livros e notícias de economia, o que o tornou um grande estrategista nos negócios.

“A WEG foi uma escola para muita gente”

Foto: WEG, Divulgação

Foto: WEG, Divulgação

Parábola dos talentos
Muito emocionado com a perda do pai, Décio da Silva, ex-presidente da WEG e presidente do conselho da empresa, me contou que o Sr. Eggon, católico praticante, gostava muito da parábola bíblica dos talentos. Décio conta que o pai sempre estava pronto para dar conselhos a outros empresários, o que considerava multiplicação dos seus talentos.

Na foto, Décio, que é apontado como sucessor do pai, discursa durante a reinauguração do Museu WEG, dia 16 de setembro do ano passado, quando a empresa completou 53 anos.

Honestidade
Companheiro de Eggon desde a função da WEG, há quase 54 anos, o sócio fundador Werner Voigt disse ontem que uma das características principais do colega era a honestidade. Werner trabalhava na empresa ao mesmo tempo, mas em áreas diferentes. Eggon era administrador e ele, eletricista.

Reconhecimento
Presente no velório, o governador Raimundo Colombo afirmou que Eggon João da Silva tinha uma grande capacidade de liderança e que sua morte é uma perda para SC e o Brasil. Também em Jaraguá, o presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, disse que uma das marcas do empresário foi sua visão sobre a importância das pessoas, sobre o valor das equipes nas empresas.

Colombo destaca a liderança de Eggon

Legado de união
Coordenadora do grupo de família da holding da WEG, a WPA, Márcia da Silva Petry, filha de Eggon, afirmou que um dos principais legados do seu pai foi a união da família, o que também ocorreu com os fundadores. Ele tinha sempre o cuidado de fazer o máximo de investimento em conjunto entre os três sócios. Um desses projetos foi a compra da Oxford Porcelanas, de São Bento do Sul.

Empresa no céu
Entre as curiosidades do velório, uma contada pela nora do empresário, Denise da Silva, merece registro.

– Estão dizendo que, agora, o Sr. Eggon vai se reunir no céu com o outro fundador da WEG, o Geraldo Werninghaus (que faleceu de acidente de carro em 1999), tomar umas cachacinhas e vão fundar uma empresa por lá – contou.

As lições que aprendi com o empresário Eggon da Silva

13 de setembro de 2015 0

eggon

Como jornalista, entrevistei Eggon João da Silva diversas vezes nos últimos 25 anos. Entre as dezenas de lições que aprendi, eu gosto de registrar duas que ele recomenda para que uma empresa tenha sucesso: “fazer produtos de qualidade e cumprir o prometido. Numa entrevista mais longa, em 2004, que está no meu livro A visão da Indústria, o empresário disse que quando os três fundaram a WEG, em 16 de setembro de 1961, ele não imaginava que a empresa seria esse gigante.

— Tanto que nós começamos num prédio alugado. Mais tarde, compramos um terreno para construir a primeira fábrica própria e não escolhemos o maior. Mas sempre pensamos grande. Primeiro, queríamos ser a maior indústria de motores elétricos de Jaraguá do Sul; depois, de SC; mais tarde, a maior do Brasil e, agora, do mundo. Hoje, entro na fábrica e fico estarrecido, até me embarga a voz quando vejo esse monumento, essa força de trabalho que representa a WEG — disse Eggon.

Um adeus em sintonia com a vida de Eggon, sócio da WEG

13 de setembro de 2015 0

As homenagens de despedida para Eggon João da Silva foram em sintonia com a sua vida. Centenas de pessoas se despedem de Eggon João da Silva, um dos fundadores da multinacional Weg. Muito amor da família e dos amigos, reconhecimento de lideranças, aplausos, músicas religiosas e de amizade. Uma orquestra acompanhou toda a solenidade, desde o velório na Recreativa WEG até o cemitério, no Centro de Jaraguá do Sul.

Desde menino ele sempre gostou de música, de praticar esportes – foi jogador dos três times de Jaraguá e atleta olímpico -, de dançar e de uma roda de amigos. Seu sucesso nos negócios tem muito a ver com a sólida formação familiar. Com pai de origem portuguesa e mãe descendente de imigrantes húngaros e alemães, ele herdou a disciplina alemã e características de outras culturas. Fez o ensino fundamental incompleto porque era o que tinha em Jaraguá na época. Mas foi muito além como autodidata. Lia livros e notícias de economia, o que o tornou um grande estrategista nos negócios.

“Empresa no céu”
Entre as curiosidades do velório, uma contada pela nora do empresário, Denise da Silva, merece registro.
- Estão dizendo que, agora, o Sr. Eggon vai se reunir no Céu com o outro fundador da WEG, o Geraldo Werninghaus
(que faleceu de acidente de carro em 1999), tomar umas cachacinhas e vão fundar uma empresa por lá – contou.
Apreciador de cachaça, o empresário mandava produzir com sua marca e presenteava amigos e familiares. Esse legado ele passou para a Denise.

Para sócio Werner Voigt, honestidade era principal marca de Eggon da Silva

13 de setembro de 2015 0

werner

Companheiro de Eggon João da Silva desde a função da WEG, há quase 54 anos, o sócio fundador Werner Voigt disse ontem que uma das características principais do colega era a honestidade. Era uma pessoa totalmente confiável. Werner trabalhava na empresa ao mesmo tempo, mas em áreas diferentes. Eggon era administrador e ele, eletricista.

Centenas de pessoas se despedem de Eggon João da Silva, um dos fundadores da multinacional Weg
Werner Voigt se despede de sócio em Jaraguá do Sul

Apesar da crise nacional, SC não deve ter recessão este ano

28 de agosto de 2015 0

Apesar da crise nacional, o tráfego é intenso na maioria das rodovias de Santa Catarina. Enfrentei quinta-feira (27) trânsito lento, com muitos caminhões, em viagem a Blumenau e Jaraguá do Sul. Esse movimento mostra que a projeção de que o Estado não terá recessão este ano deverá se confirmar – ao contrário do Brasil, que passa por um período difícil.

PIB cai 1,9% e Brasil entra em recessão técnica

Armínio Fraga: é preciso mudar modelo econômico

28 de agosto de 2015 0

Diante da crise econômica e incertezas, o economista Armínio Fraga, que foi presidente do Banco Central do Brasil durante o segundo mandato do presidente Fernando Henrique Cardoso, afirmou quinta-feira, em Jaraguá do Sul, que a saída para o país é mudar o modelo econômico e que isso está nas mãos dos políticos. Afirmou que o desemprego é dramático e o que mais machuca as pessoas.

- Vejo a economia passando por um momento muito difícil. No fundo, tem a ver com decisões que foram tomadas não agora, mas ao longo dos últimos oito ou nove anos. É um quadro que inclui desafios macroeconômicos, como inflação, taxa de investimentos, taxa de juros, desemprego crescente. Algo mais específico como a confusão que é o nosso sistema tributário, as dificuldades ligadas a infraestrutura do país, custo de capital, questões trabalhistas. E temas setoriais. É uma agenda que, a meu ver, requer um tratamento grande e de natureza quase emergencial – disse.

Segundo ele, é preciso que isso ocorra com uma visão clara para dar confiança no futuro.

Não é possível recuperar a confiança no futuro sem uma mudança de modelo corrigindo o que mencionou acima, o que chamam de nova matriz econômica.

Para Fraga, o desemprego é dramático e é o que mais machuca as pessoas, não só aquelas que perdem emprego, mas a expectativa de perda de emprego é terrível para quem trabalha e tem família.

– Infelizmente, temo que o desemprego dê sinais de que vai aumentar. É mais um sinal de que é preciso atacar essas questões (da economia) – comentou.

O ex-presidente do Banco Central também criticou a proposta de volta da CPMF.

– Eu tenho horror à CPMF. Acho um péssimo imposto, distorsivo, regressivo. Dá a impressão de que as pessoas não sentem, mas todo mundo sente. É um imposto de emergência, que precisa ser evitado a todo custo – disse.

Leia as últimas notícias

Sharpspring chega no Brasil e outros destaques desta terça-feira

18 de agosto de 2015 0

Por Julia Pitthan*

Digital

Gigante mundial de automação de marketing, a Sharpspring, presente em 23 países, entra no mercado nacional em parceria com a catarinense Volo Digital, de Jaraguá do Sul. Para marcar a data, o diretor de marketing global da startup norte-americana, James Davis, visita o país nos dias 25 e 26 de agosto para palestrar na Expo Fórum de Marketing Digital (Digitalks). O executivo tem no currículo a vice-presidência de comunicação do Grooveshark, um dos pioneiros no serviço de streaming de músicas.

Imóveis

A rede nacional de imobiliárias Netimóveis anuncia a abertura de uma unidade em Criciúma. É a terceira associada da rede em Santa Catarina: a marca já tem atendimento em Florianópolis e São José. A empresa nasceu com a internet, há 20 anos, como um portal imobiliário. Nesta terça-feira (18), a rede conta com mais de 100 agências e 2,5 mil corretores em mais de 15 cidades do país.

CURTAS:

Startups

O Prêmio Top de Marketing e Vendas da Associação dos Dirigentes de Vendas e Marketing de Santa Catarina (ADVB/SC) vai reconhecer pela primeira vez a Top Empresa Jovem. A intenção é valorizar startups. As inscrições para a premiação se encerram hoje no site.

Valeu

A titular da coluna, Estela Benetti, retorna neta quarta-feira (19) de férias. Um muito obrigada aos leitores, empresários e colegas pela parceria neste período.

* A colunista Estela Benetti está em férias até dia 19 de agosto, neste período a jornalista Julia Pitthan assume como interina.

Lei as últimas notícias

Destaque para o potencial de Jaraguá do Sul e outras notícias desta segunda-feira

17 de agosto de 2015 0

Por Julia Pitthan*

Jaraguá em destaque
Reportagem do jornal Estadão destacou o potencial de crescimento de Jaraguá do Sul, neste fim de semana. O material afirma, a partir de pesquisa da Mckinsey, que os novos motores de crescimento do Brasil são as cidades do interior, com bolsões de consumo e potencial de crescimento de 1% a 3% até 2024. O texto destaca o importante papel da Weg no desenvolvimento da cidade e a atração de eventos esportivos, como o UFC, Liga Mundial de Vôlei e Nacional de Futsal, também foram citados.

Norte de SC é um dos principais vetores de crescimento do Brasil até 2025

Energia
A Associação Catarinense de Supermercados (Acats) lança na quarta-feira, em Criciúma, o Programa de Eficiência Energética para a rede no Estado.

Honda
A nova concessionária da Honda na Grande Florianópolis abre as portas nesta segunda-feira. O ponto de vendas com showroom vai funcionar na SC-401,número 1.953, na Capital.

Leia as últimas notícias

* A colunista Estela Benetti está em férias até dia 19 de agosto, neste período a jornalista Julia Pitthan assume como interina.

Portal Monitora Fiesc visa transparência à evolução das obras do governo federal em SC

30 de junho de 2015 0

Para dar transparência à evolução das obras de infraestrutura do governo federal em SC, foi lançado o portal Monitora Fiesc. Segundo o primeiro-vice-presidente da entidade, Mario Cezar Aguiar, serão mostrados todos os dados importantes de cada projeto.

Ferrovias
Para o setor privado, SC precisa mesmo da ferrovia Norte-Sul para trazer grãos. E o prefeito de Jaraguá do Sul, Dieter Jansen cobrou ontem no evento o contorno ferroviário da cidade.

Leia as últimas notícias sobre Obras

Incubadora para Microempreendedores Individuais

18 de setembro de 2014 0

Jaraguá do Sul é a primeira cidade do Brasil a criar uma incubadora para Microempreendedores Individuais (MEI). A iniciativa resultou de parceria entre a prefeitura e o Sebrae/SC vai facilitar a formalização desses negócios.

No caminho dos príncipes

26 de agosto de 2014 0
Foto: Saul Oliveira Filho, Ascom-Sol, Divulgação

Foto: Saul Oliveira Filho, Ascom-Sol, Divulgação

Grupo do Conselho Estadual de Turismo aproveitou o fim de semana para fazer reunião e visitar pontos turísticos da região Norte do Estado, denominada Caminho dos Príncipes, em função da influência do nobre francês que nominou Joinville. No roteiro, as imagens da Via Sacra da Igreja Puríssimo Coração de Maria, em São Bento do Sul, edificada em 1907 e tombada pelo patrimônio histórico. A escadaria da igreja tem painéis de azulejo com imagens sacras pintadas à mão. O roteiro incluiu também Joinville, Jaraguá do Sul, Campo Alegre e São Francisco do Sul.

Inovação e futuro

21 de agosto de 2014 0

Um dos projetos que mais animam no Estado é o dos 12 distritos de inovação. O prefeito de Jaraguá do Sul, Dieter Janssen, conseguiu doar o terreno e já está construindo o prédio com investimento de R$ 5 milhões. O secretário de Desenvolvimento de Joaçaba, Jorge Pohl, informa que o distrito do município também está em construção.

Agência surpreende em outdoor de homenagem ao aniversário de Jaraguá do Sul

25 de julho de 2014 0

A agência CMC conseguiu surpreender os jaraguaenses para o aniversário de 138 anos da cidade, completados hoje. Criou um outdoor espelho para a Vêmais, que atua com mídia externa.  A frase da campanha valoriza a população do município:“Você está vendo o que Jaraguá do Sul tem de melhor. Parabéns”.

Foto: CMC / Divulgação

Foto: CMC / Divulgação