Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "pesquisa"

Professor Gargioni recebe o título de doutor honoris causa da Udesc

26 de agosto de 2015 0
Foto: Rodrigo Brüning Schmitt, Ascom Udesc, Divulgação

Foto: Rodrigo Brüning Schmitt, Ascom Udesc, Divulgação

Com extensa trajetória de serviços prestados em favor da formação superior, pesquisa, inovação e desenvolvimento econômico para Santa Catarina e para o Brasil, o professor Sergio Luiz Gargioni, presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (Fapesc) e do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), recebeu nesta quarta-feira (26) o título de doutor honoris causa, concedido pela Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc). A distinção foi entregue pelo reitor da instituição, professor Antonio Heronaldo de Sousa, em solenidade no final da manhã de hoje, no Museu da Escola Catarinense (Mesc), no Centro de Florianópolis.

Nascido em Lages, Gargioni cursou Engenharia Mecânica na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e logo se tornou professor da instituição onde ministra aulas até hoje. Também atuou no CNPQ, foi superintendente do Sesi/SC e participa de diversos conselhos das áreas de tecnologia e outras. Preside o Conselho de Administração do Centro de Informática e Automação do Estado (Ciasc) e integra os conselhos do Sapiens Parque; Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC); Fundação Escola de Governo (ENA); Serviço Social da Indústria (Sesi) de SC; e Instituto Comunitário da Grande Florianópolis (Icom).
O evento desta quarta-feira (26) foi acompanhado pela esposa do professor, Maria Cacilda, a filha Paula e os seis irmãos. Também participaram autoridades e amigos do homenageado. Alguns vieram de outras regiões do Brasil e até do exterior.

Trajetória

Sergio Luiz Gargioni é professor do Departamento de Engenharia Mecânica da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), onde fez graduação, e tem Mestrado em Engenharia Mecânica pela Universidade de Illinois, dos Estados Unidos, e MBA Executivo em Administração de Negócios pelo Instituto IMD Lausanne, da Suíça.

Deu aulas também na Universidade de Brasília (UnB) no período em que foi superintendente de Desenvolvimento Industrial e Infraestrutura e secretário de Órgãos Colegiados do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e secretário-executivo do Conselho Nacional de Pós-Graduação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes).

Conduzindo a Fapesc e o Confap pela segunda vez, Gargioni integra o Comitê Executivo do Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), o Conselho Deliberativo do CNPq e o Conselho Consultivo da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep).

 Leia as últimas notícias

Maioria dos brasileiros não vincula felicidade com ter mais dinheiro

30 de julho de 2015 0

Nem em período de crise os brasileiros vinculam felicidade com o fato de ter mais dinheiro. Pesquisa feita pelo SPC Brasil apurou que para 69% das pessoas residentes nas capitais do país e pertencentes às classes A e B, felicidade tem mais a ver com passar mais tempo em família do que contar com um salário melhor. Incluindo todos os pesquisados – as demais faixas de renda – 34% preferem mais tempo com a família.

O levantamento, denominado Consumo como alcance da felicidade, apurou ainda que 51% preferem viajar do que consumir mais e 16% gostariam de ter uma saúde de ferro. Não surpreendeu também o fato de 63% dos pesquisados darem nota acima de 8 numa faixa de 1 a 10 para a própria felicidade. Enquanto 85% das pessoas citaram razões de felicidade que não envolvem dinheiro, apenas 5,3% disseram que ficariam mais felizes se pudessem comprar tudo o que têm vontade.Outro dado curioso é que apenas 4,9% disseram que seriam mais felizes se tivessem um amor verdadeiro.

As escolhas dos entrevistados mostrou que o ideal, para a maioria, é uma vida em equilíbrio. Não adianta reunir uma fortuna e não ter tempo para desfrutar de uma rotina mais próxima dos familiares.

Dia das crianças

30 de setembro de 2014 0

As famílias de Florianópolis são as que mais vão gastar para o Dia das Crianças. O valor previsto de R$ 207,18 é R$ 60,97 maior do que o registrado em 2013. O dado é da pesquisa realizada pela Fecomércio e FCDL/SC nas cidades de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Itajaí, Joinville, Lages e na Capital.

Parceria de empresas com universidades em pesquisas para inovação

19 de setembro de 2014 0

É crescente a procura de empresas por parcerias em pesquisas com universidades, informa a presidente do Conselho Nacional de Fundações de Apoio a Universidades, Suzana Montenegro. Segundo ela, são inúmeras as oportunidades porque as instituições de já têm os pesquisadores preparados e os laboratórios, o que agiliza pesquisas para a inovação. O conselho está reunido em Florianópolis para fazer planejamento estratégico. O anfitrião é Mauro Fiuza, da Fepese.

Lei do bem

02 de setembro de 2014 0

A associação de empresas de tecnologia (Acate) promove nesta terça-feira palestra com o consultor Rafael Levy no Verticalmoço. Ele falará sobre a Lei do Bem, que concede incentivo às empresas para pesquisa e desenvolvimento.

Segundo a Receita Federal, ano passado a renúncia fiscal para inovação somou R$ 7,2 bilhões. Desse valor, R$ 2,2 bilhões pela Lei do Bem.

Multinacional

01 de setembro de 2014 0

A Tupy, de Joinville, foi destaque na lista da Fundação Dom Cabral sobre as empresas brasileiras mais internacionalizadas. A empresa é a 12ª no ranking das 30 mais presentes lá fora. Ficou à frente da Vale, Tigre, WEG e Embraer. O estudo avalia receita, ativos e empregados no exterior.

O presidente da Tupy, Luiz Tarquínio, diz que isso reflete a estratégia de internacionalização da empresa que obteve 72% da receita lá fora com exportações a 40 países e as duas fundições que adquiriu no México em 2012.

COM FRANQUIA
O ranking da Dom Cabral também apura as franquias mais internacionalizadas. A catarinense em maior destaque é a Hering, que aparece em 6º lugar. A primeira é a Localiza.

Turismo da dança

29 de agosto de 2014 0

Evento de turismo cultural, o Festival de Dança de Joinville registrou elevada média diária de gasto por visitante: R$ 349,84. Foram entrevistados pela Fecomércio-SC 1.130 turistas.

Maior cidade de SC, Joinville tem 554.601 habitantes, estima IBGE

28 de agosto de 2014 0

O IBGE divulgou hoje as estimativas para a população brasileira e dos municípios em 2014. O país tem 202.768.562 habitantes. A maior cidade catarinense, Joinville, está com 554.601 habitantes e a maior região metropolitana do Estado é a do Norte-Nordeste, que inclui Joinville e Jaraguá do Sul, com 1.191.558 habitantes. A região metropolitana da Florianópolis tem 1.111.702 habitantes, estimou o instituto. O município menos populoso do Estado é Santiago do Sul, com 1.389 habitantes. Esta estimativa anual é utilizada pelo governo para o repasse de recursos às prefeituras.

Vendas ao Dia dos Pais têm queda de 6,53% no Estado

18 de agosto de 2014 0

A queda do poder aquisitivo está atingindo mais consumidores. Prova disso foi a queda real (descontada a inflação) de 6,53% nas vendas para o Dia dos Pais deste ano frente ao mesmo período do ano passado. Frente ao mês anterior, junho, houve alta de 10,19%. A pesquisa foi realizada em parceria pela Fecomércio-SC e pela FCDL-SC. O preço médio dos presentes ficou em R$ 172,29, um pouco abaixo do ano passado, que alcançou R$ 176,84.

O público da Festa do Pinhão

14 de agosto de 2014 0

A Festa do Pinhão, de junho, em Lages, contou com 96% do público de Santa Catarina, sendo 72% da região. Foi isto que apontou pesquisa da Fecomércio sobre o evento, que apurou gasto médio de R$ 184 por pessoa, contra R$ 144 na edição anterior.

Foto: Roni Rigon, BD, 09/06/2013

Foto: Roni Rigon, BD, 09/06/2013

Fecomércio-SC lança Pesquisa do Mercado Imobiliário de Florianópolis

13 de agosto de 2014 0

A Fecomércio-SC lançou a Pesquisa do Mercado Imobiliário de Florianópolis. Para o presidente da câmara do setor na entidade, Marcelo Brognoli, ela oferece mais segurança para a realização de negócios. A íntegra:

Indústria cobra mais qualidade na educação

08 de agosto de 2014 0

A Federação das Indústrias do Estado (Fiesc) recebe hoje os três principais candidatos ao governo catarinense para apresentarem propostas às prioridades apontadas pelos empresários do setor. A novidade, desta vez, é que uma pesquisa junto aos industriais apontou que eles consideravam como maior entrave ao crescimento, com 46,7% dos votos , a insuficiência de trabalhadores com formação adequada às necessidades das suas empresas.

Como segundo maior entrave, com 42,5%, foi apontada a demora e burocracia do serviço público; e em terceiro, com 41,4%, ficou a insuficiência de incentivos fiscais. O eterno gargalo de infraestrutura foi o quarto entrave mais votado, com 36,4%.

O presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, diz que a preocupação com a formação do trabalhador cresceu porque a maioria das empresas enfrenta esse problema e isso inibe a inovação e a competitividade internacional.

Um fato novo é que a Fiesc vai cobrar compromisso com a redução da carga tributária. Côrte cita o caso da energia elétrica, que tem tributação próxima de 50%, sendo 33% de ICMS. Na Alemanha, a tributação é zero. A federação também vai chamar a atenção dos candidatos sobre a importância da indústria. Quando o setor vai bem, a economia cresce e vice-versa. É que ela tem impacto indireto sobre a maioria dos serviços.

A queda do ritmo econômico do Brasil derrubou as vendas da indústria de SC em 6,2% no mês de junho frente ao mesmo mês de 2013. O setor metalmecânico foi mais atingido agora. Alimentos e madeira cresceram.

Propostas de candidatos para a economia do Estado

08 de agosto de 2014 0

Os candidatos ao governo de SC Cláudio Vignatti, Paulo Bauer e Raimundo Colombo serão sabatinados por industriais hoje, a partir das 10 horas, na Fiesc, em Florianópolis. Uma das prioridades da indústria é a qualificação de trabalhadores, conforme pesquisa feita junto às empresas, que será entregue aos candidatos, com uma série de propostas.