Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "raimundo colombo"

Aurora adquire empresa Cocari e outros destaques desta quarta-feira

21 de outubro de 2015 0

AURORA
O governador Raimundo Colombo assinou ontem, em Chapecó, contrato do BRDE de R$ 150 milhões para a Aurora adquirir a paranaense Cocari. O presidente do BRDE, Neuto De Conto, e o da Aurora, Mário Lanznaster também assinaram.

LIKE THE FUTURE
O Lide SC e a Neoway, líder em soluções como Big Data e Data Science, realizam o Like The Future, que marcará o lançamento do Lide Futuro SC, liderado por Pedro de Paula, diretor da Neoway. O evento, dia 28, às 19h, na Acate Primavera, terá palestra dos empresários Kevin Efrusy, sócio do Accel Partners, do Vale do Silício; e Eric Acher, co-fundador do fundo Monashees Capital.

PRÉVIA DO PIB ESTADUAL SOBE
O Índice de Atividade Econômica Regional (IBCR-SC) teve alta de 0,64% em agosto frente ao mês anterior, julho. Mas em relação ao mesmo mês do ano passado, teve queda de 2,53%. Os dois números são melhores que os do Brasil: -0,76% e -4,47% respectivamente. Mas não dá para festejar porque a recessão do país é uma das mais profundas da história. Previsões já são de -3% do PIB em 2015 e -2% em 2016.

MENSAGEM DO PAPAI NOEL
Entre as agradáveis surpresas do Seminário Internacional de Educação, ontem, na Fiesc, uma mensagem natalina da Finlândia. A PhD em Educação do país, Essi Ryymin, antes de iniciar sua palestra, disse que começa a nevar na Lapônia tinha uma mensagem.

– O Papi Noel mandou saudações e informou que virá e trará muitos presentes para vocês este ano – afirmou, bem-humorada.

À tarde, Ryymin já havia registrado na sua conta de Twitter a sua participação no evento em Santa Catarina.

–Today I had a great honor 2 contribute 2 Int. Conference off #Education @FIESC #BRA & share experiences off #Finland – escreveu, junto com uma foto do seminário no Brasil.

Leia as últimas notícias

Avanço do setor náutico projeta vocação de SC

07 de outubro de 2015 0

Com empresas criativas e belíssimos 500 quilômetros de costa, Santa Catarina atingiu a liderança nacional na indústria náutica nos últimos anos e, agora, consolida esta posição que promete um ciclo ainda mais dinâmico. Na São Paulo Boat Show, maior feira de náutica da América Latina, que se encerrou ontem (06), dos 25 estaleiros presentes, 12 eram catarinenses, 48% do total, apurou o administrador do Projeto Polo Náutico do Sebrae/SC, Roberto Tavares. Segundo ele, isso reforçou a nova posição do Estado identificada no primeiro mandato do governador Raimundo Colombo, em 2012, quando a Secretaria de Desenvolvimento (SDS), na época comandada por Paulo Bornhausen, passou a pesquisar a nova economia e apurou crescimento de 106% da receita do setor frente ao ano anterior, 2011, somando mais de R$ 1 bilhão.

Esse resultado foi alcançado em função dos estaleiros já instalados, como pioneiro Schaefer, fundado por Márcio Schaefer; o Fibrafort e outros; e, também, os multinacionais que vieram com apoio do governo de Luiz Henrique, como Azimut, Brunswick e Sasse Marine. Todos marcaram presença no SP Boat Show. A mostra teve, ainda, as participações do FS Yatchs e Singular Boats, além dos cinco apoiados pelo Sebrae: Gamer Náutica, M1 Yachts, Brasboats. Mastro D’Ascia e Sec Boats. Conforme Tavares, em 2013 SC contava com 48 estaleiros de todos os portes que geravam 1.293 empregos diretos em 2013. Mais dois, de pequeno porte, estão fazendo contato para se instalar no Estado.

O clima na SP Boat Show foi de otimismo, mas o organizador Ernani Paciornic disse que as vendas poderão ser iguais a da edição de 2014 ou até 10% menores, o que não é ruim diante da crise. O setor de carros recuou cerca de 30%.

Leia as últimas notícias

Raimundo Colombo lança CPESC Saúde e outros destaques desta terça

06 de outubro de 2015 0

Beleza

O Boticário, lançou o Eau de Parfume Elisée, sua nova aposta para o mercado de fragrâncias femininas. Além dos três anos investidos em pesquisas de produtos, a marca também prestou especial atenção à identidade do produto, vendido como joia.

Design

A Faculdade de Tecnologia nova Palhoça (Fatenp/Unigranrio) realiza desde ontem (05) até quinta a 3ª Semana do Design, organizada pelo curso de design de interiores. palestras, exposições e oficinas estão na programação. Estilista da Karsten, Janaína Amadori vai falar sobre processo criativo. A Docol também participa.

Cpesc saúde

Administradores de hospitais do Estado terão, a partir de hoje, cartões de crédito para o pagamento de pequenas despesas. O governador Raimundo Colombo lança o CPESC Saúde com o objetivo de qualificar o gasto público. Cada cartão terá limite de até R$ 8 mil por bimestre. Assim, serviços não precisarão ser interrompidos por falta de algum produto de baixo valor, explicou o secretário de Estado da Fazenda, Antonio Gavazzoni.

Tecnologia fácil de usar

Os aparelhos de celular, tablets e notebooks facilitam a vida das pessoas, mas é preciso saber usar. Atento a isso, o grupo Herval lança a rede de lojas Mistertech, que tem como foco explicar para o cliente como usar celular, tablet ou notebook. A primeira unidade especializada em traduzir o informatiquês será aberta sexta no Iguatemi Florianópolis. A empresa atua com uma série de marcas mundiais como HP, LG e outras.

Maça da China

A Comissão de Agricultura da Câmara realiza hoje à tarde uma audiência pública para debater a entrada de maçã chinesa no mercado brasileiro. A Associação Brasileira dos Produtores de Maçã, com sede em Santa Catarina, alerta sobre os riscos econômicos, sanitários e de saúde caso o Brasil realmente abra o mercado para o ingresso das frutas chinesas. O país asiático produz 50% da maçã mundial.

 Leia as últimas notícias

Jornada de trabalho dos servidores do Estado e outros destaques desta quinta-feira

01 de outubro de 2015 0

O governador Raimundo Colombo confirmou na tarde de ontem (30) que a jornada de trabalho de cerca de 30% dos servidores estaduais será ampliada para sete horas a partir de 2016. Atualmente, o período de trabalho de boa parte do funcionalismo público é de seis horas diárias, entre 13h e 19h. Segundo Colombo, a medida vale já a partir de 1º de janeiro.

— A nossa ideia é que o trabalho comece ao meio dia e (vá até) as 19h. Haverá propostas alternativas de trabalhar das 8h da manhã ao meio dia ou das 9h ao meio dia e mais a parte da tarde — disse o governador em coletiva de imprensa, em Florianópolis, após a assinatura de contratos do Fundo de Apoio aos Municípios (Fundam) com 59 prefeituras.

O sindicato da categoria (Sintespe) se posicionou contra porque há servidores que fazem dupla jornada e, além disso, haveria uma defasagem salarial a ser compensada.

SACOLEIROS
Com o dólar alto, o setor têxtil espera redução do trabalho dos sacoleiros de luxo. Aqueles (as) que, como turistas, importam ilegalmente em torno de US$ 5 bilhões por ano (dado de 2013) de confecções e outros itens. A entrada desses produtos reduz a produção e a venda no Brasil, tirando milhares de empregos e receitas dos cofres públicos. Segundo o empresário Sérgio Pires, os dados são da Abit.

MAÇÃ DA CHINA
A importação de maçãs da China preocupa os fruticultores catarinenses. A entrada da fruta no mercado brasileiro pode trazer prejuízos para os produtores do Estado. A China responde por quase metade da produção mundial. O secretário de Agricultura do Estado e o presidente da Faesc, José Zeferino Pedrozo estão atentos a este possível problema.

Leia as últimas notícias

SC abre portas para mais negócios com empresas alemãs

23 de setembro de 2015 0
Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS

Foto: Rodrigo Philipps / Agencia RBS

Apesar de profundas, as crises política e econômica do Brasil não ofuscaram o maior Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA) já realizado no país, que se encerrou ontem (22), em Santa Catarina. Empresas, instituições e o setor público catarinenses se aproximaram mais de seus pares no gigante europeu. Parcerias já foram encaminhadas e negócios deverão ser firmados a partir de agora, se estendendo para os próximos anos. Pontos para os anfitriões que não mediram esforços para convidar os alemães: o presidente da Federação das Indústrias do Estado (Fiesc), Glauco José Côrte, o prefeito de Joinville Udo Döhler; o executivo estadual com as participações do governador Raimundo Colombo e o secretário de Assuntos Internacionais Carlos Adauto Virmond, além de outras lideranças. Entre as parcerias fechadas está uma sobre fotônica, firmada pelo presidente do conselho da Fundação Certi Carlos Schneider, com região de Berlin. Outras foram abertas com o governo a Thuríngia.Döhler diz que foi o maior encontro porque este, ao invés de 130 vieram 200 empresários alemães.

Complicado
Um dos painéis de ontem (22) foi o que tratou da norma de proteção no trabalho, a NR 12. Essa medida está reduzindo a venda de máquinas industriais no Brasil. Hermann Wegner, diretor da VDMA, a associação dos fabricantes de máquinas da Alemanha, que foi um dos painelistas, disse que o ideal seria que o Brasil adotasse o padrão europeu de máquinas. A Ásia aceita e os EUA pedem alguma mudança, às vezes. O consultor jurídico da Fiesc, Carlos Kurtz também defende essa mesma solução.

Longo prazo
Uma das lições que os empresários alemães deixaram ao Brasil nesse evento foi a visão de longo prazo. Isso ficou claro na fala do ministro de Economia, Ciência e TEcnologia Digital da Turingia, Wolfang Tiefensee, ao convidar os brasileiros para o próximo EEBA, no seu Estado, em 2016. A presidente da Câmara de Comércio Exterior da Fiesc, Maitê Bustamante, enfatizou a ênfase na inovação e na qualidade da educação em todas as fases, mostrada pelos alemães no encontro.

O que o Brasil pode aprender com o sistema de ensino alemão
Alemães mostram confiança no Brasil e na recuperação política e econômica

Thuringia, no coração da Alemanha, será estado irmão de Santa Catarina

22 de setembro de 2015 0

 

Foto: Julio Cavalheiro/Secom

Foto: Julio Cavalheiro/Secom

Estado que vai sediar a edição 2016 do Encontro Econômico Brasil-Alemanha, a Thuringia já começou uma sólida aproximação com Santa Catarina. Foi assinado ontem (21) no evento, em Joinville, pelo governador Raimundo Colombo (no Centro, à esquerda) e o ministro da Economia, Ciência e Segurança Digital do Estado da Turíngia, Wolfang Tiefensee (no Centro, à direita), um acordo para que Thuringia seja estado irmão de SC. Também participaram do evento o  embaixador da Alemanha no Brasil, Dirk Brengelmann, o presidente da Federação das Indústrias de SC (Fiesc), Glauco José Côrte, o presidente da Assembleia Legislativa Gelson Merisio e o prefeito de Joinville, Udo Döhler. 

A parceria visa aproximação nas áreas econômica, cultural, esportiva e outras. Situada no coração da Alemanha, a Thuringia é a terra das famosas lentes Zeiss, detém um polo líder mundial em fotônica, e em seu território foi feita a primeira BMW.

É uma região rica, com patrimônios histórico e arquitetônico únicos. Conta com 2,2 milhões de habitantes, PIB de 54,3 bilhões de euros, indústria com receita de 32 bilhões de euros, suas exportações, no ano passado, somaram 13,1 bilhões de euros e conta com 10 instituições de ensino superior. Se destaca nos setores automotivo, eletrônica, ótica, engenharia de precisão, tecnologia médica, ciências biológicas, logística e engenharia renovável. Sua capital é Erfurt, mas sedia cidades importantes como Gera, Jena (sede da Carl Zeiss) e Weimar

Socorro ao JEC
Na reunião com lideranças de Joinville como o prefeito Udo Döhler e o presidente do Joinville Esporte Clube (JEC) Nereu Martinelli  foi acertada a primeira parceria com a Thuringia. O técnico do clube daquele estado alemão, Peter Schreiber, vai prestar consultoria para o JEC. O trabalho começa esta semana, aproveitando a presença dele na cidade. 

Leia as últimas notícias

SC barra alta de ICMS

24 de agosto de 2015 0

Com finanças ajustadas apesar da crise, SC barrou novamente, na reunião do Confaz de quinta-feira, em Brasília, a aprovação de reajuste do ICMS. Quando viu a proposta da maioria, o representante do Estado, o diretor de Administração Tributária da Fazenda, Carlos Molim, consultou o secretário da pasta, Antonio Gavazzoni, que orientou voto contra a medida. O outro voto contra foi de SP.

O governador Raimundo Colombo prometeu não elevar impostos durante a campanha e a Fazenda está alinhada com essa decisão.

Leia as últimas notícias

Cidade mais antiga do Estado, São Francisco do Sul recebe 7 milhões para melhorias na cidade

12 de agosto de 2015 0
Foto: Salmo Duarte

Foto: Salmo Duarte

Por Julia Pitthan*

Simpática e bem conservada, a mais antiga cidade de Santa Catarina tornou-se, na última terça-feira (11) Capital do Estado. São Francisco do Sul foi palco de um ato do governo em homenagem à data em que foi criada a Capitania de Santa Catarina, em 1738.

O governador Raimundo Colombo anunciou a liberação de R$ 7 milhões para a cidade. Uma linha de crédito de R$ 6 milhões faz parte do Programa Badesc Cidades e será usada para obras de drenagem e pavimentação em seis ruas do município. Também foi assinado um convênio entre o governo do Estado a o Instituto Acqua, para o repasse de R$ 1 milhão do Fundo Estadual de Saúde que será aplicado no custeio e manutenção dos serviços de saúde do Hospital Nossa Senhora da Graça na cidade.

Lei as últimas notícias
No dia em que é simbolicamente a capital do Estado, São Francisco do Sul recebe investimento em saúde e mobilidade

* A colunista Estela Benetti está em férias até dia 19 de agosto, neste período a jornalista Julia Pitthan assume como interina.

Ministra Katia Abreu traz boas notícias para garantir agilidade na liberação da carga nos portos

05 de agosto de 2015 0

Por Julia Pitthan*

Foto: Marco Favero, Agência RBS

Foto: Marco Favero, Agência RBS

A ministra da Agricultura, Katia Abreu (D), trouxe boas notícias para garantir agilidade na liberação da carga nos portos catarinenses: quatro fiscais agropecuários já atuam em esquema de rodízio para suprir a ausência de profissionais nos terminais do Estado. Levantamento aponta que hoje há um déficit de nove profissionais, seis agrônomos e três veterinários. Ela garantiu que há concurso público em andamento, que suprirá a questão. O anúncio foi um dos destaques do evento feito ontem para impulsionar o setor logístico no Estado, que também contou com o ministro dos Portos, Edinho Araújo (D). O governador Raimundo Colombo (C) afirmou que o objetivo é garantir mais agilidade e eficiência para o sistema no Estado.

Agenda positiva
O Secretário da Fazenda Antônio Gavazzoni disse que um dos objetivos do evento era destacar investimentos programados no Estado que não ganham visibilidade na dimensão do impacto positivo que têm. O menu de incentivos no estado, no entanto, não é novo: Prodec e pró-emprego estão em pauta há muitos anos. Sinal de que continuam a atrair empresas interessadas.

Leia as últimas notícias

* A colunista Estela Benetti está em férias até dia 19 de agosto, neste período a jornalista Julia Pitthan assume como interina.

Ministros participam do lançamento do programa “SC Acelerando a Economia – Edição Portos”

04 de agosto de 2015 0

Por Julia Pitthan*

A convite do governador Raimundo Colombo, os ministros da Secretaria dos Portos, Edinho Araújo, e da Agricultura, Kátia Abreu, estarão nesta terça-feira em Florianópolis para participar do lançamento do programa “SC Acelerando a Economia – Edição Portos”. Pelos números da Diretoria de Licenciamento Ambiental da Fatma é grande o interesse em investir no setor de logística de transporte marítimo em SC. A informação é do secretário de Planejamento, Murilo Flores, que se surpreendeu com 75 processos de 2013 a 2015: oito de terminais portuários.

Leia as últimas notícias

A colunista Estela Benetti está em férias até dia 19 de agosto, neste período a jornalista Julia Pitthan assume como interina.

"O que o Congresso está fazendo com a sociedade é um estupro", desabafa Raimundo Colombo

24 de julho de 2015 0

Preocupado com a elevação de gastos públicos bem acima do tamanho do PIB, o governador Raimundo Colombo tem afirmado, nos últimos meses, que algumas medidas de parlamentares no congresso nacional como o fim do fator previdenciário e adoção da fórmula 85/95 por aposentadorias são um estupro à sociedade. Quinta-feira, esse desabafo foi destacado pelo jornal Valor. O governador tem razão ao criticar essas medidas, mas a sociedade brasileira é prejudicada há décadas com decisões que privilegiam só alguns. Um dos pecados a baixa qualidade da educação.

Leia as últimas notícias

Rocha assume o Badesc

16 de julho de 2015 0

Após atuar como diretor administrativo e financeiro do Badesc, o executivo Olívio Karasek Rocha foi promovido a presidente da agência de fomento com a saída de Wellington Bielecki, que assumiu a prefeitura de Mafra. O novo presidente conversou com o governador Raimundo Colombo sobre prioridades da gestão. Dias atrás, o Badesc liberou R$ 55 milhões ao Juro Zero. Para o segundo semestre, vai financiar mais de R$ 200 milhões ao setor privado.

Leia as últimas notícias sobre o Badesc

Famílias vítimas de violência doméstica vão ganhar um local para abrigo temporário

16 de julho de 2015 1

Famílias vítimas de violência doméstica vão ganhar um local para abrigo temporário. A deputada Dirce Heiderscheidt informa que o governador Raimundo Colombo assinou a liberação de terreno na Agronômica para a construção da Casa da Mulher Brasileira na Capital.

Leia as últimas notícias sobre a Casa da Mulher

Bovino de corte em alta

17 de outubro de 2014 0

Após duplicar a produção de leite no Estado em 10 anos, chegando a 3 bilhões de litros, o agronegócio catarinense planeja fazer o mesmo com a produção de carne bovina também em uma década. Esse desafio é lançado hoje, durante seminário de líderes rurais na Expolages, pelo presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado (Faesc), José Zeferino Pedrozo.

Ontem à noite, na abertura da feira, o govenador Raimundo Colombo lançou programa de juro zero para investimentos em genética bovina. – Importamos cerca de 100 mil bois por ano. Produzimos internamente 40% do que consumimos e compramos de outros Estados 60%. Tudo isso vem por caminhões e a carga tributária é elevada – diz Pedrozo. Segundo ele, como SC detém sanidade privilegiada por ser área livre de aftosa sem vacinação, o Estado também será mais competitivo para exportar o produto.

As raças que predominam não só na Serra Catarinense mas nas demais regiões são as europeias, como red angus, hereford e charolês. A Expolages conta com vários eventos paralelos. Entre os palestrantes do encontro rural estão o diretor de commodities da BM&FBovespa, Ivan Vedekin, e o meteorologista do Grupo RBS, Leandro Puchalski. Hoje acontece a Expolider, iniciativa da Associação Empresarial de Lages (Acil) e do Sebrae. Wesley Barbosa, do Facebook Brasil, falará sobre redes sociais e negócios.

Primeiro passo para a Ferrovia do Frango

15 de outubro de 2014 1

A ordem de serviço para o Estudo de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA) e o projeto básico de engenharia para a construção da Ferrovia do Frango foi assinada hoje, às 9h30min, no Centro de Cultura e Eventos de Chapecó. Participaram o governador Raimundo Colombo e os ministros Miriam Belchior (Planejamento) e Paulo Passos (Transportes).

Este é o primeiro passo para a obra virar realidade. O projeto orçado em R$ 46,5 milhões terá que ser feito em 25 meses pelo Consórcio Prosul/Setepla/Urbaniza/Hansa. Segundo o presidente da Prosul, Wilfredo Brillinger, em 10 meses, o EVTEA deverá estar pronto, indicando onde a ferrovia de 862 quilômetros vai passar. Maior projeto ferroviário do país, ligará Itajaí a Dionísio Cerqueira, passando por Blumenau, Rio do Sul, Curitibanos, Joaçaba, Herval do Oeste, Chapecó e São Miguel do Oeste. Poderá transportar cargas e passageiros.

– É um projeto difícil porque envolve regiões de serra, que requerem subidas, túneis e pontes. Há também planícies onde não pode haver desnível – explica o empresário. A Prosul também participa do projeto da Ferrovia Litorânea, que ligará os portos de SC, desde Imbituba até Itapoá, e terá conexão com a Ferrovia do Frango. Conforme Brillinger, a Litorânea terá 230 quilômetros e tem custo estimado de R$ 20 milhões por quilômetro, totalizando cerca de R$ 6 bilhões. Ele prefere não prever o valor ligação Leste-Oeste, mas se o preço do quilômetro for o mesmo, custará pelo menos R$ 17,24 bilhões.

Destaque dos executivos

10 de outubro de 2014 0
Foto: Salmo Duarte

Foto: Salmo Duarte

Anfitriões do evento de ontem, o presidente do BMW Group Brasil, Arturo Piñero (D), e o diretor da planta de Araquari, Gerald Degen, falaram sobre expansão e mercados. Degen protagonizou a parte de humor ao estampar no telão mais de 50 licenças que a companhia teve que conseguir para instalar a fábrica. Informou, no entanto, que teve que conseguir 150. Piñero defendeu reformas econômicas para o Brasil entrar num novo patamar de crescimento.

Carrões por todos os lados
Além do primeiro carro que saiu da linha e ganhou status especial, a companhia espalhou nos ambientes da fábrica uma série de modelos da marca. O governador Raimundo Colombo (E), o prefeito Udo Döhler, a secretária de Desenvolvimento Regional do Norte do Estado e o diretor do BRDE, Renato Vianna, conversaram perto de um dos carros expostos.

Foto: Jaksson Zanco, Prefeitura de Joinville

Foto: Jaksson Zanco, Prefeitura de Joinville

Segurança

07 de outubro de 2014 0

A população cobra do governo medidas preventivas de longo prazo contra ataques a ônibus e outros. O aparato policial na fase dos crimes é necessário, mas não pode ser só isso. O caminho passa principalmente pela educação de qualidade a todos. O governador Raimundo Colombo citou o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), realizado pela Polícia Militar no Estado, mas reconheceu que é preciso mais. O vice-governador Eduardo Moreira também defendeu mais educação para prevenir o consumo de drogas, que é a origem da maior parte da violência no país e no mundo.

Entidades cobram soluções de candidatos

25 de setembro de 2014 0

A menos de duas semanas do dia da eleição, entidades empresariais levam aos candidatos, mais uma vez, problemas que deveriam ter sido solucionados há anos, especialmente na área de infraestrutura, ambiente de negócios e tributação. Ontem
à noite, a Federação das Associações Empresariais do Estado (Facisc) realizou painel no Hotel Majestic, em Florianópolis, com os três principais candidatos a governador: Claudio Vignatti (PT). Paulo Bauer (PSDB) e o candidato a vice Eduardo Moreira, que representou o governador licenciado Raimundo Colombo.

Além de responder a questão dos empresários, eles receberam o documento Voz Única, no qual 146 associações que representam mais de 33 mil empresas relataram os obstáculos que enfrentam. O principal é falta de infraestrutura, mas citaram também deficiências em segurança, educação e saúde. O presidente da Facisc Ernesto Reck sugeriu a nomeação de um empresário do setor contábil para a Junta Comercial. Cobrou o fim da reeleição, mandato de cinco anos e eleição unificada.

Indústria cobra mais qualidade na educação

08 de agosto de 2014 0

A Federação das Indústrias do Estado (Fiesc) recebe hoje os três principais candidatos ao governo catarinense para apresentarem propostas às prioridades apontadas pelos empresários do setor. A novidade, desta vez, é que uma pesquisa junto aos industriais apontou que eles consideravam como maior entrave ao crescimento, com 46,7% dos votos , a insuficiência de trabalhadores com formação adequada às necessidades das suas empresas.

Como segundo maior entrave, com 42,5%, foi apontada a demora e burocracia do serviço público; e em terceiro, com 41,4%, ficou a insuficiência de incentivos fiscais. O eterno gargalo de infraestrutura foi o quarto entrave mais votado, com 36,4%.

O presidente da Fiesc, Glauco José Côrte, diz que a preocupação com a formação do trabalhador cresceu porque a maioria das empresas enfrenta esse problema e isso inibe a inovação e a competitividade internacional.

Um fato novo é que a Fiesc vai cobrar compromisso com a redução da carga tributária. Côrte cita o caso da energia elétrica, que tem tributação próxima de 50%, sendo 33% de ICMS. Na Alemanha, a tributação é zero. A federação também vai chamar a atenção dos candidatos sobre a importância da indústria. Quando o setor vai bem, a economia cresce e vice-versa. É que ela tem impacto indireto sobre a maioria dos serviços.

A queda do ritmo econômico do Brasil derrubou as vendas da indústria de SC em 6,2% no mês de junho frente ao mesmo mês de 2013. O setor metalmecânico foi mais atingido agora. Alimentos e madeira cresceram.

Propostas de candidatos para a economia do Estado

08 de agosto de 2014 0

Os candidatos ao governo de SC Cláudio Vignatti, Paulo Bauer e Raimundo Colombo serão sabatinados por industriais hoje, a partir das 10 horas, na Fiesc, em Florianópolis. Uma das prioridades da indústria é a qualificação de trabalhadores, conforme pesquisa feita junto às empresas, que será entregue aos candidatos, com uma série de propostas.