Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Os mercados de Natal na Alemanha têm sabor e cheiro de Glühwein

22 de dezembro de 2015 0
Há muita gente que coleciona as canecas decoradas

Há muita gente que coleciona as canecas decoradas

O Natal aqui na Alemanha tem um cheiro característico. Um não, dois: de amêndoas caramelizadas e o de vinho quente, o famoso Glühwein. As cidades todas ficam com esse aroma no ar, misturado ao vento gelado e cortante dessa época do ano. Trata-se da bebida mais vendida nos tradicionais mercados de Natal. Lembra bastante o quentão brasileiro, servido nas festas juninas do Sul do país, mas um pouco mais temperado. O Glühwein seria uma versão mais moderna de uma bebida chamada Conditum Paradoxum, uma espécie de vinho temperado que se bebia frio durante a idade média.

As bebidas quentes são o que garantem um passeio divertido pelos mercados de Natal, especialmente quando a neve tomou conta dos pátios e os termômetros insistem em ficar vários graus abaixo de zero. A desculpa para beber é sempre a mesma: só para esquentar! E esquenta mesmo… as mãos e a alma. A coisa é tão popular que é impossível não associar Natal alemão ao vinho quente.

As barracas que vendem vinho quente são as mais concorridas do mercado

As barracas que vendem vinho quente são as mais concorridas do mercado

O Glühwein é servido em canecas decoradas – cada mercado ou cada barraca tem o seu modelo – e na hora da compra paga-se por dois produtos diferentes: o valor do vinho quente (que este ano, em Berlin varia de 2 a 4 euros) e um depósito pela caneca, Pfand (2 a 5 euros). Quando terminar de beber, é só devolver a caneca e pegar seu dinheiro de volta. Ou levar a caneca de lembrança para casa, já que, de certa forma, esta paga. Pode-se beber puro ou misturado com uma dose de algum licor. O mais popular é de amêndoas.

Também é possível encontrar garrafas de Glühwein já prontinho no mercado, mas fazer em casa, com todos os temperos é mais saboroso. Sachês com o tempero do vinho quente também são fáceis de achar nos supermercados da Alemanha: vem com um pó para ser misturado a uma garrafa de vinho. Mas melhor do que comprar engarrafado, o melhor mesmo é fazer em casa! Eu sei que essa época no Brasil faz muito calor e tudo o que se quer é cerveja gelada: mas vai que o tempo fica feio e o vento gelado!!??! Ou então, fica a receita para o inverno.

Existem muitas receitas de Glühwein. Cada família tem a sua, cada barraquinha do mercado de Natal garante que o seu é melhor. Eu gosto dessa:

Receita de Glühwein:
(Rede 4 canecas)

Ingredientes:

1 garrafa de vinho tinto (ou branco, para quem quer variar) seco
2 paus de canela de 10 centímetros
4 cravos da índia
2 colheres de sopa de açúcar (se preferir mais doce, pode acrescentar mais)
1/2 limão (só o suco)
1/4 de limão (com casca)
1/2 laranja (só o suco)
1/4 de uma laranja (com casca)

Opcional:

Se preferir uma versão mais temperada, pode colocar 3 bolinhas de pimenta preta, 2 cardamomos e 1 estrela de anis.

Preparo:

Coloque o vinho em uma panela e adicione o suco de limão, de laranja e o açúcar. Junte todos os temperos em uma trouxa de gaze ou pano fininho para que não se dispersem no vinho. Coloque a trouxa de temperos no vinho e leve ao fogo até ficar bem quente (não pode ferver!). Desligue o fogo e deixe descansar por cerca de uma hora para pegar bem o sabor. Aqueça novamente na hora de servir. Pode ser servido com 20 ml de rum ou 30 ml de Amaretto (licor de amêndoas) em cada caneca de 200 ml.

Comente

comentários

Envie seu Comentário