Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Como parar Sarah Pavan?

22 de dezembro de 2012 0

Foto: Alexandre Arruda/ CBV

Uma atacante de força canhota é o sonho de todo treinador. Uma atacante de força canhota, de 1 metro e 96, bloqueadora e grande sacadora é a realização do sonho.

A marcação de bloqueio para uma atacante canhota deve ser diferente da usada ontem pela equipe do Sesi que passou da bola o tempo todo abrindo toda a diagonal para a canadense, inclusive com bloqueio triplo.

Sarah Pavan vai adquirindo sua melhor forma física e deu na bola, patrolando o time drigido por Talmo de Oliveira, compensando a fraca atuação da americana Logan Tom -  que parecia desconcentrada e desinteressada pelo jogo mesmo fazendo aquela expressão de séria que normalmente tem.

Mais uma vez Juciely foi destaque com sete pontos de saque, cinco de bloqueio e quatro de ataque.

Natália continua sendo um espectro do que já foi. Quando não penteia a bola, tenta atacar na força mas sua impulsão ainda não é a mesma de outrora.

O Unilever teve uma atuação muito intensa que resultou num 3×0 incontestável.

Do lado do Sesi, Dani Lins continua muito consistente. Porém, não adianta ter uma levantadora do nível dela com atacantes do nível de segunda divisão.

Tandara até jogou direito, mas no final acabou sendo atropelada pelo bloqueio de Pavan e Juciely. Sem poder contar com Elisângela e Suelle, Talmo lançou mão do que tinha. Até a volta de Marina Daloca não foi o suficiente para incomodar o Unilever.

Mais uma vez a líbero Juliana teve atuação lamentável e algumas vezes foi até coberta por Sassá.

A solução para esse problema está na cara de Talmo, mas ele não consegue enxergar.

Qualquer atacante na rede vai ter desempenho semelhante ao de Sassá. Então, coloque Sassá de líbero e arrume o passe para Dani Lins poder jogar com a bola na mão. Atacantes medíocres recebendo bola levantada por passe B ou C não resultará em coisas positivas.

Nos outros jogos da rodada, o Banana Boat/Praia Clube foi à Campinas, confirmou a boa fase e sapecou um 3×0 para cima do Amil.

O Rio do Sul, em casa, perdeu para o Pinheiros por 3×2. E na segunda-feira, o São Cristóvão Saúde/São Caetano havia vencido o São Bernardo também por 3×2.

Hoje o Sollys/Nestlé recebe o Usiminas/Minas, às 14 horas, com transmissão do Sportv e a Superliga Feminina entrará em recesso até o dia 11 de janeiro quando acontecerá a última rodada do turno com o esperadíssimo confronto entre Unilever e Sollys.

Até o momento a classificação do campeonato é essa:

1- Unilever – 20 Pontos

2- Banana Boat/Praia Clube – 19 pontos

3- Sollys/Nestlé – 17 pontos (ainda jogará hoje).

4- Amil – 17 pontos.

5- Sesi – 13 pontos.

6- Usiminas/Minas – 10 pontos.

7- Pinheiros – 8 pontos.

8- São Cristóvão Saúde/São Caetano – 6 pontos.

9- Rio do Sul – 6 pontos.

10- São Bernardo – 1 ponto.

Bookmark and Share

Envie seu Comentário