Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Sada/Cruzeiro tomou a virada por tropeçar em seus próprios erros

23 de dezembro de 2012 0

O estilo de jogo de Bruno e seu entrosamento com Lucão, que vive fase maravilhosa, suscitou uma mudança de comportamento nos jogadores do Sada/Cruzeiro e isso fez a diferença na partida a partir do quarto set, quando o time mineiro liderava o jogo por 2×1.

Compreendi completamente a estratégia de ontem do time dirigido por Marcelo Mendez: forçar o saque, tirar o passe da mão de Bruno para que ele não acionasse Lucão, e apostar na imprecisão de Bruno para as bolas longas contando com a irregularidade de Theo somada com a não tão boa fase de Thiago Alves e Dante.

Assim, o sistema Bloqueio/Defesa do Sada trabalharia e as coisas funcionariam como sempre. Afinal, o time cruzeirense conta com ótimo jogo de campo e portanto um volume de jogo acima dos demais.

Até aí tudo certo. Entretanto, no começo do jogo o saque não entrava e a marcação do ataque do RJX estava totalmente desconcentrada, principalmente com Douglas Cordeiro casado na rede com Riad. Douglas queimava com o central do RJX deixando diversas vezes William e Filipe sozinhos.

Apesar disso, uma fraca atuação dos ponteiros do RJX no começo do jogo permitiu que o set seguisse equilibrado até o final quando o saque mineiro entrou e a tradicional regularidade da equipe apareceu, com destaque para o ponteiro Filipe, fazendo com que o Sada desse um salto de qualidade e vencesse o set por 25×22.

O segundo set foi parecido mas no final o RJX apresentou melhor rendimento no saque e no bloqueio obrigando Marcelo Mendez a tirar Leal do jogo para colocar Maurício e melhorar sua recepção. Não deu muito certo e o RJX empatou o jogo.

Para desempatar a partida, o Sada contou com ótima atuação do oposto Wallace e do central Acácio para seguir brigando no set até o final mesmo com seu saque não entrando muito. No final Wallace acertou um ace em cima de Dante para fechar o set em 29×27.

A partir do quarto set só deu RJX, em mais nenhum momento o Sada/Cruzeiro ameaçou o time carioca. Apesar do treinador argentino pedir o tempo todo para os jogadores trocarem a estratégia de saque, que sacassem em Rafael (que substituiu Mário Jr – machucado) porque estava quebrando o passe quando recebia saque flutuado, os jogadores não obedeceram Marcelo Mendez e quando tentaram já era tarde demais.

Apesar da boa atuação de Thiago e Theo e a gigantesca apresentação de Lucão, o melhor jogador da Superliga até o momento – disparado, acredito que a vitória do RJX foi mais pela má partida feita pelo time mineiro ontem.

Houve erros de arbitragem, sim, que poderiam ter mudado o resultado do quarto set. Mas, isso não apaga  os erros que fizeram o Sada perder e também não tira o mérito do RJX em aproveitar-se disso.

Nos outros jogos da rodada, o Vôlei Futuro venceu o Volta Redonda por 3×1 e voltou a figurar entre os oito primeiros, pelo menos temporariamente.

O Vivo/Minas aproveitou-se da derrota do Volta Redonda, venceu a UFJF e pulou para o sexto lugar na tabela.

Para competar a rodada, hoje jogam Medley/Campinas e Funvic/Midiafone e no dia 29 jogarão Super Imperatriz e Sesi; e São Bernardo contra o Móveis Kappesberg/Canoas.

Bookmark and Share

Envie seu Comentário