Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Vivo/Minas vai à final do Sulamericano contra a UPCN

12 de maio de 2013 8

As pessoas estão achando estranho o desempenho do RJX e dizendo coisas sem sentido. Como se os jogadores do time carioca tivessem subestimado os argentinos. Isso não existe.

Poderia haver desmotivação se alguma notícia como o fim do time estivesse guardada para o final da competição. Se os jogadores tivessem recebido a informação e aí não vendo o objetivo em vencer o Sulamericano poderiam estar entregando.

Mas, tentei averiguar o caso e por enquanto não confere ou a informação estaria selada.

Assim, fico com a teoria do cansaço. Pensem numa equipe cuja base emendou duas temporadas com a temporada da Seleção com uma Olimpíada no meio. Assim é a equipe do RJX.

Fisiologicamente e psicologicamente não há como o time dar respostas positivas agora. Os jogadores precisam de férias.

Só leigos acham que foi normal a partida de ontem entre RJX e Vivo/Minas. Tecnicamente e taticamente muito abaixo do que realizaram há algumas semanas. Muito abaixo mesmo – ambos.

Parecia mais uma pelada de final de semana. Culpa de quem? De quem pensou esse calendário.

O Vivo/Minas mereceu a vitória, foi um 3×0 incontestável, mas dentro da atual realidade.

Muito legal foi ver a torcida do Minas aplaudir em pé um levantamento de Marcelinho do meio da quadra para colocar a bola em condições para o central atacar. ISSO É TORCIDA DE VOLEIBOL!

E muito legal também foi a entrevista de Marcelo Fronckowiak ao final do jogo, reconhecendo a superioridade do Vivo/Minas e enaltecendo a grande temporada do RJX.

Marcelo deu uma aula de como se dar uma entrevista: “RJX” e “Vivo/Minas”. Parabéns, Marcelo.

E parabéns a Horacio Dileo, a uma vitória de levar o Vivo/Minas ao Mundial de Clubes.

Bookmark and Share

Comentários (8)

  • Guga diz: 12 de maio de 2013

    Rodrigao, em relação a importância do Evento, o Mundial não seria mais importante do que a nossa Superliga? nao consigo entender alguns casos de jogadores que estão se mudando para time que não participará desse mundial, caso do Lucarelli

  • Guga diz: 12 de maio de 2013

    Quando vejo essa equipe do Minas, uma coisa sempre me vem na cabeça.. O Quiroga nao eh bem quisto pela Equipe?! Ontem o cara passou praticamente dois Sets (doisss ) sem receber uma bola do levantador, na SL tambem era a mesma coisa, o cara passava pela rede mas quase nao recebia bola..Sei que ele eh um jogador de fundo-quadra, mas tambem tem um bom ataque que nao eh aproveitado no time

  • Marcelo diz: 12 de maio de 2013

    Olha Rodrigo o que disse o Marcelo Fronckowiak…..a mesma coisa sua aqui:

    “O treinador iniciou os trabalhos da temporada passada recebendo jogadores recém-chegados da seleção brasileira, que disputara Os Jogos Olímpicos de Londres. Um planejamento foi feito para resgatar a melhor condição física de todos, para o primeiro posto no nacional. O objetivo foi cumprido, mas a chegada de um Sul-Americano na sequência era inesperada.
    “Fica difícil manter o alto nível dentro deste contexto. Defendo o Sul-Americano, mas ele não veio em uma boa hora. Não nos preparamos adequadamente e não conseguimos reeditar as performances de alguns meses atrás”, comenta o técnico.
    “O maior aliado dos jogadores após a Superliga seria tempo para descanso e recuperação. Isso não aconteceu e pesou. “……”…O lado humano fala mais alto. Os jogadores estão muito desgastados e é preciso pensar nessa situação de limite físico que eles estão vivendo. Se eu ‘puxasse mais a corda’, poderia causar um problema físico mais grave e até alguma situação de relacionamento. A nossa posição no Sul-Americano não vai tirar o brilho da campanha feita durante toda a temporada, que foi muito bem feita……..Vários jogadores do grupo se apresentam amanhã o Centro de Treinamento da seleção brasileira em Saquarema. “A seleção também precisa destes atletas, que tiveram pouco tempo de descanso. Em 20 dias, começa a Liga Mundial e eles precisarão estar inteiros”, lembra.

    Marcelo não esconde que sentiu alguns jogadores distantes em determinados momentos. “Não os culpo por isso. Senti os jogadores cansados e isso também influenciou no resultado final”, mostrou.

    http://www.otempo.com.br/superfc/rjx-reconhece-queda-e-culpa-desgaste-por-elimina%C3%A7%C3%A3o-nas-semi-do-sul-americano-1.643057

  • Emanuella diz: 12 de maio de 2013

    Muito feliz pelo Minas. Uma pena que o Lucarelli não queira disputar o mundial jogando na casa deles. Podiam ter pensado nisso.
    Se o problema do Rio foi cansaço a coisa ta feia para a seleção. Porque eles se apresentam agora para os treinamentos.
    Acho que o RJX não estava focado no campeonato e nem muito interessado. O desempenho na semi final foi bem bizarro. Não foi questão de um time jogar melhor que o outro foi questão de um time não se apresentar para jogar mesmo.
    Na torcida pelo Minas no mundial, acho que eles merecem muito esse titulo. Já pensou derrubar o todo poderoso Trentino numa final??? da para sonhar né??

  • Lili diz: 13 de maio de 2013

    O LÍBERO LUKINHA fez muita falta ao VIVO/MINAS tanto nos aspectos tático, técnico e psicológico do time.
    LUKINHA é um líder em quadra, orienta o posicionamento de defesa, cobre o passe em grnade parte da quadra, está sempre vibrando e motivando os companheiros.
    Além disso estava defendendo tudo nesse torneio, foi o principal jogador nas vitórias contra o próprio UPCN, na fase de classificação e contra o RJX na semifinal.
    LUKINHA dava muita tranquilidade para o MARCELINHO trabalhar e criar pondo o passe na mão e propiciava vários contra-ataques com defesas incríveis e arrojadas.
    O VIVO/MINAS sentiu muito a baixa do guerreiro LUKINHA e não teve forças para se recuperar.
    LUCAS LOH até se esforçou, mas não conseguiu manter o mesmo nível do LUKINHA, principalmente na parte defensiva e na liderança em quadra.
    Enfim, o UPCN tbém jogou muito bem o ponteiro ROMENO OLTEANU estava inspiradíssimo, o outro ponteiro BENGOLEA é muito técnico, explora bloqueios como ninguém. O gigante oposto EVANDRO tbém ajudou bastante nas bolas difíceis e com um saque inteligente.
    O líbero GARROCQ muito ágil cobria a quadra toda.
    E o levantador GONZALEZ, muito criativo, deu bastante velocidade ao jogo, tanto no meio qto nas pontas com BENGOLEA e OLTEANU.
    A ARGENTINA sempre revelou grandes levantadores como foram KANTOR, WEBER, DE CECO e agora GONZALEZ, que com bastante mérito foi MVP do torneio.
    A ARGENTINA tem evoluído bastante no voleibol, sempre apresentado um voleibol muito bonito de muita técnica e poucos erros.
    Vocês repararam o cuidado que os jogadores do UPCN tinham no saque, não rifavam o saque, sempre um saque bastante inteligente, buscando o ponto mais frágil na recepção adversária, um saque tático e eficiente.
    Ao passo que o VIVO/MINAS, mas principalmente o RJX erraram vários saques forçando a esmo e dando muitos pontos de graça ao adversário.

Envie seu Comentário