Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Brasil vence a Rússia e confirma primeiro lugar da chave

15 de setembro de 2014 0
Foto: FIVB

Foto: FIVB

Sidrônio Henrique, de Katowice

Na decisão do primeiro lugar da chave na segunda fase, o Brasil levou a melhor sobre a arquirrival Rússia e ganhou por 3-1 (25-21, 24-26, 25-19, 25-19), em quase duas horas de partida, na Spodek Arena, em Katowice, na Polônia, pelo Campeonato Mundial de vôlei masculino. A seleção brasileira é a única invita do torneio. O oposto reserva do Brasil, Leandro Vissotto, foi o maior pontuador do jogo, com 15. A partida foi marcada por diversas contusões, o que deixou os técnicos preocupados. Brasil e Rússia são os dois principais favoritos ao título.

O oposto brasileiro Wallace caiu sobre o pé do ponteiro russo Alexey Spiridonov após uma tentativa de bloqueio no segundo set, torceu o pé e está seguiu para exames em um hospital – Vissotto entrou no lugar dele. Porém, Wallace deixou o ginásio caminhando normalmente. O central Sidão sentiu dores no joelho, no final do terceiro set, e foi substituído por Éder. O ponteiro Murilo queixou-se novamente de uma lesão na coxa, no início do quarto set, e também deixou a partida para a entrada de Lipe.

Entre os russos, a baixa foi o oposto reserva Pavel Moroz, que torceu o pé no final do segundo set. O titular, Nikolay Pavlov, nem foi relacionado entre os 12 atletas para a partida, pois havia sentido dores na panturrilha. A assessoria de imprensa da Federação Russa informou que ele jogará na terceira fase e que hoje foi poupado apenas por precaução. Moroz está sendo examinado.

O técnico Bernardinho lamentou, claro, as contusões. “Poupamos o Sidão, afinal é um problema antigo. Com o Wallace foi uma fatalidade, mas ele deve estar bem. O Murilo vinha fazendo sua melhor partida no torneio quando sentiu dores, espero que não seja nada sério”, comentou. O Brasil aguarda a definição dos três classificados de cada grupo. Após a partida entre Polônia e França, em Lodz, a Federação Internacional de Vôlei (FIVB) fará, sem a presença da mídia, o sorteio das duas chaves de três equipes para a próxima etapa. Como foi primeiro do seu grupo, o Brasil, em tese, permanece em Katowice. A menos que caia na chave da Polônia, aí então segue para Lodz.

Do outro lado, já estão definidos os classificados, a partida de logo mais entre França e Polônia apenas define a ordem. Além desses dois times, o Irã também segue em frente. Na chave dos brasileiros, a Rússia avançou em segundo. Canadá e Alemanha decidem agora a terceira vaga – os canadenses precisam vencer por 3-0 ou 3-1, qualquer outro resultado classifica os alemães.

Na partida contra a Rússia, o saque brasileiro foi avassalador no primeiro set – foram sete aces naquela parcial de um total de nove no jogo. A Rússia não conseguia receber bem e o Brasil abriu diferença. No segundo o serviço brasileiro caiu, os russos equilibraram, melhoraram na virada de bola. Com a saída de Moroz, contundido, e o ponteiro Dmitriy Ilinykh fazendo as vezes de oposto, a Rússia perdeu parte de seu potencial de ataque – o central Dmitriy Muserskiy chegou a atacar pela saída em algumas passagens, mas sem sucesso. Foi uma partida cheia de erros: 36 dos russos e 32 dos brasileiros.

Dependendo do sorteio da FIVB para os grupos da próxima etapa do Mundial 2014, Brasil e Rússia podem se reencontrar já na terceira fase. Nesse caso, só poderia haver um terceiro confronto na final.

Equipes

Brasil: Wallace, Bruno, Murilo, Lucarelli, Lucão, Sidão, Mário Jr e Felipe. Entraram: Lipe, Vissotto, Raphael e Éder.

Rússia: Pavel Moroz, Sergey Grankin, Alexey Spiridonov, Dmitriy Ilinykh, Dmitriy Muserskiy, Nikolay Apalikov, Artem Ermakov e Valentin Golubev. Entraram: Sergey Savin, Artem Volvich, Sergey Makarov e Denis Biriukov.

Bookmark and Share

Envie seu Comentário