Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Paul em Sampa e na Cidade Baixa!!!

16 de novembro de 2010 8

Amigos, por força e indicação do Eduardo Chittolina, a galera aqui de Porto Alegre poderá se reunir pra ver o show do Paul num bar! Será nesse domingo dia 21 de novembro no restaurante João de Barro, na Republica 420 quase esquina c/ Patrocinio  a partir das 23 horas!

Mais uma chance de vermos o cara de novo, nem que, dessa vez, seja só pela TV :mrgreen:

Pois é!

13 de novembro de 2010 1

Então tá, neám, estamos aí nessa semana pós-McCartney ainda tentando entender direito o que aconteceu lá dentro do Beira-Rio e aguardando, mesmo que de uma forma remota, a volta do cara pros shows de São Paulo.

Em breve vou deixar aqui o nome do restaurante em Porto Alegre que, no dia 21, estará transmitindo numa tela grande o espetáculo direto do Morumbi!

É uma boa a gente se organizar e ir, não acham?

Enquanto isso fiquem com a matéria que foi ao ar no Jornal do Almoço da segunda-feira dia 8 com a Kátia Suman, Alemão Ronaldo e Elisa Delfino. Quem é Elisa Delfino? Ora, a sortuda que teve seu braço autografado pelo mestre e que já tatuou no dia seguinte!


Fotos da galera!!!

10 de novembro de 2010 1


Laura e Júlia com o paizão no meio! Segundo Júlia, o culpado!

Fui com o meu pai, minha irmã e meu cunhado. Mandei fazer dois casacos de Sgt. Peppers e fomos ao show trajadas! Detalhe que a minha irmã não sabia, ele ganhou o dela sábado a noite.
Infelizmente por causa do calorão, não vestimos os casacos durante o show…
Minha irmã Laura de casaco azul, eu (Julia) de casaco rosa e ao meio, meu pai – ou como chamei ele, o culpado.
Ele é beatlemaníaco desde os 13 anos, tem toda coleção em LP, K7 (sim!! K7) e CD – ou seja, em todas as mídias possíveis… Me lembro quando era pequena ficar super animada com o som do avião chegando de Back in the USSR, exatamente a mesma sensação que tive ontem…”


Marcos e amigos num momento PAUL!

Cara, tenho uma monografia inteira pra te contar sobre esse evento. Algumas histórias são da mais absoluta chinelagem, outras são teses inteiras sobre a usura gigante que aconteceu em Porto Alegre.”



Eduardo Chittolina fazendo pose com o guitarrista Brian Ray

Eduardo ficou um bom tempo na frente do Sheraton e conseguiu essa foto com o guitarrista Brian Ray! Po, eu não tive essa sorte…



Uma foto do gênio em ação, por Hans Günther

Hans achou melhor esquecer de bater fotos suas e mirou no Paul mesmo! Compreendemos perfeitamente…

Vai dizer que não tá um vazio?

08 de novembro de 2010 33


Ora, que é isso. Nós que agradecemos.

Quando acenderam-se as luzes e vimos que o show havia terminado percebi que, assim como eu, tinha uma galera se olhando, incrédula, como se tivesse passado um disco voador pelas nossas cabeças e ido embora.

Eu sentei no chão alguns instantes, pra esperar o grosso da manada se mandar pra eu ir depois, e fiquei pensando a respeito dessa loucura que mexeu com as nossas vidas uns 40 dias e teve seu ápice no dia 07 de novembro de 2010.
Aí vi que a brevidade da coisa ditou a intensidade. Não que um show de Paul McCartney já não fosse motivo suficiente pra deixar qualquer cara que curte rock com taquicardia só de pensar, mas diferentemente da maioria dos grandes shows – e uns nem assim tão grandes – entre o anúncio da vinda da turnê Up and Coming pra Porto Alegre, até o show propriamente dito, foi pouco mais de um mês!

E isso, amigos, é uma covardia! O Cirque du Soleil teve a sua estréia em Porto Alegre anunciada um ano antes, assim como a venda se seus ingressos. O Planeta Atlântida começa a ter sua musiquinha tocada na mídia uns 4 meses antes. Por que pra ver o Homem-Maior foi na base do cagaço? Porque não esqueçamos que os fãs do Paul, em sua esmagadora maioria, esperam um boooom tempo pela oportunidade de vê-lo ao vivo! No meu caso, há 37 anos…

Por isso que ficou todo mundo enlouquecido e se rasgando com medo de não conseguir ingressos, planejando homenagens, combinando cerveja na fila, fazendo amizades, enfim, em coisa de 40 e poucos dias vivemos um verdadeiro Helter Skelter. Aí no momento em que terminou o espetáculo, luzes acesas e tudo, ficamos contemplativos pro horizonte e se perguntando o que havia acontecido.

Bah, e agora, gaudério Paul? Como é que a gente vai viver sem ouvir o teu TRILEGÁUUUUU, ou o teu OBRIGADO GAÚCHOS? Mas que diabo de coração tosco esse nosso que acordou hoje com aquela agonia de ter tido e perdido!

Foi fantástico, foi mágico. Mas vai dizer que não tá um vazio?

It's not over yet!

08 de novembro de 2010 2

Amigos, vou sugerir que me enviem fotos do show! Aí publicarei aqui para que todos nós compartilhemos aquele inesquecível momento de ontem!

Portanto mande para este email!


Bah, eu ainda to meio fora da casinha…


E agora?

08 de novembro de 2010 16


Eu, Marlise e os amigos que fizemos no gargarejo.

E agora? O que será da nossa vida depois de ver o homem-maior em ação? Como expressar em poucas linhas aquilo que aconteceu no Beira-Rio ontem à noite? Será que eu consigo elevar a minha redação à condição iluminada para ser compatível com a catarse, com a absoluta perfeição que molhou os olhos de 50 mil pessoas?

Como colocar aqui, em um espaço limitado de métrica e prosa, a poesia perfeita, potente e delicada que maravilhou netos, filhos e avós? Será que eu tenho essa luz? 
Certa vez ouvi alguém dizendo que não devemos nos deixar levar pela emoção do momento para expressarmos a nossa opinião, ou mesmo tomar uma decisão. Desculpem-me, mas, por mais que eu tentasse, jamais conseguiria me distanciar da emoção que tomou conta da gente das 21:09 às 23:57 do dia 7 de novembro de 2010. E mesmo porque, eu não quero me distanciar mesmo…

Eu não tenho vergonha de admitir que eu chorei. Chorei ininterruptamente nas primeiras 4 músicas. Depois me acalmei um pouco. Mas quando ele começou a tocar Let it Be começou de novo.

Azar, dane-se! Eu posso dizer que cantei junto com Sir Paul, chorei com milhares de pessoas e estou até agora (e ficarei pelo resto da minha vida) me lembrando de cada segundo!

Queria agradecer a todos por ter seguido o blog, alguns dos quais acabei conhecendo pessoalmente no show e antes, na fila. A beatlemania está aí. Em cada esquina, na coleção de discos, nas camisetas, naquela gurizada comprando a primeira guitarra e dedilhando Day Tripper, nos cabelos compridos, no All Star, no jeans, nos terninhos e principalmente, na idéia de que, pelo menos num momento, todos os diferentes se unem para entoar um refrão sem letra. Um refrão que diz NA NANA NA e faz até o mais casca grossa chorar.

Queria dizer obrigado pra minha mulher, que me acompanhou, ficou horas na fila pra comprar e horas na fila pra entrar. A minha companheira e que precisava estar num dos momentos mais importantes da minha vida. Paul cantou pra nós, meu amor. Eu dancei My Love com my love.

Enfim, obrigado a vocês que acompanharam o Fans on the Run e obrigado a você, Sir Paul!

E agora?


...

08 de novembro de 2010 7

Estou em estado de choque. Amanhã posto algo.


Boa noite.

É hoje!!!!

07 de novembro de 2010 5

É isso! É hoje! Chegou o momento! Não consigo pensar, respirar ou admitir outra coisa! O homem tá em Porto Alegre desde ontem! Respirando o mesmo ar, vendo as mesmas coisas e vai quebrar tudo hoje a partir das 21 horas!

A todos que seguiram esse blog o meu obrigado! A gente se encontra no Beira-Rio!

E lembrem-se: in the end, the love you take is equal to the love you make… (Lennon/McCartney – 1969 – Abbey Road)

É a Beatlemania, alguma dúvida?

06 de novembro de 2010 4


Porto Alegre, 2010 ….. digo, New York, 1964!

Vendo as imagens da galera amontoada na frente do Sheraton cantando músicas dos Beatles e esperando algum aceno de Paul só me faz concluir que a Beatlemania não morreu. Tá uma loucura, uma aglomeração, gente com megafone, o trânsito tá um caos!

Uma gurizada de 13, 14, 15 anos e uns tiozões de 50 e lá vai pedrada transformaram Porto Alegre de 2010 em New York de 1964! Acho que nem o próprio Paul imaginaria. Ou imaginaria?

Em 1964, quando os Beatles visitaram os EUA pela primeira vez, havia uma multidão os esperando no JFK. Casualmente uma miss que estava no primeiro avião achava, humildemente, que a comoção era pra ela. Coitada, era pros caras.

Na boa, a Beatlemania nunca morreu, estava apenas adormecida, hibernando, enquanto aguardava uma visita por aqui dessa figura ilustre. Bah, esse show vai ser algo!


Faltam algumas horas…

Camarote TVCOM

06 de novembro de 2010 2



Este que vos escreve e a cidadã emérita Kátia Suman

Pessoas! Ontem participei do programa Camarote TVCOM com Kátia Suman direto do Beira-Rio. Com muitos convidados e fãs! Não tive tempo de postar antes da transmissão ao vivo, porém, hoje tem reapresentação no canal 36 TVCOM às 13:30, não percam, tava bem divertido!

Pra quem mora onde não pega TVCOM acessem pelo site www.tvcom.com.br

Falta 1 dia… YAY!!!!!!!