Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Coluna do DC - 14/01

14 de janeiro de 2013 0

Foto: Wesley Santos/Pressdigital

No Rio, por Cléber Santana

O meia Cléber Santana confirmou neste final de semana, à imprensa carioca, a proposta do oficial do Criciúma e não descarta esta possibilidade. O ruim é que confirmou o interesse do Botafogo, do Náutico e do Goiás agora também.  Cléber ainda dá prioridade ao Flamengo na negociação. A novidade que trago hoje aqui _ você tem acompanhado o passo a passo da negociação desde que ela surgiu _ é que o gerente de Futebol do Tigre vai ao Rio de Janeiro neste início de semana para conversar frente a frente com Cléber e com os dirigentes do Flamengo. Rodrigo Pastana pretende convencer o meia a aceitar definitivamente a proposta do Criciúma. Nos bastidores, o presidente do clube, Antenor Angeloni, que não tem conversado com a imprensa, está feliz da vida com a tentativa, tem dado força para que o negócio aconteça e espera contar com o meia no time dele nesta temporada.

Marquinhos

Pode sair hoje o acerto entre Avaí, Grêmio e o meia Marquinhos. Está tudo muito bem encaminhado, mesmo com a indisposição de Fábio Koff, em Florianópolis, ontem. O contrato deve ser de empréstimo por um ano e meio, mesmo período que falta para o término de contrato dele no tricolor gaúcho, e Grêmio e Avaí devem dividir o salário do jogador. Para o Avaí, mais uma vez, é um grande investimento. Para o Grêmio, uma economia. A verdade é que o Avaí ganharia muito com a presença do eterno camisa 10 da Ressacada. Marquinhos daria personalidade e identidade ao novo time.

Copa São Paulo

Muito expressiva a forma como o Figueirense passou à segunda fase da competição. Foram três vitórias e nenhuma dúvida da qualidade e da força do time treinador por Fernando Gil. Agora é passo a passo pra tentar reviver a tão lembrada geração de 2008. É muito complicado, mas os garotos têm todo direito de sonhar. Em relação a Avaí e Criciúma, que ficaram pelo caminho, a decepção mesmo foi o Criciúma, eliminado por antecipação. Para os garotos sempre fica a experiência.

Joinville

Escrevi aqui na semana passada sobre o Joinville que projetava para o início do catarinense. O Jec que entrou em campo no sábado passado e venceu o Rio Branco-PR teve duas diferenças. Jogou num 4-5-1, com Marcinho fazendo o último homem de meio-de-campo em vez do 4-4-2 que tinha projetado. Na defesa a dupla foi Jussani e Sandro em vez de Rafael e Jussani. É um time forte do mesmo jeito. É um time que tem alternativas e vai dar possibilidades para Arthur Neto. Abram bem o olho com o Jec.

Enquanto o zagueiro não vem

Alguém me soprou que Adilson Batista pode aparecer com uma de suas surpresas na defesa do Figueirense. Na entrevista de apresentação, na última sexta-feira, William Magrão falou em jogar como zagueiro também. Mas pelo que alguém me disse, não é bem isso que se passa na cabeça do treinador alvinegro. Um outro volante está na mira para recuar para a defesa. Este volante é Nem, aquele que veio do Juventude. Nem deve ser um dos homens “multiuso” do treinador. Vamos aguardar!

Envie seu Comentário