Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Mais uma chance para o Figueirense

09 de novembro de 2013 2

Coluna do Diário Catarinense em 09/11/2013

Mais uma chance
O Figueirense começou muito bem a competição e nas 15 rodadas iniciais o time permaneceu oito no G4. Até a 15ª rodada, ainda sob o comando de Adilson Batista, esteve entre os seis primeiros sempre. Mas aí vieram as lesões graves, a falta de reposição, a queda de rendimento, e a derrota para o ABC, na 16ª rodada. Adilson caiu e o Figueirense nunca mais voltou a ser o mesmo. Nunca mais o time se aproximou do G4 depois da queda de Adilson. Teve muitos altos e baixos. Mas sempre teve uma nova chance. Como no jogo contra o Atlético-GO, no Scarpelli _ o time falhou; como no jogo contra o Joinville, no Scarpelli também _ o time falhou. Agora o Figueirense tem uma nova chance. Vive o momento mais feliz e de maior encontro com o torcedor. Tudo por causa do clássico. É hora de não falhar mais.

A chave do jogo
Paciência! O Figueirense vai ter que jogar com muita paciência, que não quer dizer lentidão e marasmo. Paciência pra não rifar a bola e dar os contra-ataques que o Guaratinguetá quer. Paciência para entender que pode ser um pouco mais complicado e demorado pra furar o bloqueio defensivo da equipe adversária. Paciência pra não ter ansiedade de querer fazer o gol decisivo já na primeira jogada. O time tem que entender que o jogo é diferente do que foi o clássico e que fazer quatro gols num primeiro tempo não é todo dia. E o torcedor também tem que entender isso pra não passar ansiedade aos atletas.

Repercussão e detalhes
Repercutiu muito bem entre os torcedores a informação da renovação do executivo de futebol do Figueirense, Rodrigo Pastana. Dou mais detalhes aqui sobre as discussões. Na segunda-feira, dia 28 de Outubro, no início da semana do clássico houve uma reunião à noite com os homens da diretoria e Pastana.  Ali foram traçadas as diretrizes para 2014 e Pastana fez sua proposta para ficar e o presidente também falou o que queria. Mas o martelo não foi batido. Na segunda passada, dia 04, após o clássico, e a vitória retumbante sobre o Avaí, Pastana reuniu novamente com o presidente e teve resposta positiva com a certeza de que seria o homem do futebol para 2014. A partir de então já começou a trabalhar o orçamento. Com o quadro atual trabalha com números bem mais enxutos e um orçamento complicado para o ano que vem. Se o Figueirense conseguir o acesso este ano, os números mudam, obviamente. Mas o superintendente já está trabalhando 2014 e montando o quebra-cabeças para a próxima temporada.

A vitória que ninguém tem
O Joinville vai a São Paulo hoje lutar por um grande trunfo _ vencer o Palmeiras. Nenhum catarinense conseguiu vencer o líder disparada da série B este ano. Avaí e Figueirense perderam duas vezes; a Chapecoense empatou; o Joinville perdeu em casa. Se fizer a vitória neste sábado o Joinville entra como forte candidato a uma vaga na série A do ano que vem, acumulando a quarta vitória seguida e fazendo o resultado que é diferente. Vale muito hoje então. O JEC renasceu na competição e tem condições de aprontar pra cima do Palmeiras.

Comentários (2)

  • A MAIOR, MAIS LINDA, MAIS VIBRANTE DE SANTA CATARINA diz: 10 de novembro de 2013

    Médias dos clubes de FLORIANÓPOLIS

    Avaí

    17 jogos

    Público Pagante (total) = 112.105

    Média = 6.595

    Figueirense

    17 jogos

    Público Pagante (total) = 80.499

    Média = 4.735

    Diferença de apenas 1 ponto na tabela (53 a 52) sendo que o Figueirense tem 1 vitória a mais, pode entrar no G4 na próxima rodada e o Avaí chegou a estar no Z4.

    Fora o fato de ter tido os 2 maiores publicos de SC na Série B, com 17.108 e 16.039.

    NÃO TEM MAIS GRAÇA, É MUITO RELHO NELAS!

  • Antonio Emilio Morga diz: 10 de novembro de 2013

    ALô DIRETORIA DO FIGUEIRA

    FIGUEIRENSE X ABC. 10 reais o ingresso e 15 mil enloquecidos torcedores.

Envie seu Comentário