Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A Copa ainda vive

01 de agosto de 2014 0

Estive em Buenos Aires nos últimos cinco dias e posso garantir que a Copa do Mundo 2014 ainda está muito presente. Os sentimentos dos argentinos são de muito orgulho e gratidão pelo que a Seleção deles fez aqui no Brasil durante o Mundial. É claro que estão frustrados com a derrota para a Alemanha na final do Maracanã, ainda mais pelas oportunidades que tiveram de vencer, mas estão conformados. As bandeiras ainda estão nas janelas, os outdoors ainda mostram os astros do time, as revistas têm nas capas Mascherano e Romero – principalmente – e nas lojas as camisas oficiais ainda estão expostas como se a competição ainda estivesse em andamento.

O técnico da seleção que esteve na Copa, Alejandro Sabella, é tratado como um dos heróis pela torcida e pela imprensa local e a saída dele, que seria confirmada na quarta-feira – dia da morte de Julio Grondona, presidente da Associação de Futebol da Argentina – era tratada com certa tristeza.

Os argentinos não ganharam, mas não chegavam sequer à uma semifinal desde 1990. Então é fácil entender o sentimento do povo em relação à seleção. A frase que resume bem tudo isso estava estampada em um dos telões da Avenida 9 de Julho, perto do Obelisco, local das concentrações dos torcedores para os jogos, e dizia assim: “Obrigado, pois nos fizeram sonhar novamente!”

Envie seu Comentário