Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

A saída de Clayton para a Seleção Brasileira

30 de junho de 2015 2

No final das contas, a vontade de Clayton prevaleceu. É natural que um jovem e promissor atacante tenha os olhos brilhando com qualquer chamada para uma Seleção Brasileira. Clayton ficou quieto durante boa parte deste período em que o Figueirense tentou a liberação dele junto à CBF, mas no final da história revelou o desejo de ir – em entrevista ao repórter Janniter de Cordes, da CBN Diário, no último sábado. Externou isso também à direção do clube.

 

Leia mais sobre o Figueirense
Confira a tabela da Série A

Ao mesmo tempo, a CBF jogou duro com todos os clubes e com o Alvinegro também para que ninguém fosse liberado. O Furacão estava certo em querer segurar o atleta, mas era um caso difícil de administrar. Se estivesse na direção faria o mesmo. Mas se estivesse no lugar e na condição de Clayton estaria faceiro para jogar o Pan-Americano.

Comentários (2)

  • Emir diz: 30 de junho de 2015

    O tempo da escravidão já foi.Ninguém é dono de ninguém.

  • Marcelo diz: 30 de junho de 2015

    O que vai acontecer é que vai ficar cheio de “olho-gordo” pra cima do guri.
    Arriscado a nem voltar mais pro FURACÃO.

Envie seu Comentário