Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Julgamento que poderá definir o campeão Catarinense de 2015 será dia 15

07 de julho de 2015 10

No Bate Bola, na TVCOM no domingo à noite, já havia informado o que pude confirmar mais uma vez na segunda-feira: vai ser no dia 15, quarta-feira da semana que vem, o julgamento do Joinville , no Pleno do STJD. Vai ser uma sessão extraordinária, em Belo Horizonte, Minas Gerais. É a questão do atleta André Krobel, relacionado com inscrição irregular para o jogo contra o Metropolitano, pela rodada final da Semifinal do Catarinense 2015. O Pleno pode confirmar as decisões anteriores do TJD Catarinense ou reformar. É o julgamento final na esfera da Justiça Desportiva. O que sair de lá é o que vale como decisão para que a FCF decida o que vai fazer com o Catarinense 2015. Portanto, vão ser duas semanas de embates entre Figueirense e Joinville – um dentro de campo e outro fora dele.

Leia mais sobre o Figueirense
Confira outras noticias sobre o Joinville 

Uma final para sempre

A semana marca o reencontro de Figueirense e Joinville depois da polêmica e ainda não decidida final do Catarinense 2015. Além de toda a rivalidade histórica, que já esquentaria o encontro de amanhã, ainda há agora essa longa batalha jurídica que deve valer a decisão do Estadual. Tudo isso vai para o gramado do Orlando Scarpelli. Dentro de campo cada  equipe vai querer comprovar quem é o real campeão catarinense do ano. Fora dele vai haver uma pressão da torcida do Figueirense para que isso esteja vivo – uma cobrança pra que o time vença para comprovar que deveria ser declarado mesmo o campeão. Mas é bom salientar que o Estadual dentro de campo já foi, que agora é Brasileirão e que o JEC, por exemplo, já não é mais quase nada daquele time que foi à final do Catarinense. É bom lembrar que no Brasileirão as equipes vivem situações diferentes – o Tricolor com a faca no pescoço e pressionado pelos péssimos resultados, enquanto o Furacão está em ótima fase após vencer Goiás e Flamengo. Mesmo com tudo isso, e com qualquer decisão que vier dos tribunais, essa final vai ser para sempre discutida.

Comentários (10)

  • waltencir diz: 7 de julho de 2015

    joinveja vice campeão e rumo a série b.

  • david diz: 7 de julho de 2015

    JECaiada devolvam nossa taça.Larápios.

  • Fabio Lancaster diz: 7 de julho de 2015

    E a sua opinião, Faraco.

    Um time pode colocar jogador sem contrato, mesmo que no banco de reserva?

    A regra é clara:
    Fazer constar da súmula = Perda de pontos.

    Não cabe margem para interpretação.

    E aí, o que achas? Onde está a brecha do JEC?

  • Eugenio Arima diz: 7 de julho de 2015

    Prezado Faraco,

    Perdoe-me mas não enxergo polêmica alguma na medida que se deva aplicar os mesmos critérios que foram empregados durante o campeonato.

    Basta ver o caso do Marcílio Dias, punido com a perda de seis pontos em situação idêntica ao caso do Joinville.

    Pelo bem do futebol, e pelo fim das diatribes e maracutaias, que o Joinville perca os pontos e seja cassado o título de vice-campeão, que deveria ser declarado vago.

    Chega de escândalos e incompetência. Se o Joinville a exemplo do Marcílio, foi incompetente na escalação, que seja punido.

  • Roberto diz: 7 de julho de 2015

    A culpa desta situação é da Federação Catarinense de futebol que propiciou uma panaceia onde teria uma única opção: refazer as finais. Agora é só entregar o título ao campeão: o Figueirense

  • Darlan diz: 7 de julho de 2015

    Aquele gordo do Delfim ainda quer ser presidente da CBF, não conseguiu nem administrar um campeonato estadual, por isso que nosso futebol esta apagado e fora de moda. quanto ao Joinville time pequeno é assim fez pressaõ para jogar a final e agora vai perder o campeonato.

  • Marcelo diz: 7 de julho de 2015

    O Delfim fez uma baita de uma kagada, só para satisfazer o seu ego ditatorial.
    Jamais deveria ser permitido a realização das partidas finais, sendo que o campeonato estava “sub judice”.
    Esse é o problema do: “Eu faço, eu mando, eu prendo, eu solto”.
    Uma hora vai dar tudo errado e a casa pode cair.

    Figueira CAMPEÃO.

  • ANTÔNIO-PH diz: 7 de julho de 2015

    DENTRO DE CAMPO ???
    Dentro de campo , foram dois empates, lá e aquí …
    Do regulamento : dois resultados iguais daria o título a quem fizesse o último jogo em casa, caso tenha terminado o segundo turno na frente do adversário…
    Também do regulamento : NÃO COLOCAR EM CAMPO OU FAZER CONSTAR EM SÚMULA JOGADOR COM MAIS DE 20 ANOS SEM CONTRATO DE JOGADOR PROFISSIONAL COM SEU CLUBE…
    PERGUNTA : PORQUE O REGULAMENTO SERVE PARA DAR O TÍTULO AO JEC E NÃO SERVE
    PARA PUNIR O JEC , QUE NÃO CUMPRIU O MESMO REGULAMENTO ???
    O RESULTADO MAIS COERENTE E JUSTO :
    FIGUEIRENSE BI CAMPEÃO DE 2015
    JEC BI VICE….
    E toca o barco…
    E PODEM ESPERNEAR E CHORAR À VONTADE, POIS O CHORO É E SEMPRE SERÁ LIVRE…

  • ANTONIO diz: 7 de julho de 2015

    Qualquer clube que estivesse na situação do FIGUEIRENSE, estaria no mesmo direito de reivindicar os seus direitos, assim como fez o próprio JEC contra aquele time de GOIÂNIA que foi denunciado e perdeu a vaga para o JEC,(no tapetão) da mesma forma que o JEC entrou na justiça contra o AMÉRICA-MG, que com medo de ficar sem uma vaguinha na série “A” ,o que não foi necessário, ajudou diretamente ao B-VAI, que está na SÉRIE “A” hoje entrando pela JANELA (no Tapetão) graças ao JEC, e digam que é mentira …E o mais estranho,… ainda falam que o FIGUEIRENSE é o time do TAPETÃO … QUE INCOERÊNCIA E FALTA DE VERGONHA NA CARA NÃO É MESMO ???

  • JEC – TRICOLAÇO diz: 8 de julho de 2015

    Bando de peixeiros querendo ganhar o título no tapetão kkkkkkkkkkk. Se contentem com o vice ai na mini capital do berbigão. Aqui é JEC, da maior cidade do estado. Podem espernear kkkkkkkk.

Envie seu Comentário