Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O furto da taça do Catarinense

16 de julho de 2015 27

O furto da taça é um ato de vandalismo, que reflete a revolta do torcedor do Joinville com a decisão do STJD, na tarde desta quarta-feira. Representa um grito de contestação a tudo que está estabelecido depois de todo o processo jurídico. Representa também um protesto contra a própria diretoria do JEC, já que a casa do próprio clube foi arrombada. E, por fim, é mais um episódio dessa novela deprimente que se tornou o Estadual 2015.

Taça do Catarinense 2015 é furtada em Joinville
“Se faz outra taça, não tem problema”, diz presidente da FCF, Delfim
Roberto Alves: “furto da taça é uma vergonha”

A cada novo ato, o Catarinense vai entrando para a história de uma maneira pior. O que vai acontecer a partir de agora pouco interessa. Se a Federação vai fazer uma nova, se vão achar a taça roubada, o ato já é uma afronta, uma humilhação, é mais um vexame histórico. E o Estadual 2015? Seria melhor que pudéssemos passar uma borracha, apagar tudo e recomeçar.

Leia mais sobre o JEC
Confira outras notícias sobre o Figueirense

Comentários (27)

  • semprefigueira diz: 16 de julho de 2015

    Faraco,
    O JEC cometeu o erro, mas o Delfin é o maior culpado da lambança por deixar realizar os dois jogos e entrgera ataça, mesmo naquela situação.

    Isso sim foi uma afronta e deveria entregar a taça ao Figueirense de joelhos e com pedido de desculpas pois o que ele fez foi indesculpável.

    Sabendo do rolo, deveria chamar os clubes e a imprensa, mostrar o problema e negociar uma solução conjunta e as claras, apressando os julgamento e fazendo os jogos em data alternativa o mais breve possível.

    Foi querer dar peitada, agora assume a bronca e explica pra todo mundo a melancólica situação que provovou.

    O Figueira é o menos culpado. E olha só, a torcida do Figueira não está trsite como as reportagens estão querendo fazer crer. Se meia duzia pensa assim, não reflete a maioria.

    Fizemos mais pontos que o JEC no somatório do campeonato, não cometemos irregularidades, empatamos os dois jogos finais. SOMOS OS CAMPEÕES.

    SEMPREFGUEIRA

  • JM diz: 16 de julho de 2015

    Que peninha, queriam fazer uma careata, então pegam outra do museu.
    Os, não tem, são bem poucas e velhas.

    hihihihihi

  • Marcelo diz: 16 de julho de 2015

    Ola….vandalismo seu Rodrigo Faraco e ganhar titulo no tapetao,isso ja faz parte da historia do figueirense,em 1999 todo mundo sabe como foi o titulo,armaram um circo no estadio e fizeram aquela palhacada toda,nunca conseguiram sair da serie C pelo futebol ,entraram pra serie B pela janela……agora jogaram duas partidas com o JEC nao fizeram um gol,e por essas coisas que o futebol brasileiro ta um lixo faz tempo….eu ia a estadio com meus filhos,mas hoje prefiro ficar em casa vendo um jogo de tenis…..e as autoridades competentes com a seguranca nunca mais deixem a torcida do figueirense ir a joinville pq ai sim vc pode ter certeza que vai ter muito mais que vandalismo…..isso e o retrato de um Brasil decadente.

  • Igor Verdão diz: 16 de julho de 2015

    Isso reflete a incompetência e a história dos desmandos do futebol catarinense, coordenado por uma federação ultrapassada, centralizadora e monopolizada por uma família que enraizou-se e enriqueceu às custas dos clubes de SC. Não esqueçamos da conivência dos presidentes de clubes, que ano após ano, vem mantendo os Delfins no poder…Eu tenho vergonha, francamente.
    E o mais engraçado é ver o sapo barbudo e seu filhotinho marginal…balbuciarem mundo afora que o futebol catarinense dá certo e a prova são os 4 clubes na série…existem acéfalos que acreditam nestas idiotices…

  • ifm diz: 16 de julho de 2015

    Como diz o Miguel. Conta pro bonequinho, conta.

  • Glorioso Joinville Esporte Clube diz: 16 de julho de 2015

    Também acho que deveriam entregar a taça e homologar pro figueirinha.
    O Joinville é muito maior que isso, eu particularmente prefiro ficar mais um ano sem título do renomadíssimo campeonato catarinense do que ser um clube que na vida toda não tenha um título nacional expressivo. heheh

    Saudações Tricolores!

  • Da Barra diz: 16 de julho de 2015

    Faraco, o quê é isso?

    Que ciúme doentio é esse que acomete o Paulo Branchi em relação ao Argel?
    O “comentarista” não perde uma oportunidade sequer para “tentar” desabonar o nosso competente treinador.

    Parabéns ao Renato Semensatti, por intervir e afirmar que ELE estava presente na arena do jeca e que os fatos não foram verídicos segundo a versão do Branchi.

    As posições radicais do Branchi em relação ao Argel, só depõe contra o programa Debate Diário e contra o TVCOM esportes.

    Na tua visão Faraco, tererias chances do Branchi sentir ciúme de homem ou, ainda são
    as farpas daquele programa em que os dois quase saíram no pau?

    Pôs agora!

  • Luís diz: 16 de julho de 2015

    A dita revolta dos torcedores de lá foi provocada pelo lastimável ato do Dfim de promover a entregar da taça sabedor da total impropriedade de tal ato, bem como da imprensa que se fez de “tola” e incutiu nas pessoas de lá a falsa mensagem de que eles eram os vencedores do Campeonato.
    PS. alguém ai por favor esclareça aos “jornalista” a diferença entre furto e roubo, chega a ser cômico vocês falarem em roubo da taça, pois não foi roubo e não é taça.

  • Paulo Costa diz: 16 de julho de 2015

    Ameaça o Joinville de rebaixamento no Catarinense e no Brasileirão que a taça aparece rapidinho. Ou alguém tem dúvida que esse roubo foi ordem desse presidente trapalhão e falastrão.

  • Alvinegro diz: 16 de julho de 2015

    Passar borracha??????????????????????????

    A história não se apaga meu caro…….

    O bva foi campeão de forma irregular, através de um canetaço, no entanto lá consta eles como campeões…..

    Não tem essa, o Figueirense é o legítimo campeão, e nem o roubo do troféu vai apagar isso.

    Agora, a história do roubo, ninguém vai apagar também, pois vai ficar caracterizado o quanto aqueles torcedores são mimadinhos e acostumados a não aceitarem a lei e a ordem jurídica e administrativa.

    Eles tem mais é que aceitar que a direção do JEG cometeu um erro crasso, cuja classificação deles ao hexagonal se deu da mesma forma em relação ao Marcílio Dias, que perdeu 6 pontos e possibilitou a chegada deles a disputa do título.

    Quebra tudo Figueira, Bi-campeão Catarinense 2014/2015, e 17 vezes campeão estadual.

    Sds Alovinegras

  • Lucas diz: 16 de julho de 2015

    Faraco,
    Revolta do torcedor do Joinville? Protesto contra diretoria?
    Você sabe por acaso quem roubou a taça? Estás dizendo que foram torcedores do Joinville que roubaram a taça sendo que na investigação de hoje de manhã o furto ficou despercebido por 70 câmeras de segurança. Cuidado com o que falas parceiro, nao da para falar qualquer coisa sem ter provas, sigas o exemplo do teu companheiro, Roberto Alves que falou muito bem sobre isso.
    Saudações

  • Elias diz: 16 de julho de 2015

    Ela sumiu saiu andando, conta outra mokiridu…

  • Semprefigueira diz: 16 de julho de 2015

    É simplesmente patético.
    O time que mais procurou os tribunais nos últimos anos, sendo favorecido por varias decisões como bem ficou detalhado em reportagem da PLACAR, agora não aceitam a decisão judicial.

    E pior, ainda escondem a taça e dizem que 70 câmeras nenhuma filmou ninguém roubando. É ridículo, coisa de time pequeno, de gente com mentalidade tacanha.

    A justiça só serve se for pra favorecer. Só faz justiça se for o favor. Se não for, esperneiam, reclamam, roubam a taça.

    Sem comentários. É muita baixaria.

    E quanto a decisão Faraco. Lembre aos avaianos que ele tem dois títulos ganhos no canetaço e que por conta desses títulos passaram anos garganteado-se os maiores campeões do Estado. Vamos fazer justiça com o Figueira pra variar, vamos?

    Semprefigueira

  • Rico diz: 16 de julho de 2015

    Esse furto tem jeito de ser coisa de avaiano, para comemorar o primeiro lugar no quadrangular dos rebaixados.
    Bvai, devolvam a vaga do America/mg

  • Rogério diz: 16 de julho de 2015

    a torcidinha do Joinveja deveria estar brava é com a diretoria do JEC e o presidente do JEC que erraram ao botar jogador irregular no banco. O Figueira não tem culpa do amadorismo e várzea do JEC, só buscou seus direitos pois regra é regra e todos tem que cumprir. Xupa que o limão é azedo, cidade das flores e do balé !

  • Jequeano diz: 16 de julho de 2015

    O “roubo” onde quer que tenha acontecido (poderia ter sido em Florianópolis também, pq não?) é lamentável e inaceitável. Condeno esse tipo de atitude, não é assim que as coisas tem que ser resolvidas. Muito menos com violência.

    Mas agora, o que não é aceitável também é alguém vir aqui e dizer que foi fulano, cicrano, que foi a diretoria / presidente do JEC que mandou fazer isso.

    SE FALARAM, SE ESTÃO ACUSANDO ALGO OU ALGUÉM, VÃO TER QUE PROVAR!

    Caso contrário abre um outro precedente maior e mais perigoso ainda do que tudo o que já aconteceu na decisão do Catarinense deste ano que é gente ter que responder e ser processado por “calúnia”.

    Vamos ser mais racionais! Somos adversários, não INIMIGOS!

  • Jequeano diz: 16 de julho de 2015

    “Ou alguém tem dúvida que esse roubo foi ordem desse presidente trapalhão e falastrão.”

    Era sobre isso aqui que eu estava me referindo.

    Quem acusa, tem que provar!

  • tinho sangue azul diz: 16 de julho de 2015

    Sem taça, sem campeonato. A “nova” taça vai ser tão falsa como o título!!!!!! Testemunhas avistaram OVNIs na noite do ocorrido, na região metropolitana de Joinville, tendo como uma grande possibilidade, dela ter sido abduzida. De um limão se faz uma limonada. Acredito que o pessoal do marketing do FigayrenC deva aproveitar o momento e assim homenagear a todos que de alguma forma contribuíram para as “conquistas no tapetão” (4 em 21 anos) com a confecção de um tapete, em substituição a taça, assim poderiam bordar no TAPETE os seus advogados e juízes, os acessos Fluminense- Caxias-título 1999 o gol de mão, o ídolo (em recuperação) França-Edmundo. Possibilitando desta forma a venda de vários tipos e tamanhos e com o seu múltiplo uso. No mais: Avaí ® – Campeão do Século XX ® (CNPJ de 1923), Clube do CCRRÉÉÉUUUU… ® , rumo à hegemonia, que por direito sempre foi dele ®.

  • Felipe Criciúma diz: 16 de julho de 2015

    Parabéns pelo post feito a respeito da vitória do Criciúma, e eu achando que tu era um dos poucos imparciais, que ingenuo que eu fui.

  • Roberto do Campeche diz: 16 de julho de 2015

    Podem espernear Bailarinas..faz bem “Alongar”, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk… Agora em Relação à taça, podem enfiar aonde quiserem , pois vocês JeCavilleanos sabem que Erraram e não estão querendo aceitar o Erro dessa Diretoria de Vocês que é muito Fraca, tanto na parte política,quanto na Jurídica…acham que estavam lidando com o América – AM ou América MG ? É FigueirAAAA porra…Bi Campeão… A única taça que queremos e temos é a de Champanhe.. Prá Brindar..Tin Tin? Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Youssef Abdullah Dulaimi diz: 16 de julho de 2015

    Respeito o seu ponto de vista, mas num país onde os políticos dão péssimo exemplo e a corrupção corroeu a ética e a moral, não vejo o roubo da taça como fato relevante, ou que desmoralize o já imoral futebol catarinense onde temos como presidente da federação um parasita que se perpetuou no poder com o aval dos clubes e com conduta no mínimo duvidosa. Não faço apologia a baderna, mas parabenizo esse torcedor pelo feito, pois é uma clara manifestação de protesto contra os hipócritas que falam de moralidade e sentem-se “envergonhados”. Penso que faltou criatividade ao autor pois deveria enviá-la via sedex ao Figueirense, para demonstrar o quanto é insignificante este campeonato (amador) catarinense.

  • A verdade diz: 16 de julho de 2015

    Quando o JEC subiu da série D para a C no tapetão estava tudo bem e os bailarinos aceitaram e aplaudiram a “JUSTIÇA”. Como diz o japonês, o JEC é um TIMINHOMIXURUCA.

  • Juliana Desterro diz: 16 de julho de 2015

    “Joinville x América-MG – Ficou alguma mágoa da denúncia?
    Joinville foi o responsável por denunciar a irregularidade com o lateral Eduardo no América-MG
    Agência Futebol Interior Publicado em 22/09/2014
    por Agência Futebol Interior

    Joinville, SC, 22 (AFI) – Com a perda de 21 pontos após decisão do STJD pela relação do lateral-esquerdo Eduardo de maneira irregular em quatro partidas, o América-MG despencou para a lanterna do Campeonato Brasileiro da Série B. O time só foi a júri após denúncia do Joinville, que na época via no time mineiro um forte candidato na luta contra o acesso. Decorrido quase um mês após o ocorrido, os dois times se enfrentam nesta terça-feira, às 19h30, pela 25ª rodada da competição.’
    O América corre risco de deixar a liderança da Série B e ir diretamente para a zona de rebaixamento. Uma denúncia do Joinville sobre jogador irregular ameaça o Coelho com a perda de 21 pontos no campeonato.

    Quando é para eles ( JEC ) a denuncia procede e a lei tem que ser cumprida.

  • EDUARDO FURACÃO diz: 16 de julho de 2015

    TINHO SANGUE AZUL… CALCINHA…
    FIQUE QUIETINHO , O TEU TIMÉCO SÓ ESTÁ NA SÉRIE “A” DESTE ANO ,ATRAVÉS DO TAPETÃO , JANELÃO, NO LUGAR DO AMÉRICA-MG, E DENUNCIADO PELO JOINVILLE, QUE NEM COMPETÊNCIA PARA DESCOBRIR O ERRO DO AMÉRICA O TE B-VAI NÃO TEVE.
    AGORA VEM QUERER FALAR GRACINHAS POR AQUÍ ??? VAI PRIMEIRO DEVOLVER OS 3 TÍTULOS GANHOS NA CANETA DO GOVERNADOR E PAGAR AS FALCATRUAS QUE FIZERAM ATÉ HOJE, O VERDADEIRO TIME QUE SUBIU EM CAMPO FOI O AMÉRICA-MG E NÃO VOCÊS CAMBADA DE JANELENSES…CAMPEÕES DO QUADRANGULAR DA MORTE… ELIMINADOS PELO FIGUEIRA DA COPA DO BRASIL…ESQUECEU DOS 4 A 0 DENTRO DO CURRAL ???
    CNPJ-ENDIVIDADO E HEGEMONIA DE TRAPASSAS , A VERGONHA DE SANTA CATARINA AGORA JUNTO AO JEC…

  • Antônio Damasceno diz: 17 de julho de 2015

    JEC, Figueirense, FCF e STJD, se merecem!
    O primeiro reinou no tapetão na década 70/80, o segundo reina agora, além de ter sempre um apito amigo.
    Federação tá sempre de braços dados com o poder $$$$ e O tribunal julga com isenção de um membro de torcida organizada.
    Ladrão que rouba ladrão…

  • Marcelo Pereira diz: 17 de julho de 2015

    Faraco, o erro foi da FCF. Quem deveria analisar o registro dos jogadores do JEC era o próprio Figueirense, ou qualquer outro clube, mas não a FCF. A FCF agiu contra um próprio filiado, nesse caso o JEC. Vejamos:
    - quem percebeu o erro no registro do atleta do Nacional-AM no jogo contra o JEC pela séire D? A FCF, a CBF? Não, foi o jurídico do JEC
    - quem percebeu o erro no registro do atleta do America-MG no brasileiro da B do ano passado? A FCF, a CBF? Não, foi o jurídico do JEC.

    Por que, então, tanto empenho por parte da FCF em analisar, minuciosamente, todas as súmulas dos jogos do Joinville no estadual de 2015? Cabe aos clubes, ao TJD, e NÃO a FCF, denunciar e buscar prejudicar um próprio filiado, que por sinal, é o que mais gera receita, em arrecadação, para a instituição, segundo o próprio presidente.

    Mudando de assunto, a alegria com que os jornalistas da RBS trouxeram a notícia, em âmbito estadual ou em blogs, deixaram claro para todo estado a preferência da emissora. Não ví ao menos um, UM único comentarista da RBS capital divergir da resolução do STJD em relação ao título. Aliás, o que estava em julgamento não era a definição do campeão, mas sim se a punição imposta pelo TJD-SC seria mantida ou não. Sendo assim, não cabia ao STJD essa decisão. Recomendo menos paixão e mais razão para os jornalistas da Ilha.

    Um abraço,

    Marcelo Pereira
    Joinville – SC

  • Everton – Chapecó diz: 17 de julho de 2015

    Olha só o rolo!!! O “Zé Goiaba” do Delfin deveria ter aguardado o julgamento do JEC, perderia os 4 pontos e entraria na disputa sem a vantagem dos empates… pronto estaria resolvido, entraria na disputa sabendo da real situação, a taça seria entregue ao campeão legítimo, não teria julgamentos intermináveis, a taça não seria roubada e o fiasco seria infinitamente menor. Agora o “Zé” diz que vai fazer outra taça. Se entregar a outra taça e o JEC entrar com recursos sei lá onde e ganhar, o que o “sujeito” que me recuso a colocar adjetivos, vai fazer? Tirar a taça do Figueirense e dá-la novamente ao JEC? E ai se o Figueira entrar com recursos e obter parecer favorável, vai tirar do JEC de novo e dar ao figueira??? Como diria o Chaves, “Mas que Burro, dá zero pra ele!”

Envie seu Comentário