Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Chegou bem

31 de julho de 2015 0

O novo diretor de futebol do Joinville, João Carlos Maringá, foi muito bem na apresentação dele, na última quarta-feira. Com um discurso forte, comprometido, realista e carregando uma identidade inegável com o Joinville, ele falou o que Joinville – diretoria, jogadores, imprensa e torcedores – precisavam e queriam ouvir.

Leia todas as notícias sobre o JEC
Confira a tabela da Série A do Brasileirão

Em resumo, Maringá mostrou em poucas palavras que o Jec agora tem alguém que vai ser mais que um profissional do futebol trabalhando no dia a dia. Maringá deixou claro que vai ser um guardião de tudo que o Jec representa pra todos. É claro que ele não vai poder resolver tudo e que escapar do rebaixamento é um tarefa muito difícil. A questão agora é a identificação, é o carinho que o Joinville Esporte Clube precisava e que o torcedor do Joinville precisava saber que haveria alguém tratando o time com o mesmo respeito e a mesma paixão que o torcedor tem.

Mesmo que o presidente Nereu tenha feito questão de eximir Maringá de qualquer culpa por um eventual rebaixamento no final do ano, o diretor chamou a responsabilidade e arregaçou as mangas para defender o Jec.

Envie seu Comentário