Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Vai com calma, René Simões!

05 de setembro de 2015 3

Os resultados davam o respaldo que o técnico René Simões precisava para mudar, para experimentar. E davam mesmo! Foram três vitórias nos três primeiros jogos e uma classificação expressiva na Copa do Brasil. Acontece que é razoável que o novo técnico do Figueirense vá com menos pressa. Era exatamente isso que falava na chegada dele, quando foi o escolhido para substituir Argel Fucks. Todo técnico tem sua forma de trabalho, sua marca e não vai ser diferente com René Simões.

 

Leia mais sobre o Figueirense
Veja a classificação da Série A

Só que um trabalho de um ano com uma característica forte não pode ser totalmente mexido em apenas quatro jogos. Nem foi isso que Simões fez. Só estou indo ao extremo para fazer o leitor entender. A primeira mudança que o técnico atual vem martelando é a questão da saída de bola sem os chutões. Já é uma mudança que vai exigir trabalho e repetição no dia a dia. A segunda mudança é estrutural, com a tentativa de montar a equipe num 4-1-4-1 contra o Grêmio. É um esquema bom, que é utilizado pelo líder do campeonato, o Corinthians. Acontece que em um ano com Argel o time jogou ou no 4-2-3-1, no 4-3-3 ou no 4-4-2 tradicional.

Então é bom que se tente evoluir e acrescentar, mas é preciso entender o tempo que o time tem para assimilar tudo isso. O agravante é a competição: uma Série A te atropela na mínima oscilação e o Figueirense ainda não está confortável na tabela para experimentar tanto.

Comentários (3)

  • Chico Itapema diz: 5 de setembro de 2015

    Cuidado com que escreve Faraco, sabe muito bem como tem ignorante por perto.
    Está semana você foi muito criticado por escrever a verdade, mas tem pessoas que gosta de ser bajulado sempre.
    - Mesmo sendo uma desgraça, uns azarados.

  • Leonardo diz: 5 de setembro de 2015

    Me responde uma coisa senhor Rodrigo faraco, por acaso se o título catarinense ficasse com o Joinville, se o Joinville ganhace na justiça ou se acacaso o Figueirense não entrasse na justiça para requerer a taça que é sua por direito, o que você iria escrever em sua coluna sobre o Joinville.

  • Guilherme diz: 5 de setembro de 2015

    Deveria parar de escrever sobre o Figueirense seu babaca! Até pedir desculpas pela falta de respeito com essa instituição de 94 anos.

Envie seu Comentário