Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O apito final da Série A

05 de dezembro de 2015 7

Perto das 19h deste domingo, o apito final em cada um das partidas vai dividir corações entre a alegria da permanência e a tristeza do rebaixamento. Serão milhares de corações apertados, acelerados, de torcedores nervosos, apreensivos e inquietos. A ansiedade foi a marca da semana. A espera pelos jogos foi angustiante. É um jogo só, uma rodada somente, mas vale por toda a temporada. Vale pela temporada que está terminando, pois será o resultado prático daquilo que foi feito, ou daquilo que deixou de ser feito. E vale também para a próxima temporada, pois o resultado de domingo vai projetar o que vai vir em 2016, com ganhos garantidos ou perdas significativas.

Léo Gamalho desfalca o Avaí contra o Corinthians
Carlos Alberto não acredita em corpo mole do Flu
Torcedores mandam mensagens  para de Figueira e Avaí

Serão cinco clubes e 90 minutos para cada um deles. Coritiba, Avaí, Figueirense, Vasco e Goiás disputam duas vagas na Série A 2016. O apito final nas partidas vai dividir alegrias e tristezas, heróis e vilões, competências ou incompetências, permanência ou rebaixamento, paraíso ou inferno. No esporte, e também no futebol, nada está escrito. Não há derrota prévia ou vitória na véspera. O apito final não vai determinar, mas vai confirmar o resultado construído em campo, no jogo de domingo e na temporada inteira. Avaí e Figueirense carregam a bandeira do Estado, do futebol catarinense. Que entreguem tudo e, ao apito final, deixem seus torcedores orgulhosos pela luta incansável. É o mínimo que se pede e se espera.

Os caminhos de Avaí e Figueira

O Figueirense precisa entrar em campo entendendo que tem dois caminhos para permanecer. O primeiro é vencer e esperar pelo tropeço do Avaí diante do Corinthians. O segundo é mais complicado, mas não desprezível. E o Furacão não pode virar de costas para ele. Vencer com mais gols para tentar tirar a vantagem no saldo de quatro gols que o Coritiba tem. Dá para fazer? Claro que dá! Mas é preciso estar atento a tudo. Clayton e Carlos Alberto têm que chamar a responsabilidade e decidir.

O Avaí tem a grande vantagem de não olhar para o lado. O Avaí tem que olhar para frente. Não depende de ninguém. Mas tem um adversário… O técnico Raul Cabral disse que é “improvável, mas não impossível!”. É assim mesmo! Vai exigir um Avaí 100% daquilo que pode fazer. Mas se fizer, deixa o problema para os adversários, por uma vaga estará decidida.

Comentários (7)

  • Everton – Chapecó diz: 5 de dezembro de 2015

    Mas a imprensa da capital é uma coisa séria mesmo?!?! Nunca falam na chapecoense!! Porque não falou da Chape neste texto Faraco???…. Não…. pera ai…… Ah, ta falando de risco de rebaixamento??? kkkkkkkkk
    Ah tá… Desculpa ai então! Beleza.. A Chape já se garantiu na “A” faz tempo… Pode continuar falando dos rebaixados! kkkkkkkk

  • Osvaldo diz: 5 de dezembro de 2015

    Eu sou avaiano mas não acredito que o AVAI consiga vencer o Corinthias. Vou ficar torcendo que o Vasco e Figueirense não vençam seus jogos. O time do AVAI não segura nem 10 minutos sem levar o primeiro gol. O time é simplesmente horrível.

  • William Alvinegro diz: 6 de dezembro de 2015

    Esperar do Avaí e que o Figueira levante a bandeira do Estado e nos salve!!!!!
    Estamos ferrados hehehehe clube deste naipe nem deveria existir, o que conseguiram em 100 anos cada!!!!!! uma vergonha para os manezinhos, única alegria foi conseguir acrescentar uns título citadinos no seu currículo como título Estadual, kkkkkkkkkkkkk
    Fora os títulos conseguidos com ajuda, e tem TANSO que se gavar disso.
    Que vergonha, que burros.

  • P.A diz: 6 de dezembro de 2015

    A lógica diz que os quatro rebaixados serão Joinville, Goias, Vasco e Avaí. Figueirense se não vencer o Flu não merece ficar, alias, já não teve capacidade de vencer a Chape que entrou em campo dizendo “me vença”, veremos qual a atitude agora contra um Fluminense que igualmente entrará dizendo a mesma coisa, “me vença”. O Avaí não deu sorte, jogará com um CUrintia já campeão mas com estádio lotado, e obviamente que seus jogadores não vão querer decepcionar a torcida, até porque muitos que jogarão precisam mostram serviço a cada minuto em campo. Portanto tarefa muito muito difícil para o Avaí. A outra vaga é do Coritiba (99%), mesmo que perca para o Vasco, só não pode ser goleado.

  • P.A diz: 6 de dezembro de 2015

    Uma curiosidade, se os quatro rebaixados forem mesmo Joinville, Goias, Vasco e Avaí, teremos ai a queda de 75% daqueles que ascenderam a série A este ano, apenas o Ponte se safaria. Mostra que para encarar a série A precisa muito mais do que manter uma base da série B.

  • César do Estreito diz: 6 de dezembro de 2015

    Se o Fluminense rebaixar o Figay-ense, compro uma camisa deles.

  • Mazinho Alvinegroa diz: 7 de dezembro de 2015

    Todos já sabiam, inclusive a bailarina-Pr., Manguaça!
    O único clube de toda a Santa e Bela com DNA de série A, deflorou o FLOR.

    Tadinho do Bvai!
    Clube pequeno, inadimplente, salários atrasados, devendo o ku-das-kalças, sem raça, um verdadeiro ajuntamento preguiçoso em campo., SIFÚ!, .. hehe!

Envie seu Comentário