Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de agosto 2011

Massa fácil para salsichinhas

29 de agosto de 2011 13

Foto Márcia Feijó

Sempre achei as massas com fermento biológico fresco meio complicadinhas e chatas de fazer. No sábado, quis fazer umas salsichinhas, que o meu filhote adora, e acabei encontrando uma receita be]astante simples. Ela é prática e se presta tanto para as salsichinhas quanto para vários outros petiscos, como esfihas, pãezinhos recheados (doces e salgados), minipizzas etc…

Me empolguei e acabei fazendo uma nova massa ontem. Assim, a merenda escolar de hoje já ficou garantida.

Achei que a massa das salsichinhas ficou bem mais leve do que daquelas que estamos acostumadas a encontrar em padarias  e supermercados.


Salsichinhas

Ingredientes:

375 g de farinha

100 ml de leite morno + 1 colher (sopa)

1 colher (sopa) de margarina

1 ovo + 1 gema

3 colheres (sopa) de açúcar

50 ml de óleo

1,5 colher (sopa) de fermento biológico seco

sal a gosto (cerca de 1 colher de chá – se for usar com recheio salgado, use um pouco mais)

salsichas pequenas para minicachorros quentes ou cortadas em tiras de cerca de 3cm


Como fazer:
Num recipiente, misture o leite (100ml), o fermento, a margarina, o óleo, o açúcar, um ovo inteiro e o sal. Acrescente a farinha. Forme uma bola e trabalhe a massa por alguns minutos, sovando bem. Cubra com um pano e deixe em local quente até dobrar de tamanho.

Abra a massa e corte em tiras. Enrole nas salsichas e coloque numa forma untada com óleo.

Faça uma mistura com a gema e a colher de leite que sobrou, para pincelar. Polvilhe orégano sobre as salsichinhas e leve ao forno pré-aquecido.

Leva cerca de 25 minutos para assar.


Quantidade:

Com esta receita fiz 24 salsichinhas tamanho pequeno (coquetel) e 15 pãezinhos do mesmo tamanho, recheados com chocolate.

Focaccia, nem pão nem pizza, mas ambos

25 de agosto de 2011 0

Fotos Márcia Feijó


Ela pode ser considerada a “mamma da pizza”. A focaccia nasceu na Roma Antiga e lembra aquelas pizzas caseiras, com massa alta e fofa. O modo de fazer a massa é semelhante, mas ela difere da redondinha em alguns aspectos.

Primeiro, justamente pelo formato. Ela geralmente é feita em assadeira retangular e depois cortada em quadrados ou pequenos retângulos. E, antes de assar, é pressionada com a ponta dos dedos (ou o cabo da colher de pau), para formar reentrâncias que permitiram que o azeite penetre na massa.

Segundo, porque sua massa é temperada com alho, alecrim ou sálvia.

E, por fim, porque sua cobertura dispensa o molho. Aliás, a focaccia dispensa até cobertura, de tão saborosa que fica sua própria massa, sendo regada apenas por um bom azeite de oliva.

Os tipos mais comuns são as de azeitona e de tomate seco. Aqui vai uma receita de focaccia e duas opções de cobertura.


Massa de foccacia


Ingredientes:

200 ml de água

1 colher (chá) de sal

3 colheres (sopa) de azeite de oliva

2 dentes de alho amassados

1,5 colher (chá) de alecrim fresco (ou sálvia fresca picada com uma tesoura)

400g de farinha de trigo

2 colheres (chá) de fermento biológico seco


Como fazer:

Misture os ingredientes num recipiente até formar uma massa homogênea.

Trabalhe a massa por 5 a 10 minutos.

Faça uma bola lisa e macia com a massa.

Coloque numa tigela, faça uma incisão com a faca, cubra com filme plástico ou um pano de prato úmido (para não ressecar) e deixe descansar por uma ou duas horas (dependendo do clima, pois quanto mais quente, mais rápido a massa cresce).

Quando duplicar de volume, trabalhe novamente a massa por cerca de 1 minuto.

Estique-a com as mãos e coloque numa assadeira untada co m óleo. Cubra com pano de prato e deixe a massa descansar por mais meia hora em local quente.

Faça buracos (sem transpassar totalmente a massa) de 2cm em 2cm, usando as pontas dos dedos ou o cabo da colher de pau. Regue com azeite de oliva e ajeite a cobertura. Depois, leve ao forno por cerca de 25 a 30 minutos, até que a massa esteja dourada.

Corte a focaccia em quadrados ou retângulos pequenos para servir.


Dica: é comum salpicar a foccacia com sal grosso antes de levá-la ao forno. Se optar por fazê-lo, diminua o sal da receita da massa para apenas 1 pitada.


Cobertura 1:

Cobrir a massa com tomate seco cortado em tiras. Polvilhar com queijo ralado.


Cobertura 2:

Cobrir com rodelas de azeitona e tiras finas de cebola. Polvilhar queijo ralado.


Na própria Itália, onde nasceu, a focaccia tem vários nomes e modos diferentes de preparar.

Algumas de suas versões, por região:

Pinza – no Vêneto

Pitta – na Calábria

Pizza – em Nápoles

Pissalandria – em Gênova

Schiacciata – na Emilia Romagna

Fitascetta – na Lombardia

Sarnedaria – na Ligúria

Stiacciata – na Toscana


Curiosidades:

Assim como as pizzas, as focaccias também podem ser doces.

Em Gênova, duas focaccias fazem as vezes de pães de sanduíche, imprenssando uma generosa fatia de mortadela.


Cupcakes com menos cobertura

22 de agosto de 2011 0

Foto Márcia Feijó

Tenho observado uma tendência de que os cupcakes tenham um cobertura de glacê reduzida. Os glutões não vão gostar, mas eles são uma boa opção para quem está pensando em vender os famosos bolinhos. Por alguns  bons motivos: são mais fáceis de de acondicionar na embalagem, de transportar e de degustar em locais públicos (aquele glacê exagerado é um desbunde, mas você fica totalmente lambuzado ao comê-los).

Testei alguns com este tipo de decoração e até gostei. Mas, convenhamos: em casa, melhor um glacezão não é?



Penal descolado para fãs de All Star

19 de agosto de 2011 0

Fotos Márcia Feijó

Sou doidinha por tênis no estilo All Star e quando vi a estampa deste tecido (ele é importado) não resisti. Acabou virando uma peça que pode ser tanto um penal quanto uma necessaire ou porta-maquiagem.

Se você já possui alguma habilidade para o artesanato, vai achar bem fácil de executar. Basta fazer o sanduíche, quiltar (à mão ou á máquina), prender o viés, costurar o zíper, e a alça com o chaveiro, fechando a costura lateral.

 


Usando a mesma técnica dá para fazer capa para máquina fotográfica, para óculos ou para celular. É só modificar o tamanho do tecido, a posição do zíper e da costura lateral. A alça para chaveiro é opcional.


Forma de bolo com a cara dos Looney Tunes

15 de agosto de 2011 4
 Fotos Márcia Feijó 
Esta dica legal para quem curte fazer bolos e tem crianças em casa. E, mais ainda, para quem ganha seu dinheiro fazendo bolos para quem tem crianças em casa. A Silikomart possui uma linha de formas de silicone que vai fazer babar os fãs de desenhos animados. Aliás, os pequenos devem gostar, mas quem vai amar mesmo é o pessoal da minha faixa etária, que passou a infância curtindo as peripécias de Pernalonga, Frajola, Piupiu, Patolino, Papa Léguas e companhia.

 

Tenho usado cada vez mais formas de silicone e aprovado. Para fazer gelo, chocolate e também para ir ao forno. Elas são muito práticas para higienizar após o uso. Mas para mim a melhor vantagem é a facilidade de desenformar depois de pronto.

Aqui vão algumas características salientadas pelo produtor:

- Flexibilidade: mesmo se for dobrada volta a sua forma original

- Inquebrável: não é frágil e nem se danifica

- Arrumação: por ser flexível se adapta a diversos espaços

- Temperatura: permite o uso com variação de temperaturas de -60° até +230°C

- Limpeza: fácil limpeza, pois pode ser levada a máquina de lavar louça

- Versatilidade de uso: pode ir ao forno, congelador ou microondas

 

As formas mostradas neste post, da marca Silikomart, são comercializadas pela loja virtual www.obravip.com.



Cucpake Brasileirão para o Papai

12 de agosto de 2011 0

Se o seu pai gosta de futebol e de doces, que tal fazer para ele – ou com ele –  cupcakes decorados com o símbolo ou a camisa dos times de vocês?

É possível criar vários formatos usando pasta americana, mesmo sem ter em casa todos os apetrechos usados pelos cake designers. Trabalhar com ela é mais ou menos como brincar de massinha de modelar. Você pode comprar a pasta já colorida ou usar a branca e corantes em gel para criar várias cores.

Também é possível fazer opções legais colorindo o glacê real e compondo com a cor da forminha e dos confeitos.

Aqui vão algumas sugestões para pais colorados, gremistas, figueirense, avaianos e flamenguistas.


Cupcake Papai é o Maior




Cupcake Até a Pé Nós Iremos




Cucpake Quebra Tudo Figueira




Cupcake Avaí, Meu Avaí




Cupcake Eu e a Torcida do Flamengo




No caderno Gastronomia de hoje,  no Diário Catarinense impresso, você encontra mais dicas e receitas de cupcakes para o Dia dos Pais. E neste outro post também.

Cupcake Papai é o Maior

10 de agosto de 2011 0


Foto Márcia Feijó


No final de semana criei mais uns modelos de cupcakes para o Dia dos Pais. Desta vez focados naquela que é a grande paixão de grande parte dos papais brasileiros: o futebol.

Como sou Colorada, assim como o meu pai, aqui vai o meu preferido, o modelo Papai é o Maior. Em breve mostro os demais. Tem cupcake para pai avaiano, figueirense, flamenguista e gremista.

A receita da massa também posto em breve.

Clique aqui para ver mais cupcakes dedicados aos papais.

Smoking para o carro do papai

09 de agosto de 2011 6

Que tal deixar o carro do papai superchique neste domingo?

Gravamos um vídeo onde a artesã Eunir Schultz ensina a fazer um lixeirinho para carro que remete a um smoking (sabe aquele traje negro, com gravata borboleta, que logo nos leva a pensar no agente secreto 007?).

Depois, usando o mesmo molde de fundo e do bolso, e as técnicas ensinadas pela Eunir, você pode criar vários outros modelos.

Você vai precisar de:


papel termocolante



40cm de tecido de algodão poá preto e branco

15cm de tecido de algodão branco

20cm de tecido de algodão preto com estampa neutra

40cm manta acrílica

2 metros de viés preto

cola quente

linha de algodão preta e branca

linha e pipa ou de pesponto preta ou branca

agulha

tesoura

alfinetes

botões pretos e brancos pequenos (opcional)

Confira os moldes:






Fotos Márcia Feijó




Na Criative Artesanato são ministrados vários cursos de artes aplicadas e patchwork.

O endereço é Rua Adhemar da Silva, 1060, bairro Kobrasol, São José (SC)

O telefone de contato é (48) 3035-3055

Você também pode enviar seu e-mail para criativeartesanato@hotmail.com







100 anos de Lucille Ball

06 de agosto de 2011 0

A atriz norte-americana Lucille Ball completaria hoje 100 anos.

Não cheguei a conhecer seus trabalhos muito bem, mas sua imagem ficou gravada na minha mente desde que era criança, como a personagem do seriado I Love Lucy.

Aquele avental poá preto e branco, o batom vermelho e os vestidos de dona-de-casa bem comportada dos anos 1950 fazem parte do “imaginário” aqui do blog. Então,

Feliz Aniversário Lucy!

   

reprodução internet


Culinária para adolescentes e arte comestível

05 de agosto de 2011 0

 


Foto Joaquim Araújo

Emmanuel Bohrer Jr. em aula

 


 

Uma das propostas no novíssimo Ba-o-Bah Estúdios de Autocriação, em Florianópolis, é o Curso de Arte Culinária para Adolescentes e Pré-adolescentes. Quem ministra é Emmanuel Bohrer Jr. Os encontros são todas as terças e quartas, das 14h às 16h.

Outra opção que envolve culinária é o estúdio AlimentArte, que une artes comestíveis e design. Este é ministrado por Fabiano Roldão e Ramon Noro. Os encontros são nas manhãs de quintas-feiras.

As inscrições encerram na segunda-feira. Então, melhor correr. 

Contatos:

 E-mail: secretaria@baobahestudios.com.br

Fone: (48) 3338-0050

Site: www.baobahestudios.com.br


Blog: www.baobahestudios.com.br/blog