Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de março 2012

Dicas de receitas e artesanato para a Páscoa

28 de março de 2012 0

Foto Márcia Feijó

Gente, já estamos chegando de novo na Páscoa.

Hora de lembrar algumas coisinhas que a gente já mostrou aquio no blog como:


Como enfeitar a cesta  de Páscoa das crianças

Trilho de patchwork para enfeitar a mesa

Cupcakes de cenoura com decoração de Páscoa

Pão de mel com cobertura de chocolate

Coelhinho porta-bombom

Como derreter chocolate

Biscoitos amanteigados em forma de cenoura e coelho

Licor de jabuticaba

26 de março de 2012 0

Minha Tia Vera era famosa pelo licor que fazia, entre outras delícias que saiam de sua cozinha.

Nem lembro se cheguei a provar alguma vez, mas recordo que sempre havia uma aprovação geral quando ela servia essa bebida em sua casa. Ou presenteava meus pais com uma garrafa. E ainda hoje, sempre que eu penso em licor, lembro dela.

Não sei se a Tia Vera ainda faz licor, mas há um tempo atrás fiquei com vontade de exprimentar,

Achei uma receita e fiz algumas alterações. Mas prepare-se, pois leva quase quatro meses para ficar pronto.

Foto Márcia Feijó


Licor de jabuticaba


Ingredientes:

500g de jabuticaba

500g de açúcar

500 ml de alcool de cereais 40º gl


Como fazer:

Lavar bem as frutas e retirar os talos. Colocá-las num recipiente de boca larga, com o açúcar e o alcool. Mexer bem e tampar (se o recipiente não tiver tampa, use filme plástico).

Deixar em infusão por 20 dias, até as frutas murcharem. Mexer diariamente com uma colher de pau.

Depois de 20 dias, colocar em uma garrafa bem vedada e deixar envelhecer por 3 meses, em local seco e ao abrigo da luz do sol. Se preferir, coe e retire as frutas.

Após 3 meses, está pronto para experimentar, em temperatura ambiente ou gelado. Você pode então transferir o líquido para uma licoreira.


Dica: você pode trocar a jabuticaba por outras frutas.


Receita com physalis

19 de março de 2012 2

Reprodução site Jardim das Flores

Depois de vários dias sem postar e morrendo de saudade do bloguinho, estou de volta, e com uma receitinha nova de geleia.

Há pouco tempo, umas frutinhas diferentes começaram a aparecer cada vez com mais frequência nos supermercados de Florianópolis. Uma delas é physalis. Parecendo microlaranjinhas, elas são geralmente utilizadas para decorar doces finos. Mas existem outros fins. Um deles, é a geleia (ou confiture, para usar o termo correto, já que a polpa da fruta também é usada).

Reprodução blog Chocolatria

O sabor da physalis é levemente ácido, uma qualidade excelente no caso de geleias. A receita leva maçã verde, o que dribla o problema de seu rendimento baixo, já que as frutinhas são mesmo muito pequenas.

A physalis é uma novidade no Brasil. As sementes começaram a chegar ao país há apenas uma década. Seu preço também era bem alto. m,as repararam que começou a baixar? Isto porque Santa Catarina também já está cultivando physalis. Assim como o mirtilo, que é produzido aqui e no Rio Grande do Sul.

Quanto ao quesito saúde, os nutrientes da physalis são considerados atuantes na prevenção de problemas cardiovasculares e no combate ao colesterol.

No Norte e no Nordeste do Brasil, a physalis é conhecida como joa-de-capote e camapum. Seu nome foi abrasileirado para físalis.

Chega de tanto blá blá blá physalístico e vamos à receita:

Foto Márcia Feijó

 



Confiture (geleia) de physalis


Ingredientes:

1 caixinha (100g) de physalis limpas

250 g de açúcar cristal

suco de 1 limão

1 maçã verde

1 colher (sopa) de pectina em pó


Como fazer:

Bater a physalis no liquidificador, levemente, de véspera. Colocar num recipente e cobrir com metade do açúcar. Deixar na geladeira. Assim, a fruta irá soltar seu suco.

Descascar e picar a maçã em pedaços bem miúdos. Acrescentar a polpa da physalis que ficou na geladeira com açúcar. Colocar na panela e deixar ferver.

Abaixar o fogo para acrescentar o suco do limão. Misturar a pectina ao restante do açúcar e colocar também na panela. 
Cozinhar por mais dez minutos, mexendo de vez em quando.

Verificar o ponto. Se estiver ok,  desligar o fogo e colocar ainda quente em potes esterilizados. Deixar esfriar antes de vedar.


Rendimento: 250g de confiture


Dica: a physalis é uma fruta rica em pectina. Então, você não precisa exagerar na quantidade do produto na receita.



Creme de manteiga para recheio de macarons

04 de março de 2012 0

No ano passado fiz vários posts sobre macarons, inclusive ensinando como fazê-los, e fiquei devendo uma receita de creme de manteiga para usar como recheio.

Esta aqui aprendi com a professora Valerez Costa, da Oficina Culinária. Fica uma delícia. A partir dela dá para criar muitas variações.

Foto Márcia Feijó

Recheio de mel e especiarias


Ingredientes:

2 claras

5 colheres (sopa) de açúcar

200g de manteiga ( temperatura ambiente – por enquanto, como o clima está bem quente, a manteiga pode ser retirada um pouquinho antes da geladeira)

2 colheres (sopa) de mel

1 colher (café) com uma mistura de especiarias em pó (você pode usar canela, cravo, gengibre, cardamomo)


Como fazer:

Coloque as claras e o açúcar em uma panela e leve ao fogo para amornar. Se o material da sua panela for fino, segure um pouco acima do fogo. As claras não devem ficar cozidas.

Quando estiver no ponto, transfira a mistura para a batedeira e bata até formar picos.

Adicione lentamente e aos poucos, a porção de manteiga.

Se a sua batedeira tiver batedor de folha,  troque o de globo por ele neste momento.

Acrescente o mel e as especiarias.


Dica: ao trocar de ingredientes, preste atenção nas quantidade de sólidos e líquidos, para que o creme não perca a consistência ideal. Acrescente-os aos poucos para perceber se está havendo alguma alteração.


Também já mostrei aqui no blog como fazer o ganache de chocolate, outra ótima opção para rechear macarons.


A Oficina Culinária, em Florianópolis, geralmente tem aulas de macarons na agenda mensal.

Contato:

www.oficinaculinariafloripa.com.br

(48) 3334-0372