Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Feira"

Receita da Tainha Fresca

14 de maio de 2012 4

Este post é do ano passado, mas em tempos de tainha, vale a pena repetir:

Foto Márcia Feijó

- A minha é das grandes, com ova, viu moço?

- Eu quero duas menores. Tem da limpa?

- O senhor pode tirar a cabeça? Mas eu quero levar junto, pro pirão.

O Mercado Público de Florianópolis fervilhava, ao fim da manhã do último sábado, com o povaréu todo tentando garantir a tainha do final de semana. Com ova, sem ova, limpa, com escama, grande ou pequena. A preferência do freguês varia na hora de escolher o peixe.

No momento de fazer, mais ainda. Bastou postar aqui, dias atrás, umas dicas sobre como preparar a tainha, e vários leitores contriburam com propostas mais ou menos ortodoxas.

Na verdade, nem era só o Mercado que fervilhava, todo o Largo da Alfândega era um grande convite ao paladar. Ao lado, havia a feira livre, com suas verduras, frutas, ervas, embutidos, biscoitos. E mais adiante, havia a Feira do Mel. Almoço e sobremesa garantidos, com produtos saudáveis e a preços menores.

Minha filha, nascida na era dos supermercados e que nunca havia presenciado este tipo de feira, achou tudo muito “medieval”, mas divertido. O caçula fez cara feia para um caldo de cana, de início, mas acabou cedendo à provinha e se esbanjando no líquido adocicado. Aproveitou já para petiscar umas bolachas coloniais. Eu e o Jacy matamos as saudades das feiras de nossa infância.

O resultado do passeio de sábado pelo Largo da Alfândega foi uma bela tainha assada, ontem, acompanhada de pirão, molho de camarão, arroz branco e salada verde. Já para a minha manezinha que não come tainha, um salmão grelhado especial, mas também lá do mercado.


Tainha Fresca*

Ingredientes:

1 tainha limpa (óbvio)

folhas de louro secas

alfavaca fresca

tomilho seco

manjericão seco

sal temperado com alho (ou sal + um dente de alho)

limão


Para o pirão:

1 cabeça da tainha

4 copos de água

extrato de tomate

sal a gosto

farinha de mandioca


Como fazer:
Temperar a tainha, regar com o sumo do limão e reservar. Forrar a assadeira com papel alumínio. Retirar a cabeça da tainha (guardar para fazer o caldo do pirão) e colocá-la na assadeira. Levar ao forno cuidando de tempos em tempos para não deixar secar demais.

Gente, o leitor Carlos me alertou que a explicação de como temperar o peixe não está clara. Então, é o seguinte: pode simplesmente espalhar os temperos (louro, alfavaca, tominho e manjericão) e sal no peixe, depois regar com o sumo do limão por cima. Ou, como eu gosto de fazer, misturar temperos e sal num potinho, adicionar bastante suco de limão e depois regar o peixe, por dentro e por fora, com este caldo temperado.

Nos primeiros minutos, gosto de deixar um pedaço de papel alumínio sobre o peixe também. Mas depois de meia hora, é preciso tirá-lo para permitir que a pele seque e fique douradinha.

Leva cerca de 1 hora para assar em fogo médio, se a tainha tiver um tamanho de médio a grande (o tempo vai depender da potência do forno).


Como fazer o pirão:

Coloque a cabeça do peixe para ferver em cerca de 4 copos de água. Depois que estiver cozida, adicione sal e uma colher de extrato de tomate ao caldo. Retire a cabeça da panela e reserve o caldo.

Deixe para finalizar o pirão  quando a tainha estiver prestes a ir para a mesa. Com o fogo ligado, despeje a farinha de mandioca aos poucos mexendo vigorosamente para não embolotar.

Se por acaso a farinha embolotar, um jeito de recuperar o pirão é usar um mixer de mão para desmanchá-la. Retire o pirão da panela, bata levemente num recipiente plástico e retorne-o à panela.


* A receita ganhou o nome de Tainha Fresca porque foi temperada com várias ervas. E a tradição local manda que a tainha seja temperada apenas com sal e limão.


Quer mais dicas sobre tainha? Confira aqui.

 

Floripa Quilt foi um sucesso

08 de maio de 2012 2

Fotos divulgação

Consegui chegar na feira Floripa Quilt, realizada em Florianópolis de 3 a 6 de maio (último final de semana), aos 45 do segundo tempo. Ou seja, a feira fechava às 18h de domingo e cheguei às 17h (enquanto a bola já rolava solta no clássico Avaí e Figueira). Pensei que ia encontrar os estantes já fechados e dois gatos pingados circulando pelos corredores. Que nada! Ainda estava o maior agito por lá. As quiltadeiras da Capital pelo jeito souberam valorizar a ótima iniciativa.

Embora um pouco distante, o Sesc de Cacupé mostrou-se um local excelente para este tipo de evento. Com bastante gramado para que a criançada, papais e vovôs brincarem, sem pressa para ir embora, deixando as mamães, titias e vovós se concentrarem nos tecidos e linhas.

A feira também foi dividida entre um espaço de vendas de produtos para artesãos e outro dedicado ao comérico de artigos prontos. Mais um ponto para a organização.

Adorei e senti pena de não ter acompanhado alguma oficina. Agora é torcer para o Floripa Quilt entrar definitivamente para o calendário. Já soube que a intenção dos organizadores é fazer uma feira por ano. Que ótimo!


Bazar no Quintal, em Jaraguá do Sul

13 de novembro de 2011 4

Em Jaraguá do Sul também há um encontro marcado com os fãs de artesanato. Nos dias 19 e 20 de novembro (sábado e domingo) tem Bazar no Quintal, organizado por Carla Sander, com a participação das meninas super talentosas da região, como me contou por e-mail a Heidi Voger.

O endereço é Rodolfo Wischral Neto, 140. O bazar começa às 10h. Mais informações pelo e-mail retalhodalua@yahoo.com.br.

Da edição deste ano participam Retalho da Lua (de Jaraguá do Sul), Maria Patchwork (Jaraguá do Sul), Vanessa Franzoi Bijoux (de Jaragú do Sul), Mari Biscuit (São Francisco do Sul), Tania Laube Artesanato (Jaraguá do Sul), Amigas do Patchwork (Jaraguá do Sul e Joinville), Kusturicas (Joinville) e Vanessa Maurer (São Francisco do Sul).

Feiras das Escolas Profissionais de São José

12 de novembro de 2011 0

Nesta semana postei um serviço com alguns bazares de Natal em Porto Alegre e pedi que, se alguém soubesse de algum outro em Santa Catarina, enviasse para publicarmos. A Samara, minha ex-colega de patchwork, prontamente enviou para nós a lista de datas das feiras de Natal das Escolas Profissionais de São José, com seus respectivos contatos. Obrigada pela contribuição, Samara!


Forquilhinha

Dias 3, 4, 5 e 6  de dezembro de 2011, das 14h às 21h

Contato: (48) 3257-0439


Barreiros:

Dias 8, 9, 10 e11 de dezembro de 2011

Contato: (48) 3346-3306


Campinas:

Dias 2, 3 e 4 de dezembro de 2011, das 14h às 21h

Contato: (48) 3241-7160


Santo Antônio:

Dias 9, 10, 11 e 12 de dezembro de 2011, das 16h às 21h

Contato: (48) 3257-3076


Sede:

Dias 7, 8, 9 e 10 de dezembro de 2011, das 14h às 21h

Contato: (48) 3259-0443


Colônia Santana:

Dias 2 e 3 de dezembro de 2011,  das 14h às 20h30min

Contato: (48) 3259-4096


Picadas do Sul:

Dia 1 de dezembro de 2011, das 16h às 19h

Dias 2, 3, 4 e 5 de dezembro de 2011, das 14h às 19h

Contato: (48) 3357-0439



Bazares de Natal na capital gaúcha

09 de novembro de 2011 1

 

Como sei que tenho vários leitores em Porto Alegre, aqui vai um servicinho de bazares de Natal da capital gaúcha que recebi e repasso a vocês. O foco de todos é o artesanato e nesses locais são vendidas peças lindas para decorar a casa e presentear os amigos.

Se alguém tiver conhecimento de eventos semelhantes em Santa Catarina, por favor envie para o e-mail blogfeitoemcasa@gmail.com. Assim, podemos aumentar nossa agenda de bazares.

Agenda de bazares de Natal (Porto Alegre) 

Paróquia São Lucas

Quando: no sábado, dia 26/11, das 14h as 19h; e no domingo, dia 27/11, das 9 as 18 h

Onde: Rua Luiz Voelker, 285, Bairro Três Figueiras (ao lado do colégio Farroupilha), Porto Alegre

 

Colégio Farroupilha

Quando: dias 7, 8 e 9 de dezembro ( quarta, quinta e sexta-feira), das 9h as 19h

Onde: Rua Carlos Huber, 425, Bairro Três Figueiras, Porto Alegre

 

2° Bazar de Natal Iarajuarte

Quando: de 10 e 11 de dezembro, das 10h às 14h

Onde: Av. do Forte, nº 980, aptº 237 – Ed. Vítória Régia, Cond. Residencial do Forte, Bairro Ipiranga, Porto Alegre – mais informações pelo (51) 3344-3935 

Quando: de 17 a 22 de dezembro, das 14h as 20h

Onde: Rua Veranópolis, 501, aptº térreo, Bairro IAPI, Porto Alegre – mais informações pelo (51) 3344-3935


Agenda de novembro do Caminhão do Peixe

03 de novembro de 2011 0

Depois de uma pausa no feriado, o Caminhão do Peixe segue circulando por São José, sempre de terça a sábado, das 7h30min às 12h.

Entre as opções disponíveis há filé empanado, filé de pescada, isca de peixe, ostra gratinada, filé de sardinha, filé de linguado, caldeirada, casquinha de siri, sardinha, gordinho, linguado, camarão, corvina, espada, bolinho de siri, bolinho de camarão, empanado, salmão, cação em posta e anchova fresca.

Confira a programação:

Hoje – Pátio da Igreja - Los Angeles

4/11 – Pátio da Igreja - Sertão do Imaruim

5/11- Praça de Barreiros – Barreiros

8/11 – Centro de Ensino Fundamental Califórnia – Forquilhas

9/11 - Em frente ao Colégio Municipal Renascer - Cristo Rei

10/11 - Em frente ao Posto de Saúde - Bela Vista

11/11 – Centro Educacional Municipal Luar – Serraria

12/11 – Pátio da Igreja Santo Antônio – Campinas

15/11 – Feriado

16/11 – Igreja Sagrados Corações – Barreiros

17/11 – Igreja Nossa Senhora Aparecida - R oçado

18/11 – Creche Nossa Senhora Aparecida - Dona Wanda

19/11 - Em frente ao Colégio Barreirão - Bairro Ipiranga

22/11 – Igreja Santa Cruz – Areias

23/11 – Lanchonete Varandão – Potecas

24/11 – Igreja Nossa Senhora do Rosário - Final da Rua Iano

25/11 – Drive do Arthur – Forquilhas/ Vila Formosa

26/11 – Ginásio de Campinas – Campinas

29/11 – Em frente ao Ginásio Municipal – Zanelatto

30/11 – Igreja Nossa Senhora dos Navegantes – Serraria

01/12 – Centro Municipal Araucária – Serraria

Caminhão do Peixe em outubro

03 de outubro de 2011 2

O Caminhão do Peixe segue circulando por São José.

O local varia, mas o horário é sempre das 7h30min às 12h.

Confiram o calendário:


04/10 (amanhã) – Centro Educacional Municipal Araucária, no Bairro Serraria

05/10 – Lanchonete Varandão, Potecas

06/10 – Igreja Nossa Senhora do Rosário, no final da Rua Iano

07/ 10 – Ginásio de Campinas, no Bairro Campinas

08/10  - Drive do Arthur, Loteamento Vila Formosa, Bairro Forquilhas

11/10 – Em frente ao Ginásio Municipal Jardim Zanelatto

13/10 – Igreja Nossa Senhora dos Navegantes, no Bairro Serraria

14/10 – Centro Ed. Municipal Morar Bem, Serraria

15/10  - Colégio Santa Terezinha, no Bairro Forquilhas

18/10 – Centro Educacional Municipal São Luiz, São Luiz

19/10  - Pátio do CATI, Avenida Beira-Mar

20/10 – Ao lado da Agropecuária do Chico, Fazenda Santo Antônio

21/10 – Pátio da Igreja Colônia Santana

22/10 – Pátio da Igreja São Francisco, Forquilhinha

25/10 – Ginásio Municipal Picadas do Sul

26/10  - Pátio da Igreja Católica, Procasa

27/10   – Pátio do Colégio Ceniro Martins, Ceniro Martins

28/10  - Frente ao Ginásio Municipal, Centro Histórico

29/10  - Praça Eugênio Raulino Koerich, Kobrasol

Caminhão do Peixe - agenda de agosto

01 de agosto de 2011 0

 

O Caminhão do Peixe divulgou sua programação até o dia 17 de agosto. Estes são os pontos onde o veículo frigorífico estará nos próximos dias, sempre das 7h30min às 12h.


São vendidos no Caminhão produtos como cação em posta, casquinha de siri, gordinho, filé de peixe, posta de espada, isca, sardinha, linguado eviscerada e mistura de peixe eviscerada.


O projeto, que tem sido um grande sucesso, é desenvolvido pela Prefeitura de São José e pela Fundação Municipal do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável em parceria com a Colônia de Pescadores Z-28 e o Ministério da Pesca e Aquicultura.


Calendário:


 2/08 (amanhã) – Igreja Santa Cruz no Bairro Areias


3/08 – Centro Educacional Municipal Luar no Bairro Serraria


4/08 – Igreja Sagrados Corações no Bairro Barreiros


5/08 – Igreja Nossa Senhora Aparecida no Bairro Roçado


6/08 – Centro Educacional Municipal Maria Iracema Martins de Andrade (Barreirão) no Bairro Ipiranga


9/08 – Creche Nossa Senhora Aparecida na comunidade Dona Wanda – Bairro Serraria


10/08 – Centro Educacional Municipal Araucária no Bairro Serraria


11/08 – Lanchonete Varandão no Bairro Potecas


12/08 – Igreja Nossa Senhora do Rosário no Final da Rua Iano – Bairro Barreiros


13/08 – Ginásio de Campinas – Bairro Campinas


16/08 – Ginásio Municipal Jardim Zanelatto


17/08 – Igreja Nossa Senhora dos Navegantes no Bairro Serraria








 






Algumas dicas sobre o uso do mel

08 de junho de 2011 0

A organização da Feira do Mel de Florinópolis, que começou hoje e vai até sábado, no Largo da Alfândega, enviou duas boas dicas sobre este delicioso alimento.

:-P Para garantir a qualidade e a pureza é preciso saber a procedência do mel. Neste caso observe se o rótulo traz o selo do Serviço de Inspeção Federal do Ministério da Saúde (S.I.F).

:-P  Com a chegada do frio, o mel costuma ficar cristalizado e endurecer. Para melhorar a consistência e facilitar o consumo é preciso descristalizá-lo. Basta colocar o mel em banho maria a 40°C (calor suportável quando se põe a mão dentro da água) e mexer lentamente. Mas, é bom ficar atento, se a temperatura ficar muito alta o mel pode perder algumas propriedades.

E aqui vão mais algumas que encontrei:

:-P Para conservar bem o mel, guarde-o em lugar fresco e escuro.

:-P Se você quiser evitar que o mel grude na colher, ao retirá-lo do vidro, primeiro mergulhe a ciolher em água quente.

:-P Se for medir a quantidade de mel em uma xícara, para colocar num bolo, por exemplo, polvilhe-a com farinha de trigo antes de colocar o mel dentro. assim, ele também não irá ficar grudado.

:-P Qualquer mãe sabe esta, mas por via das dúvidas, a dica clássica para combater um bom resfriado é chá de limão com mel. Esquente (sem ferver) um xícara de água com algumas rodelas de limão. Antes de beber, pingue algumas gotas de mel.


Leia aqui mais informações sobre a Feira do Mel de Florianópolis.

A Feira do Mel de Florianópolis começa hoje

08 de junho de 2011 3


Reprodução internet

A partir de hoje, às 10h, o Largo da Alfândega vai virar uma grande colmeia. Será realizada no local mais uma edição da Feira do Mel de Florianópolis, organizada pela Federação das Associações de Apicultores e Meliponicultores de Santa Catarina. Com este friozinho que anda fazendo, convenhamos que é bem apropriado. Afinal, o alimento é bastante indicado para evitar aquele resfriado.

Que tal passar por lá e abastecer a despensa? Até porque o produto será vendido 40% mais barato. Um pote de mel puro de 1 quilo sairá por R$10 na feira. A entrada é gratuita e haverá degustação nos estandes.

Na Feira, estarão disponíveis 15 tipos diferentes de mel, originários de floradas diversas. Também serão vendidos outros produtos, como pólen, própolis, geleia real, cera de abelha, balas, cosméticos e biscoitos.

A Feira do Mel fica no Largo da Alfândega hoje, das 10h às 18h, quinta e sexta (das 8h às 18h), e no sábado (das 8h às 16h).

Reprodução internet

Uma dica preciosa sobre como comprar mel:

:-P Para garantir a qualidade e a pureza é preciso saber a procedência do mel. Neste caso observe se o rótulo traz o selo do Serviço de Inspeção Federal do Ministério da Saúde (S.I.F).

Leia aqui outra dica sobre mel.

E se você ainda não sabe o que fazer com o mel que comprar por lá, o blog dá uma dica: pães de mel. A receitinha está aqui. Em forma  de coração assim, eles também podem ser uma boa guloseima para o Dia dos Namorados.

Foto Márcia Feijó