Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Decoração"

Separe seu lixo adequadamente

04 de janeiro de 2012 2

Começou 2012 e é hora de colocar a vida em ordem. Que tal começar pelo seu lixo?

Há cerca de 10 anos, ter duas latas de lixo na cozinha ou na área de serviço, para separar material descartado orgânico e reciclável, era uma novidade. Hoje, infelizmente ainda não se pode nem dizer que este hábito esteja totalmente disseminado, mas ele já não basta. É necessário dar um passo adiante na questão. E parece que um novo hábito já começa a entrar nas nossas casas.

Há pouco tempo encontrei, no supermercado que costumo frequentar, uma série de recipientes para o lixo doméstico, em cores diversificadas e com a indicação de conteúdo a que se destinam estampada: orgânico, papel, plástico, metal e vidro. A intenção é usá-los para uma separação mais minuciosa do lixo, já dentro de casa.

Há poucos meses, também, o síndico do condomínio onde moro distribuiu uma circular informando sobre a adaptação do prédio à Lei 12.305, de 2010, instituindo a Política Nacional de Resíduos Sólidos.

A legislação trata, inclusive, do lixo doméstico, passando a ser obrigatória a separação dos resíduos sólidos, e sua disponilização adequada para coleta. Portanto, esta separação, como bem disse o síndico na cartinha, precisa começar dentro dos apartamentos.

Andei pesquisando e encontrei na internet uma série de outros recipientes apropriados para fazer a separação adequada do descarte. Em tamanhos menores e mais práticos do que o que já se vê em locais públicos.

Então, aqui vai uma galeria de opções.

 



 



 


 




E, claro, se a ideia é preservar, você também pode adaptar as próprias lixeiras que já tiver em casa. Basta colar nelas um adesivo com a nomenclatura.

Para ajudar, o colega Lucas Abreu criou para nós algumas opções que você pode imprimir, adesivar e depois colar nas suas lixeiras.



 

 

 


Mais doces enfeites de Natal

10 de dezembro de 2011 2

Há uns dias postei aqui várias sugestões de enfeites de Natal com formas e cores de doces. Inclusive com um vídeo que mostra como fazer um cupcake de tecido para decorar o pinheiro de Natal.

 

Aqui vão as imagens de mais alguns artigos da Rica Festa que reforçam a ideia de que a decoração com guloseimas, brinquedos e outras temáticas que remetem à infância é uma das principais tendências deste ano.

Fotos divulgação

 

 

  

Contatos da Rica Festa

Site: www.ricafesta.com.br

E-mail: info@ricafesta.com.br 

SAC: (11) 3040-4290


Decoração de Natal deliciosa

22 de novembro de 2011 3

 

 Fotos Márcia Feijó



 


Os doces invadiram a decoração de Natal neste ano. Cupcakes, biscoitos, algodão doce, sorvetes aparecem pendurados nos pinheiros, nas guirlandas e em outros enfeites típicos desta época do ano, tornando-a ainda mais deliciosa.

Há objetos de plástico e outros materiais industrializados, com esta temática, mas os que ganham maior destaque são aqueles com jeitinho (mesmo que o método de produção não seja) de artesanal.

A empresária Rosa Rigon, proprietária da loja Roka, relaciona a preferência pelos doces, com outra tendência:

- A decoração que teve incremento maior em termos de variedade foi a infantil – afirma ela.

Neste ano, estes artigos vêm em cores alegres e suaves quem lembram o algodão doce: azul, branco, verde lilás. Estes tons candy fogem um pouco o uso do vermelho, verde, dourado e prateado tradicionais. Embora não os exclua.

- O nude com azul é outra tendência – explica Rosa.

Além dos doces, casinhas, bonecas do de neve, ursinhos, pinguins e bonecos de gengibre dividem espaço com Papai e Mamãe Noel, renas e duendes. Os brinquedos, que até andavam meio esquecidos nas decorações natalinas, também voltaram à vida na forma de carrinhos e trens, entre outros.

Quanto ao adianto na preparação das casa para o natal, Rosa opina:

- Antigamente as árvores eram naturais e, se eram montadas muito antes, acabavam murchando até o Natal. Hoje não há mais este problema. A decoração de Natal é uma mudança no clima da casa, traz alegria. Acredito que isto motive as pessoas a fazerem esta decoração cada vez mais cedo. Desta forma, as lojas especializadas estão começando este comércio cada vez mais cedo também.

No pé deste post você encontra uma galeria de fotos com alguns exemplos destas tendências.

Para ajudar você a entrar no clima doce deste Natal, o blog Feito em Casa ensina como fazer um pingente para o pinheiro em forma de cupcake. Afinal, esta delícia tão marcante entre as receitas que apresentamos aqui, não poderia faltar também nas nossas festas de final de ano.





 



 

Você vai precisar de:

pedaços de tecido (há estampas que lembram o glacê dos cupcakes, inclusive com confeitos coloridos, e outras listradinhas que podem ser usadas para representar as forminhas de papel)

pedaços de manta acrílica (para o recheio)

linha em cores semelhantes ás dos tecidos que você escolher

tesoura

agulha

fita de cetim fina

guizos (ou botões vermelhos para fazer as vezes de cereja)

moldes com formato de forma e merengue do cupcake (se preferir um tamanho maior ou menor, amplie ou diminua o molde)



Confira aqui a galeria de fotos:


 


 



 

Com exceção do pingente de pinheiro ensinado neste post, os demais produtos que aparecem na galeria de fotos são da loja Roka de Natal instalada no Shopping Iguatemi Florianópolis.





Como fazer lanterna Jack-O para o Halloween

21 de outubro de 2011 0

Reprodução internet

Sempre que vejo um filme norte-americano sobre Halloween, fico morrendo de vontade de fazer uma daquelas lanternas usando abóbora como suporte. Procurei no Youtube e encontrei vídeos que ensinam. Infelizmente, a abóbora recomendada para isto não é muito fácil de encontrar por aqui. Mesmo assim, se você quiser tentar criar uma com a espécie brasileira, compartilho o meu achado. Os vídeos são em inglês, mas dá para seguir o passo a passo perfeitamente.

Dica: procure uma abóbora com boa altura e que ainda tenha o cabinho.

Como preparar a abóbora:

Como limpar por dentro:

Como desenhar a cara do Jack-O:

Como esculpir:

Como proteger sua criação:

Como finalizar a apresentação:

Uma dica para utilizar as sementes:

Almofada para apaixonados por corujas

20 de setembro de 2011 23

Como falei em outros pots, as corujas estão mesmo em alta na decoração. Eu adoro e tenho encontrado outras pessoas que se apaixonaram pelas olhudinhas. Então, aqui vai a dica de como fazer uma almofada de coruja usando técnicas de patchcolagem e patchwork.

Fotos Márcia Feijó


Você vai precisar de:

um quadrado de tecido claro tamanho 27cm X 27 cm

retalhos de tecido coloridos para formar a coruja  laranja, preto, bege claro, marrom, listrado)

4 tiras de tecido tamanho 27cm X 7cm  (no caso, com estampas de corujinhas)

2 retângulos de 40cm X 24cm para o fundo da almofada (mesmo tecido com estampa de corujinhas)

4 quadrados de tecido listrado 7cm X 7cm

três quadrados de 40cm X 40cm (lona fina, panamericano ou outro tecido mais barato para fundo do “sanduíche” de quilt e recheio da almofada – ixi! já ficou parecendo recheita)

2 botões pequenos pretos para os olhos

1 laço de tecido (opcional)

papel termocolante (cerca de 20cm)

manta acrílica (cerca de 40cm X 40cm)

linha de pesponto

linha de costura

linha de quilt

agulha de costura normal

agulha de quilt

tesoura

máquina de costura

ferro de passar roupa

gabarito de quilt (opcional)

caneta com tinta lavável

flocos de espuma para encher almofadas e travesseiros


Dica: há gabaritos para os desenhos de quilt, como os de flores usados nesta almofada, mas você também pode criar seus próprios desenhos e marcar no tecido com caneta de tinta  lavável.


Passo 1

Corte os moldes (com margem) para formar a coruja no tecido e aplique no papel termocolante. Coloque cada pedaço sobre o tecido correspondente com o lado liso e brilhante para cima e use o ferro de passar roupa para grudá-lo. Recorte as margens dos moldes.


Passo 2

usando novamente o ferrod epassar roupa, aplique os pedaços recortados bem no quadrado maior do tecido claro (27cm X 27cm) formando o desenho da coruja.


Passo 3

Borde com o ponto caseado em volta de todas as peças, para evitar que o tecido desfie e/ou descole.


Passo 4

Costure os botões formando os olhos.

Dica: procure prendê-los próximos e um pouco para o lado para ar um toque meio estrábico à sua coruja.



Passo 5

Crie a “moldura” da almofada usando as quatro tiras laterais (de 27cm X 7 cm) e os quatro quadrados para os cantos (7cm X 7 cm). Primeiro, numa das tiras, costure um quadrado em cada ponta. Depois faça o mesmo com outra tira. Prenda as duas tiras que restaram na parte superior e inferior do quadrado onde você fez a patchcolagem de coruja. Depois encaixe as tiras com os quadrados nas pontas nas duas laterais.

Passo 6

Se desejar, prenda um lacinho feito de tecido ou fita na cabeça da sua coruja. Ajeite a manta acrílica e o tecido de forro formando o “sanduíche” para quiltar a frente da almofada.


Passo 7

Faça o quilt ao redor da patchcolagem.


Passo 8

Usando o mesmo tecido das barras laterais, faça a parte de trás da almofada. Pegue os dois retângulos de 40cm X 24 cm de altura. Dobre um dos lados de cada retângulo para dentro duas vezes e costure, formando uma bainha fina.


Passo 9

 Emparelhe as beiradas da frente da almofada. Costure nela, usando a máquina de costura, pelo lado do avesso, os dois retângulos do fundo, transpassados, formando uma fronha. Observe que as bainhas de ambos fiquem no centro e que o lado direito do tecido dos retângulos fique voltado para o lado direito da frente da almofada.

Desvire a almofada, desdobrando bem os cantos, e ela estará pronta.



Para fazer o “recheio”:

Costure três lados dos dois quadrados de forro restante. Desvire, encha com flocos de espuma e feche o lado restante com pontos invisíveis, à mão.

 

Imprima aqui os moldes.

Você pode ampliá-los ou diminuí-los para fazer almodas com outras dimensões:

Caixinhas decoradas para colocar bem-casados

25 de maio de 2011 7

Os bem-casados voltaram a ser um item de destaque as festas de casamento. E com eles surgiram as mais diversas possibilidades de embalagens, principalmente quando são oferecidos como uma lembrança da ocasião para os convidados. Além do próprio doce ser envolvido em papel crepom ou tecido, pode ser colocados em caixinhas, cestinhas, latinhas e outros itens decorativos. Dispostos sobre uma mesa, à saída do salão, eles formam uma atração à parte.


Fotos Márcia Feijó


Como a ideia é ofertar algo que possa ser utilizado por bastante tempo, as caixinhas de madeira, pintadas e enfeitadas conforme a decoração do ambiente são uma boa ideia.




Produzimos um vídeo onde a professora de pintura em madeira Lia Crippa mostra como prepará-las. A dica é boa tanto para as noivas que estão cuidando pessoalmente dos detalhes, como para quem tem habilidade e que apostar numa fonte de renda extra.


 


  


Material usado:


Caixinha de madeira com tampa, tamanho 7cm  de altura X 7cm de largura X 7cm de comprimento


Tinta PVA (à base de água) nas cores branco, camurça e marrom escuro


Pincel nº 20


Lixa fina


Faz-bolinhas (foi usada a ponta nº 6)


Carimbo (foi usado um com formato de cupcake, mas você pode optar por outras ilustrações ou pelo monograma dos noivos)


Fitas de cetim de espessuras e tons diferentes


Flores de fuxicos (tecido) – uma para cada caixa



 



A Lia dá aulas de pintura em madeira e também aceita encomendas. O Atelier Lia Crippa Arteira fica na Rua Altamiro Di Bernardi, 98, loja 3, Campinas. Fone (48) 3034-1550
 

E se você for também habilidosa na cozinha e quiser aprender a fazer os próprios bem-casados, a professora Valderez Costa ensina neste outro post com vídeo.


 



 







Maio dos bem-casados

25 de abril de 2011 0

Reprodução internet

A Páscoa passou, abril está quase no fim e lá vem maio, tradicionalmente considerado mês das mães e das noivas.

Sobre este último quesito talvez o mês de maio já não possua hegemonia, mas ainda é época de muitos casamentos. E eu ando assanhadíssima para aprender a fazer uma delícia que voltou a estar presente nestas cerimônias: os bem-casados, geralmente oferecidos como lembrança aos convidados, ao fim da festa. Pois, como o próprio nome já demonstra, trata-se de um doce cheio de significados.

Reprodução internet

Aliás, a professora de culinária Valderez Osório – que é mestra em doces de casamento – me contou dia desses que muitas mães estão procurando aprender a fazê-los justamente para presentear as filhas. (Depois querem me convencer que este tipo de tradição já acabou… Já pensou que lindo uma mãe fazer os bem-casados para o casamento da própria filha?)

E ontem, circulando pela internet em busca de imagens, encontrei opções muito lindas. Embora existam opções diferenciadas, os bem-casados são geralmente embalados em papel crepom, tecido ou caixinhas de madeira. Só com estes três materiais já é possível soltar a imaginação e criar peças muito delicadas de fazer babar o convidado.

Reprodução internet

 

PS.: Tem gente que acha bem-casado brega. Tem gente que acha casar em maio brega. Tem gente que acha que brega é casar. Então,  faça o que sempre teve vontade.


Blog ensina enfeites e guloseimas de Páscoa

14 de abril de 2011 1

Foto Márcia Feijó

Quer enfeitar a casa e fazer guloseimas para receber o coelhinho da Páscoa na próxima semana?

Nos últimos dias fiz vários posts relacionados à Páscoa. E como a data está quase chegando, resolvi reunir os links aqui para quem quiser fazer um intensivão nos próximos dias. Mãos à obra!

Cupcakes de cenoura (foto acima) - aqui.

Embalagens para cupcakes e outras guloseimas – aqui.

Trilho de mesa com coelhinho – aqui.

Vídeo ensina como derreter chocolate e fazer ganache - aqui.

Biscoitos em forma de cenouras e coelhos – aqui.

Vídeo ensaina a fazer coelhinho porta-bombom – aqui.

Pão de mel com cobertura ed chocolate – aqui

Colher de chocolate com café – aqui.




Garimpo de Páscoa

11 de abril de 2011 4

Fotos Márcia Feijó

No sábado fui dar um rolé na Avenida Central do Kobrasol com minha filhota Camille. Resolvi passar no Bem Útil, uma loja de 1,99 superlegal que tem lá e onde eu compro há pelos menos uns 10 anos. Irresistível! A loja está  cheia de coisas legais para decorar a casa com motivos de Páscoa ou para embalar os presentinhos.

Além dos coelhinhos, chegaram as mais variadas caixinhas, cestos de papelão e embalagens para a Páscoa. Muitas especialmente pensadas para presentear com cupcakes. São decorados com estampas muito fofas, em tons pastéis. Ou trazem estampas alusivas a chocolate e poás contrastantes – inclusives composições em rosa e marrom bem semelhantes aos tecidos de algodão que estão fazendo o maior sucesso entre as adeptas do artesanato.

O Bem Útil fica na Avenida Central do Kobrasol, 956. Fone (48) 3259-2208.


Esta outra caixinha para cupcakes eu encontrei numa casa de embalagens bem famosinha do centro de Floripa, a Tupã. Para quem não conhece, fica na Rua Conselheiro Mafra, 564. Fone (48) 3025-3232. Lá também tem muitas opções de molde de plástico para fazer ovos e bombons, inclusive em formatos que irão divertir as crianças, como letras, números e instrumentos musicais.

Quem estiver procurando ingredientes como chocolates em gotas ou barras fracionadas, das mais variadas marcas, vai achar boas opções na Doce Vida, apenas alguns passos adiante da Tupã (Rua Concelheiro Mafras, 570 – Fones (48) 3225-6271 e 3225-3042).

Aliás, esta quadra da Conselheiro Mafra é cheia de casas de embalagens, ingredientes culinários e artigos para festa. Vale a pena dar uma passeada por lá.


Fofurinhas de Páscoa

30 de março de 2011 2

Fotos divulgação

Falta um mês para a Páscoa. Que tal espalhar pela casa alguns itens que lembrem a data?

Uma boa ideia principalmente para quem tem crianças, pois coelhos costumam dar um toque muito fofo à decoração.

Ou se preferir, você também pode guardar a coelhada para montar uma mesa bem bacana no domingo de Páscoa mesmo.

Aqui vão algumas dicas da Rica Festa (a loja é de Sampa, mas atende a todo Brasil por meio de seu site). 


 


 





Serviço

 Rica Festa

Site www.ricafesta.com.br

E-mail: info@ricafesta.com.br

SAC: (11) 3045-4700 

Mega Store Rica Festa Itaim:

Avenida Juscelino Kubitschek, 273, Itaim – (11) 3045-4700

Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 9h30min às 19h, aos sábados, das 9h30min às 17h

Mega Store Rica Festa Pompéia:

Avenida Pompéia, 2060, Pompéia – (11) 3873-8098

Horário de funcionamento: de segunda a sexta, das 9h30min às 19h, aos sábados, das 9h30min às 17h