Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Casamento"

Casa Comigo (Semana do Brigadeiro Experimental)

12 de setembro de 2011 0

Foto Márcia Feijó

A receita de hoje da Semana do Brigadeiro Experimental é a do docinho Casa Comigo – que não é exatamente um  brigadeiro, pois não leva chocolate na massa. Ele ganhou este nome por causa de seu ingrediente principal, amêndoas, algo que não pode faltar nos casamentos.

Há muitas versões para a presença das amêndoas confeitadas nas cerimônias de bodas. Uma delas, claro, seria a fertilidade. Algumas pessoas acreditam que cada amêndoa ofertada ao convidado tem um significado. Nos casamentos italianos são oferecidas cinco, que significam saúde, riqueza, felicidade, fertilidade e longevidade.

Os gregos oferecem amêndoas em quantidades ímpares. Isto porque o número ímpar não tem uma divisão perfeita, simbolizando a esperança de que o casal nunca se separe.

A versão menos romântica e mais histórica é que elas substituiram os cubos de açúcar, antes distribuídos para mostrar a riqueza da família que estava dando a festa.

Mas, enfim, para este brigadeiro usamos farinha de amêndoa e amêndoa sem pele passada no triturador, para ficar em pequenas lascas.


Brigadeiro Casa Comigo


Ingredientes:

1 lata de leite condensado

2 colheres (sopa) de farinha de amêndoa (você pode moaer bem fininha, mas o ideal é já comprar em forma  de farinha – a mesa usada para os macarons)

5 gotas de essência de amêndoas (opcional, para reforçar o sabor)

1,5 colher de manteiga

100g de amêndoas sem pele ou lâminas de amêndoa


Como fazer:

Colocar a manteiga na panela e levar ao fogo. Despejar o leite condensado, sempre mexendo com colher de cabo longo. Acrescentar a farinha de amêndoa e a essência. Manter no fogo mexendo até dar ponto de brigadeiro (quando a massa começa a desgrudar do fundo da panela).  Desligar, colocar num prato e deixar esfriar).

Triturar as amêndoas sem pele ou lâminas até que ela esteja em pequenas lascas. Colocar num prato fundo.

Enrolar as bolinhas e passar nas lascas de amêndoas, antes de colocar nas forminhas de papel.


Dica: tenha os ingredientes próximos ao fogão, e de preferência já medidos, para poder acrescentá-los sem deixar de mexer por muito tempo.



Brigadeiro Coco Chanel

09 de setembro de 2011 0

A brincadeira com o nome da grande estilista francesa tem três porquês. Primeiro pela mistura chocolate black com cobertura branquinha, formando a dupla P&B tão peculiar a suas criações. Segundo porque o brigadeiro é passado no côco ralado. Terceiro porque tem uma pitada de pimenta, assim como a vida de Coco, uma mulher à frente de seu tempo não somente em sua obra mas também no modo como conduziu sua vida, que até hoje dá margem a polêmicas.

Foto Felipe Carneiro


Brigadeiro Coco Chanel

 


Ingredientes:

1 lata de leite condensado

1/2 xícara de gotas de chocolate black para derreter

1,5 colher (sopa) de manteiga

1 pitada de pimenta preta em pó

100g de côco ralado


 

Como fazer:

Colocar a manteiga na panela e levar ao fogo. Despejar o leite condensado, sempre mexendo com colher de cabo longo. Acrescentar o chocolate e mexer até que desmanche. Acrescentar a pimenta. Manter no fogo mexendo até dar ponto de brigadeiro (quando a massa começa a desgrudar do fundo da panela).  Desligar, colocar num prato e deixar esfriar).

Colocar o côco ralado num prato fundo, enrolar as bolinhas e passar nele antes de colocar nas forminhas de papel.


 

Dica: tenha os ingredientes próximos ao fogão, e de preferência já medidos, para poder acrescentá-los sem deixar de mexer por muito tempo, para não grudar na panela.


Porção: cerca de 30 docinhos


E aqui vai mais uma receita mostrada em vídeo. Ela está no caderno Gastronomia de hoje.


Brigadeiro Bollywood

08 de setembro de 2011 4

Brigadeiro é coisa bem brasileira, mas que tal dar um toque indiano nele. Provei dia desses um brigadeiro com uma massala – tempero comum na Índia, que na verdade é uma  composição de vários condimentos – e amei. Não consegui me conter e, no mesmo dia, testei uma receita utilizando o massala que eu tinha em casa. Ficou uma beleza. Exótico e irresistível.

Foto Felipe Carneiro


Brigadeiro Bollywood

 

 

Ingredientes:

1 colher (sopa) de manteiga

1 lata de leite condensado

1 colher (sopa) de massala

25g de chocolate em barra 70% cacau

confeitos para a cobertura


 

 

Como fazer:

Colocar a manteiga na panela e levar ao fogo. Despejar o leite condensado, sempre mexendo com colher de cabo longo. Acrescentar o chocolate e mexer até que desmanche. Acrescentar a massala . Manter no fogo mexendo até dar ponto de brigadeiro (quando a massa começa a desgrudar do fundo da panela).  Desligar, colocar num prato e deixar esfriar).

Colocar o confeito num prato fundo, enrolar as bolinhas e passar nele antes de colocar nas forminhas de papel.

 

Dica: tenha os ingredientes próximos ao fogão, e de preferência já medidos, para poder acrescentá-los sem deixar de mexer por muito tempo, para não grudar na panela.

 

Porção: cerca de 30 docinhos

Mês começa com bem-casados na Oficina Culinária

01 de junho de 2011 2

 

 O calendário de junho da Oficina Culinária começa justamente com os bem-casados que a Valderez Costa ensinou para a gente (veja aqui). Aliás, também mostramos aqui como criar caixinhas de madeira personalizadas para ofertá-los aos convidados do casamento, ensinadas pela artesã Lia Crippa.

E na programação da Oficina tem muito mais cursos. Confiram:

 

Hoje (14h) – Bem-casados, bem-nascidos, bem-comemorados

Dia 2 (19h) – Culinária do dia-a-dia – Sopas e cremes

Dia 4 (9h30min) – Cupcakes III

Dia 6 (14h) – Bolos & Cucas

Dia 7 (das 10h às 18h) – Doces finos II

Dia 8 (19h) – Pães de mel decorados

Dia 9 (19h) – Culinária do dia-a-dia – Carnes

Dia 13 (14h) – Delírios de chocolate

Dia 14 (14h) – Salgadinhos finos

Dia 14 (19h) – Culinária integral

Dia 15 (19h) – Cupcakes IV

Dia 16 (19h) – Culinária – Menu completo

Dia 17 (9h30min) – Bolos & Cucas

Dia 17 (14h) – Macarons

Dia 17 (19h) – Culinária – Happy hour

Dia 18 (das 10h às 18h) – Doces finos e bem-casados

Dia 20 (19h) – Diet

Dia 21 (14h) – Macarons

Dia 21 (19h) – Tostas salgadas

Dia 28 (19h) – Pães

Dia 19 (19h) – Festival de trufas

Dia 30 (14h) – Doces finos V



Bem-casados bem gostosos

27 de maio de 2011 1

Foto Márcia Feijó

O caderno Gastronomia de hoje traz uma receita de bem-casados ensinada pela professora Valderez Costa (mas estes aí da fotinho são meu primeiro teste feito em casa kkkkk). Eles tornam qualquer casamento – ou outras comemorações – ainda mais delicioso.

Aqui no blog a gente mostra o vídeo de como fazer os docinhos.

E aqui, a gente mostra como montar caixinhas de madeiras lindas para colocá-los e presentear seus convidados.


Caixinhas decoradas para colocar bem-casados

25 de maio de 2011 7

Os bem-casados voltaram a ser um item de destaque as festas de casamento. E com eles surgiram as mais diversas possibilidades de embalagens, principalmente quando são oferecidos como uma lembrança da ocasião para os convidados. Além do próprio doce ser envolvido em papel crepom ou tecido, pode ser colocados em caixinhas, cestinhas, latinhas e outros itens decorativos. Dispostos sobre uma mesa, à saída do salão, eles formam uma atração à parte.


Fotos Márcia Feijó


Como a ideia é ofertar algo que possa ser utilizado por bastante tempo, as caixinhas de madeira, pintadas e enfeitadas conforme a decoração do ambiente são uma boa ideia.




Produzimos um vídeo onde a professora de pintura em madeira Lia Crippa mostra como prepará-las. A dica é boa tanto para as noivas que estão cuidando pessoalmente dos detalhes, como para quem tem habilidade e que apostar numa fonte de renda extra.


 


  


Material usado:


Caixinha de madeira com tampa, tamanho 7cm  de altura X 7cm de largura X 7cm de comprimento


Tinta PVA (à base de água) nas cores branco, camurça e marrom escuro


Pincel nº 20


Lixa fina


Faz-bolinhas (foi usada a ponta nº 6)


Carimbo (foi usado um com formato de cupcake, mas você pode optar por outras ilustrações ou pelo monograma dos noivos)


Fitas de cetim de espessuras e tons diferentes


Flores de fuxicos (tecido) – uma para cada caixa



 



A Lia dá aulas de pintura em madeira e também aceita encomendas. O Atelier Lia Crippa Arteira fica na Rua Altamiro Di Bernardi, 98, loja 3, Campinas. Fone (48) 3034-1550
 

E se você for também habilidosa na cozinha e quiser aprender a fazer os próprios bem-casados, a professora Valderez Costa ensina neste outro post com vídeo.


 



 







Bem-casado ou macaron... o que casa com você?

25 de maio de 2011 0



Andei pesquisando sobre doces de casamento na internet e percebi que os macarons estão ganhando cada vez mais espaço nestas ocasiões. Seja na mesa de guloseimas ou como lembrança para ofertar aos convidados.
 
O interessante dos macarons, essas delícias francesas, é que você pode fazê-las na cor que combina com sua decoração. Assim como com com toques de brilho – dourado, prateado ou perolado – se usar glittler comestível para decorá-los.
 

Se for ofertar na mesa de doces do buffet, pode colocá-los em taças de vidro grandes. Se o destino for entregar aos convivas, vale caprichar nas embalagens contendo dois a quatro macarons, conforme o tamanho deles. Mas convém não fazê-los muito grandes – o bom macaron, eu acho, é aquele que você consegue comer em duas mordidas.

 




Aulas com a cake designer Carla Machado

20 de maio de 2011 2

Atenção doceiras! A cake designer Carla Machado está com a agenda cheia de oficinas que têm potencial para tornar-se a grande atração de qualquer festa, de aniversário ou casamento. Espiem só:

Dias 31 de maio ou 4 de junho (das 10h às 18h) – Bolo esculpido – Queijo suíço e ratinhos

Dia 7 ou 9 de junho (das 10h às 17h) – Biscoitos decorados pintados à mão

Dia 14 de junho (das 10h às 17h) – Cupcakes Disney (com decoração em 2D)

Dia 16 de junho (das 10h às 17h) – Cupcakes Flores (com decoração 2D)

Dia 18 de junho – Bolo esculpido – Bolsa Feminina

Dia 21 de junho – Bolo artístico infantil (técnica aplicqué)

Dias 25 e 26 de junho – Bolo esculpido Barbie (todo em açúcar)

Dias 29 e 30 de junho – Bolo de casamento com rosas de açúcar

Reservas devem ser feitas pelo e-mail carlalumachado@gmail.com ou pelo telefone (48) 9931-9201. As aulas são realizadas no atelier da Carla, no bairro Abraão, em Florianópolis.




















Os bem-casados e seus segredos

10 de maio de 2011 34

Foto Márcia Feijó

Na semana passada, fui visitar a minha professora de culinária Valderez, para finalmente aprender a fazer os meus cobiçados bem-casados.

Estes doces, como já falei aqui no blog, têm uma simbologia muito romântica. Por este motivo, são tão famosos em festas de casamentos. Embora também possam ser servidos em outras ocasiões comemorativas.

Pois, prometido e cumprido. Aqui vai o vídeo que gravamos na Oficina Culinária, com a Valderez ensinando suas técnicas. Depois conto a vocês como foram os meus testes em casa.

Se você quiser aprender ainda mais de pertinho, a agenda da Oficina Culinária sempre tem aulas de bem-casados. O fone de lá é (48) 3334-0372.

 


 

  

 

Bem-casados

Ingredientes

Massa:

4 ovos inteiros

4 colheres (sopa) de açúcar refinado

8 colheres (sopa) de farinha de trigo especial

1/2 colher (chá) de fermento em pó

Recheio de leite condensado:

1 lata de leite condensado

1 lata de creme de leite

Calda:

500g de açúcar

1 xícara de água

Como fazer a massa:

Em uma batedeira, bata as claras com o açúcar até obter uma massa fofa como a de suspiro. Adicione as gemas, uma a uma, e continue batendo até o ponto. Acrescente a farinha de trigo peneirada misturada ao fermento e mexa delicadamente. Coloque a massa num saco de confeitar e forme bolotas na assadeira, deixando espaço entre elas. Leve para assar em forno pré-aquecido a 180 graus. Asse até que os círculos fiquem levemente dourados.

Como fazer o recheio:

Cozinhe o leite condensado na panela de pressão por 15 minutos. Depois misture com o creme de leite numa panela. Leve ao fogo e cozinhe até dar o ponto de brigadeiro de colher.

Como fazer a calda:

Misture a água e o açúcar numa panela e leve ao fogo por alguns segundos até amornar. Utilize ainda morno. Depois de ressecar, não poderá mais ser usado.

Montagem:

Recheie os bem-casados, banhe no açúcar e deixe secar.

Enrole no papel plástico cortado 15cm X 15cm e depois no papel crepom.

Finalize com um laço de fita de cetim.





Foto Márcia Feijó



Muito bem-vividos

04 de maio de 2011 8

Foto Márcia Feijó

Na segunda-feira fui aprender a fazer bem-casados com a professora Valderez, da Oficina Culinária (e eles estão aí na foto acima). Estes doces voltaram a ser comuns nos casamentos, depois de um período quase esquecidos. E por uma razão muito especial, seu significado.

As duas metades dos bem-casados devem, tradicionalmente, ser feitas uma a uma. Elas simbolizam os dois indivíduos que se unem. No meio, vai um recheio doce, e eles ainda são banhados numa calda de açúcar bem leve e crocante (afinal, que casamento sobrevive sem uma boa dose de doçura e um tanto de crocância?).

Mas os bem-casados não precisam ser servidos somente em casamentos. Eles caem bem como oferta aos convidados ou servidos na mesa de doces em outras ocasiões festivas. Nestas, assumem os nomes de bem-sucedidos, bem-nascidos, bem-comemorados; e podem ser recheados com cremes alternativos além do doce de leite.

Há exatos 15 anos eu não servi bem-casados aos meus convidados porque ainda não conhecia esta história. Como fã de tradições regadas a açúcar :0), eu certamente teria encomendado ou até mesmo feito alguns, se conhecesse. Mas hoje tenho motivos de sobra para dividir uns bem-vividos com a outra metade do meu bem-casado.

Sobre o curso, gravamos um vídeo mostrando como fazer os bem-casados. Uma delícia. E em breve vamos mostrar tudo aqui no blog.