Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "limpeza"

Vovó sabe tudo

13 de junho de 2012 2

Mesmo com perfil no Facebook e a caixa de e-mails bombando, as avós de hoje ainda são guardiãs da sabedoria popular. Elas sempre têm na manga um truque para se livrar daquela mancha que não sai. E na maioria das vezes o resultado é bem melhor do que o dos milhares de produtos que lotam as prateleiras do supermercado.

A escritora Lee Faber, avó dos novos tempos, resolveu compilar o que aprendeu com outras representantes da classe. A Sabedoria das Avós é o livrinho ideal para quem está se tornando responsável pelo seu próprio lar e ainda não se defende muito bem em questões de limpeza e organização. Mas também pode ser útil para quem já está na profissão “do lar” há mais tempo. Sempre é bom ter este tipo de publicação por perto (eu os guardo na cozinha, junto com os de culinária), para consultas de emergência, quando um cálice de vinho vira sobre o sofá ou uma xícara de café cai no tapete.

O livro é dividido nos seguintes capítulos: Dicas para o Lar, Remédios, Culinária e cozinha: o básico, Receitas, Plantas e animais de estimação, conselhos sobre crianças, As famílias e o convívio diário. Os dois últimos são os mais diferentes em relação a este tipo de publicação. Lee extrapola a tríade cozinha/limpeza/plantas e entra na seara dos conselhos pessoais. O texto parece muito com aquele papo de chá da tarde que rola quando uma mulher procura a sua mãe (ou outra mulher mais experiente) para saber o que fazer em situações que repetem geração após geração.

Meu subtítulo preferido, o último do livro, é Fazendo presentes artesanais. Tudo a ver aqui com o bloguinho e com a minha própria concepção de ser avó.

Reprodução

A Sabedoria das Avós – Dicas eternas para facilitar seu dia a dia, de Lee Faber. Trad. Marcela Miller. Casa da Palavra, 160 págs. R$ 29,90

Há sol? Coloque as roupas nele

29 de junho de 2011 0

Neste inverno frio que chegou, cada vez que um solzinho apontar, coloque seus casacos e blusões de lã em cabides e espalhe-os por todas as áreas de sol que você estiver disponíveis – mesmo que você more num apartamento. Os raios solares vão fritar os ácaros dessas peças.

Reserve apenas uma área da casa. Arrede  a cadeira mais confortável para o espaço de sol reservado, pegue um livro, sente-se e relaxe. Os raios irão mandar fritasr as teias de aranhas do sue cérebro também!

Se tiver um notebook, puxe para perto mas nem pense em usá-lo para trabalhar. Apenas deixe rolar os vídeos abaixo:




Em tempo: o solzinho que havia hoje pela manhã já era, mas fica a dica para quando ele retornar.

 

Mais uma dica sobre vinagre

14 de março de 2011 0

O colega Marcos Castiel também mandou uma contribuição sobre o uso de vinagre na limpeza. Ele diz que é tiro e queda!

Vinagre é ótimo para prevenir o mofo em armários. Uma limpeza com pano umedecido por mês é uma baita ajuda. E formiga também não gosta.

Sai pra lá cheiro de cigarro!

14 de março de 2011 6

Reprodução internet

Meu colega jornalista Cristiano Dalcin é fumante, mas não curte casa com cheiro de cigarro. Dia desses, batendo um papo na frente do jornal, após o plantão de Carnaval, ele me contou como faz para livrar-se desse tipo de odor.

Vai aí a receita do Cris:

Coloque um “dedo” de vinagre em um pote plástico com uma esponja. Ela ficará umedecida pelo vinagre e absorverá o odor de fumaça do ambiente.

O Cris aconselha a usar vinagre branco.

Aliás, vinagre é bom para muita coisa relacionada à limpeza. Estou fazendo uma lista dos mil e um usos do vinagre. Se você souber de mais alguma dica, envie por favor.


Sabão bom se faz em casa

12 de janeiro de 2011 0

Nossa produção de sabão caseiro. Fotos Márcia Feijó

Conhecem o ditado: “Roupa suja se lava em casa”? Em Francisco Beltrão (PR), o sabão em barra também é feito em casa. E, não sei se é impressão minha, mas o resultado parece muito melhor do que as opções que encontramos no mercado. Principalmente para lavar a louça. As panelas parecem ficar muito mais brilhantes com ele.

Eu e minhas cunhadas sempre ganhamos umas barrinhas quando a minha sogra D. Lidia Gubert vem nos visitar em Florianópolis. Mas nestas férias decidi acompanhar a produção pessoalmente. Como eu tive que registrar, quem ajudou na confecção foi o meu marido Jacy.

Claro que não é muito prático fazer sabão em casa. São usados ingredientes que exigem o máximo de cuidado (a soda cáustica não pode ser manuseada sem luvas e máscara; ela pode causar queimaduras graves). E em apartamentos o espaço para este tipo de atividade costuma ser bem mais reduzido. Mas fica a dica e  a receita.

Ingredientes:

4 kg de sebo (gordura animal)

1kg de soda cáustica

5 litros de alcool

1 litro de óleo de cozinha

4 litros de água

Como fazer:

Colocar o sebo em panelas grandes e levar ao fogo até derreter.

Obs.: O cheiro não é nada agradável.








Colocar a água numa bacia funda e diluir a soda (que irá elevar rapidamente a temperatura da água, fazendo-a ferver – use luvas e máscara). Mexer – com colher de pau ou um pedaço de madeira de cabo bem longo - até dissolver bem.

Acrescentar o sebo derretido e o óleo de cozinha (que pode ser óleo reaproveitado) coando para tirar as impurezas. Continuar mexendo sempre.



Depois, acrescentar o alcool. Continuar mexendo até formar espuma.








Deixar esfriar a mistura (cerca de 24 horas nos dias mais quentes), em local bem ventilado. Quando endurecer bem, virar a bacia num local onde a barra de sabão possa ser cortada. Cortar com facão grande formando barras menores (não muito pequenas). Armazenar em local seco.


Com esta receita você obtém cerca de 35 barras de sabão.

Dica: com o passar do tempo e bem armazenadas, as barras irão endurecer mais.



Lençóis brancos para a vida toda

22 de outubro de 2010 0


Foto divulgação

Revendo o post abaixo sobre o acondicionamento de edredons e cobertores durante os meses quentes, lembrei de um outro costume bem antigo. No tempo dos nossos avós, os lençóis brancos (geralmente aqueles que faziam parte do enxoval da noiva e eram colocados amorosamente para "quarar" nos quintais gramados) eram guardados envoltos em papel de seda. A prática evitava que eles amarelassem, ao ficarem guardados por muito tempo. Vale a pena experimentar e a dica é usar papel de seda azul.

(Hoje estou nostálgica!)



Como tirar mofo de peças de couro

06 de outubro de 2010 2

lexandre Nunes demonstra a hidratação do couro de uma jaqueta. Fotos Márcia Feijó
Fiz um post, na semana passada, sobre como tirar mofo de armários, paredes e livros. Um leitor me perguntou como fazer para tirar mofo de peças de couro. Uma amiga havia me ensinado, alguns dias antes, que o vinagre era uma boa opção para este tipo de material também.

Mas o Alexandre Nunes, da Couro & Cia, me explicou que o vinagre, apesar de causar um bom efeito na hora, pode ajudar a ressecar o couro. De acordo com ele, se alguém for fazer o procedimento em casa, é melhor usar apenas água e sabão de coco (tanto líquido quanto em barra).

Na Couro & Cia, eles fazem não só a lavagem, como a hidratação e a recuperação  de peças como jaquetas, calçados, bolsas e até sofás. Mas tem que ser couro legítimo. Eles também vendem um kit especial para quem prefere fazer a lavagem e a hidratação em casa.

No kit vem um líquido que, segundo o Alexandre, deve ter uma porção (corresponde a uma tampinha cheia) diluída em 5 litros de água. Com uma escova macia pequena, é preciso esfregar a jaqueta, inclusive o forro, se este for de couro também.

Depois, o produto deve ser retirado em água corrente ou colocado de molho em uma bacia. Ou, ainda, com um pano molhado. A peça deve secar na sombra, em lugar bem ventilado.

A próxima etapa do processo é aplicar a pasta hidratante, espalhando com uma esponja macia que vem também no kit. Leva de 3 a 4 horas para o produto penetrar no couro. Depois, a peça já pode ser usada.

Alexandre recomenda que este processo seja realizado uma vez por ano, para prevenir o ressecamento do couro. Ele explica, também, que as peças feitas deste material devem ser retiradas do armário, para arejar, uma vez por mês, evitando o mofo.

A Couro & Cia fica na Avenida Lédio João Martins (central do Kobrasol), 1044, São José. O telefone é (48) 3259-5292.

Micro-ondas sem cheiro

20 de setembro de 2010 0

No manual de instruções do meu velho e bom micro-ondas, do qual sairam as receitas de amendoim doce e salgado que postei no final de semana, encontrei outras dicas legais. Uma delas é para remover odores do forno.

Junte água e fatias de limão em uma jarra refratária. Aqueça por 5 minutos. Retire a jarra de dentro do forno e limpe-o com um pano macio.

Atenção: ao retirar a água do micro-ondas, muito cuidado com a temperatura da jarra e da água.

A dica é muito boa para usar logo depois de fazer pipoca de micro-ondas ou outros alimentos que deixam o forno com aquele cheirinho forte. Vale também deixar a porta do forno aberta por alguns minutos.

Operação torneiras fechadas

17 de setembro de 2010 0

Foto Júlio Cordeiro

Catarinense de apenas 5 anos, Igor Silveira da Silva ganhou um prêmio especial. Ele participou de um concurso da Natura e ficou entre os cinco finalistas. Como resulatdo, a escola onde o Igor estuda, em Governador Celso Ramos, vai receber computadores e hoje seus coleguinhas poderão desfrutar de um show exclusivo com o grupo musical Palavra Cantada, um dos melhores do país, atualmente.

Esta história, matéria publicada no caderno Variedades de hoje (no DC impresso) conta com detalhes. Mas tem um fator muito importante para discutirmos aqui: o Igor ganhou tudo isto com um vídeo de apenas 11 segundos onde ele dá uma importante lição de cidadania: conclama todo mundo a cuidar melhor dos mares e cachoeiras. Isto por que a água é seu “líquido preferido”.

A gente geralmente não lembra que a água é nosso líquido preferido também. Por mais que a gente aprecie outros, é ela que nos garante a sobrevivência.

Então, seguindo o exemplo do Igor, o Feito em Casa repassa uma lista de cuidados para não desperdiçar a água. A maioria das ações pode se refere aos nossos lares. A fonte é o Instituto Harmonia na Terra, de Santa Catarina, que trabalha em parceria com a Natura.

É bem fácil de seguir esta receita. Basta criar o hábito.

1. Praticamente tudo aquilo que consumimos utiliza água em seu processo produtivo. Evite comprar produtos que realmente não necessita.

2. Não deixe a torneira aberta ao escovar dentes e ao fazer a barba. Se você escovar os dentes com a torneira aberta durante 2 minutos, vai gastar mais ou menos 13,5 litros de água, mas só precisaria de 0,5 litros se abrisse a torneira apenas quando necessário. Escovando os dentes três vezes ao dia, o desperdício será de 37,5 litros diariamente.

3. Não dê descargas prolongadas. As bacias sanitárias com caixa acoplada gastam, em média, 12 litros de água a cada vez que a descarga é acionada. Se você tem em sua casa descargas desse tipo e usa o banheiro cinco vezes por dia, gasta 60 litros de água diariamente. Existem bacias sanitárias mais modernas, com apenas 6 litros de água.

4. Diminua o tempo de banho. Uma ducha gasta cerca de 16 litros de água por minuto.

5. Não utilize mangueiras para ”varrer” calçadas e quintais.

6. Otimize a capacidade da lavadora de roupas e pratos.

7. Faça captação da água da chuva em sua casa para lavar o chão, molhar as plantas e lavar o carro.

8. Mantenha a torneira fechada enquanto ensaboa louças e panelas e escova os dentes.

9. Use uma bacia para lavar a louça.

10. Não deixe uma torneira pingando. Uma torneira pingando pouco mais de uma gota por segundo, em média, pode desperdiçar em um dia 46 litros d´água. Em um ano, esse desperdício chega a 16.500 litros.

11. Para produzir 1 kg de carne bovina gastam-se até 15 mil litros de água, enquanto são necessários menos de 500 litros de água para se obter 1 kg de soja. No Brasil, 45% da água doce é gasta na pecuária. Procure reduzir o consumo de carne.

12. Verifique instalações hidráulicas e conserte os vazamentos. Um buraco de 2mm (um pouco maior do que a cabeça de um alfinete) em um cano desperdiça até 3.200 litros de água em um dia. Em um mês, o desperdício desse pequeno vazamento pode chegar a 96.000 litros, suficientes para suprir as necessidades de água potável dessa família por quase 33 anos.

13. Proteja os mananciais plantando árvores nativas nas matas ciliares.

14. Para o tratamento de esgoto invista em um tratamento ecológico com tecnologias de evapotranspiração ou zona de raízes.

15. Não utilize venenos, agrotóxicos ou fertilizantes químicos em hortas ou jardins.

16. Denuncie qualquer agressão e poluição a mananciais, rios e mares.

Para assistir ao vídeo que o Igor fez para o concurso da Natura, acesse aqui.

 

Trilha sonora da faxina

11 de setembro de 2010 4

Sábado chuvoso e modorrento! Nada melhor para fazer aquilo que você vem adiando há dias (ou meses): uma boa faxina no seu guarda-roupa. Ou, quem sabe, na casa toda?

Mas toda boa faxina começa por detalhe muito importante: a trilha sonora. 8-)

É ela que vai ajudar você a ter pique neste grande empreendimento e não ficar com a cara da moça aí da ilustração.

Estou falando sério… Quando preciso organizar armários ou pegar em armas para limpar o apartamento, a primeira coisa que faço é selecionar um bom CD e aumentar (um poquinho, devido à política de boa vizinhança) o volume.

Experimente!

Eu costumo ouvir algo bem dançante e que esteja entre os meus preferidos da temporada. Antigonas dos anos 1970 e 1980 também são legais. Tudo aquilo que faça você ficar de alto astral, soltar o gogó fingindo que o cabo do espanador é microfone ou dançar com a vassoura.

Consultei o meu colega da grande conhecimento musical Renê Müller e ele me deu três preciosas dicas:

Luxury, dos Rolling Stones

Funk do Esfregão, que tocava no último BBB

I want to break free, do Queen

Se você também tiver alguma sugestão para a trilha sonora ideal de uma boa faxina, envie aqui para o Feito em Casa. E boa limpeza!