Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Vânia Barroso Guedes: Entre Cores e Sensibilidade!

12 de janeiro de 2013 0

A artista plástica Vânia Guedes mora em Blumenau desde 1976 e se considera, carinhosamente, uma “blumenauense de coração”. Casada com o odontólogo Gualberto Guedes, com quem tem três filhos _ o oftalmologista Guilherme Barroso Guedes, o advogado Maurício Barroso Guedes e a odontóloga Marília Barroso Guedes _, também é advogada. Há anos, porém, deixou falar mais alto a sua sensibilidade e passou a se dedicar exclusivamente à atividade artística. Nesse aspecto, destaca o estímulo e apoio que recebeu do saudoso Lindolf Bell.

Vânia criou e desenvolveu uma técnica inédita com vidros. Já fez cenários para o Teatro Carlos Gomes, dezenas de capas de catálogos telefônicos e livros (incluindo a do Diário do Dr. Blumenau, lançado em comemoração aos 150 anos da cidade) e tem diversas obras premiadas.

Apaixonada pelo que faz, Vânia integrou o Conselho Municipal de Cultura de Blumenau nos anos de 2010 e 2011 e presidiu o Conselho do Museu de Arte. Sempre é convidada a falar sobre o assunto na Furb e todo ano atua no calendário das debutantes do Tabajara Tênis Clube, palestrando sobre arte para as meninas. Tudo para despertar a afeição delas pela arte. Coisas de uma doce e talentosa mulher.

HOBBY: leitura.

INSPIRAÇÃO DIÁRIA: meus amados filhos e marido.

COMIDA MEMORÁVEL: brandade de bacalhau com alho negro.

LUGAR INESQUECÍVEL: a casa dos meus pais.

MANIA: pintar madrugada adentro.

FILME: Camille Claudel. O filme evidencia um fato que foi muito frequente em tempos passados: a dificuldade das artistas femininas em serem reconhecidas

LIVRO: todos de artes. Atualmente, A Transfiguração do Lugar Comum, de Arthur C. Danto.

O QUE NÃO PODE FALTAR NA BOLSA: celular e corretivo da Kryolan.

NÃO VIVE SEM: amigos e música.

DESEJO: um mundo mais justo, para todos.

NO IPOD HOJE: no dia a dia, todos os ritmos. Admiro muito a voz da brasileiríssima Virgínia Rodrigues. Para pintar, música celta.

NO IPOD NUNCA: vazio. Sou movida à música.

CAOS: as enchentes.

LUXO: não ser refém das modas e regras de um determinado momento.

MAIOR ORGULHO PRODUZIDO: o quadro exibido na escadaria de acesso ao Die Kneipe, no Tabajara Tênis Clube.

PINTOR PREFERIDO: sou apaixonada por muitos. Contemporâneo: Joseph Beuys. Modernos: a obra sensual de Gustav Klimt, as cores do fauvista Henry Matisse e a composição do cubista Georges Braque.

SEU ESTILO DE PINTURA: instintivo, o que vem da alma.

MONET OU PICASSO: Picasso.

COMO SE DESCOBRIU PINTORA: acho que foi no dia em que peguei minha primeira caixa de lápis de cor. Acredito que a gente nasce artista, bailarino, poeta… é só deixar fluir.

ARTISTA BRASILEIRO COM NOME MUNDIAL ARTES PLÁSTICAS: Daniel Senise.

MUSEUS QUE TE ENCANTAM: todos, sou apaixonada por museus. Um carinho especial pelo MoMA (The Museum of Modern Art), de Nova York.

QUADRO MARCANTE EM SUA VIDA: sempre o último, o que está no cavalete. Principalmente agora, que assisto a explosão de uma nova fase.

CASAMENTO: maravilhoso! Tenho como companheiro um homem que quanto mais conheço, mais amo e admiro.

CONSELHO: nunca deixar de sonhar.

A ARTE É: tudo. É o sentido e a alma da humanidade.

Dê sua opinião

comentários

Envie seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: