Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Perfil de Roberta Dalsenter

21 de março de 2015 3

Expansiva, moderna e cativante, Roberta Dalsenter através de seu perfil no Instagram (@robertadalsenter) dita tendências de estilo de vida e enche os olhos com delícias e fotos inspiradoras. Ela é formada em gastronomia e autora do blog Doces Abobrinhas, onde compartilha receitas e dá dicas de como receber bem.
A intimidade com a cozinha surgiu com o casamento _ ela é casada com Tomás Dalsenter e é mãe de Luiza e Jan. Antes disso nunca havia parado de fato para cozinhar.
Começou a faculdade de Direito e trabalhou no mercado automobilístico, vivendo entre Blumenau, Florianópolis e São Paulo, em uma vida workaholic total. Chegou a comandar uma equipe com mais de 30 pessoas, treinando técnicas de vendas em várias regiões do país.
Rompeu com o trabalho para curtir a vida de casada e a chegada de Luiza. Depois se interessou pela culinária e abriu o Le Botteco, uma loja de produtos finos, que vendeu com a chegada do segundo filho, Jan, para então se dedicar integralmente à família.
Há oito anos ela recebe um seleto grupo de amigas em casa para o já tradicional chá de Páscoa _ o encontro é um luxo, ela mesma elabora o cardápio, a decoração e cada detalhe.
Ela mudou recentemente seu estilo de vida, apostou em uma fase mais saudável e partilha com todos seu sucesso. Acelerada, sempre à frente em suas idéias, consegue ser mãe, esposa, cozinheira, e amiga. Claro, sempre #online.

 

Hobby: Fazer Cupcakes

Lugar inesquecível: Piraju, no interior de SP, cidade onde nasci.

Música: Não vivo sem! “Danço conforme a música” tem a ver com meu espírito, com a temporada ou ocasião. Hoje as mais pontuadas no meu iPod são: Money On My Mind, do Sam Smith ; Young Again – Hardwell e Follow The Sun – Xavier Rudd, coloco no repit, daqui a pouco pego bode delas e não posso mais ouvir, consumo muita música.

Mania: Tem que estar tudo alinhado, na dispensa todos os ingredientes estão organizados por categoria, data de validade e todos tem que estar com o rótulo virado para frente, na geladeira e no resto da casa idem.
Livro: Baking Bible, de Robert P. Winston
Não vivo sem: internet
Desejo: Um mundo melhor, mais evoluído e com mais igualdade

 

Amigos: Vivo um “bum” de amigos virtuais, tenho milhares e convivo com centenas deles na sociedade. Adoro isso tudo. Sou uma pessoa interativa, alegre e agitada, que gosta de conversar, colaborar, trocar idéias e aprender. Mas amigos pra mim é quase uma extensão familiar, são aqueles com quem eu e minha família nos relacionamos de maneira muito íntima – aqueles em que eu chego na casa, tiro o sapato e abro a porta da geladeira para me servir uma água. São aqueles que eu procuro para dar risada e para chorar as pitangas quando preciso – amigos de verdade eu não tenho mais que dez, e sou imensamente feliz por isso, pois desta maneira tenho tempo para estar presente na vida deles – eles sabem quem são e sabem que podem contar comigo.
Caos: o salário mínimo do trabalhador

Luxo: Estar disponível para meus filhos nesta fase escolar de descobertas, aprendizagem e crescimento e poder preparar minha própria comida.

Cidade que moraria:Em qualquer lugar do mundo, me adapto fácil. De preferência em uma metrópole – sou muito urbana, gosto de agito, de barulho e de conveniências. Moraria em Paris, Amsterdam …
O que te irrita: Ficar parada no trânsito e atrasos, não suporto atrasos tanto de minha parte quanto dos outros. Ah e gente que faz barulho pra comer tanto com a boca qto com os talheres, passo mal kkkk

 

Lugar preferido de férias:Pra mim o que importa é a companhia e não o lugar, se minha família estiver comigo eu estarei feliz.
Um presente inesquecível: A primeira viagem que fiz pela Europa com meu marido Tomás.
Homem Bonito: George Clooney
Onde aprendeu a confeccionar seus cupcakes? Comecei a fazer cupcakes em abril de 2007, foi uma coisa meio autodidata, não aprendi na faculdade, e não conhecia ninguém aqui em Blumenau que fazia. Tinha acabado de chegar de uma viagem dos EUA e com as malas recheadas de acessórios e alguns exemplares de livros e revistas de confeitaria. Tinha provado alguns por lá mas achei a massa muito seca, então fui testando várias receitas até chegar a um paladar mais doce e mais brasileiro com os ingredientes que temos disponível por aqui e então criar a minha própria receita. Depois preparei alguns e reuni algumas amigas aqui em casa para o meu primeiro chá de Páscoa, foi ali o começo de tudo.

 

De onde busca inspiração?Acredito que vem desde as primeiras memórias relacionadas à comida. A minha grande fonte de inspiração é o meu cotidiano mesmo, me inspiro em tudo o que vejo e experimento. Aprendo na feira, na rua, na peixaria, na peixaria nos jantares que frequento, com os amigos, em viagens que faço, nos livros e na internet. Busco referências contemporâneas na cozinha europeia, o modo descolado, prático e divertido dos americanos e tento tropicalizar isso tudo na minha cozinha de uma maneira simples mas criativa – busco sensações diferentes e inusitadas e estou sempre atrás de uma nova maneira de usar um ingrediente ou tempero novo.

 

Sua fase fitness mudou o modo como se relaciona com a cozinha? Sim, muito! Foi uma transformação absurda, mesmo tendo habilidade com as panelas, essa nova fase trouxe para dentro da minha casa alimentos do quais eu nunca preparava. Estou vivendo uma fase de aprendizagem e transformação maravilhosa com os alimentos que consumo. Ainda tenho muito o que evoluir, mas a minha cozinha já deu o primeiro passo, agora ela é mais leve e mais saudável, assim como eu.
Restaurante preferido no Brasil e outro no exterior-
Em Miami gosto de comer no carpaccio e para um jantar mais chiquezinho Mr.Chow ; Em SP, o KAA ou Fasano são sempre boas pedidas
Em Timbó, gosto do Magnani Bistro;  Em Floripa, recanto dos açores; Em Blumenau – gosto de comer na minha casa

 

Chef que mais admira:
Roberta Sudbrack, pela habilidade que tem em trabalhar com ingredientes pouco valorizados pela gastronomia brasileira, como o quiabo e o xuxu por exemplo.
Onde ou com quem sonha realizar um curso- Faria um de culinária na École de Cuisine de Alain Ducasse, e outro de pâtisserie na Ferrandi, ambos em Paris.
Próximo projeto – Repaginar meu blog. Devo ainda focar no #RDmenu, um projeto em que sazonalmente crio um prato, desenvolvo o método de cocção e empratamento para então disponibilizar a receita para o menu de restaurantes parceiros. Uma maneira da minha cozinha virtual poder de alguma forma estar presente fisicamente.

 

Conselho: Não se dá e não se pede para qualquer um.
Frase: Você é o que você come

 

Roberta by Susana Pabst

Roberta by Susana Pabst

 

Dê sua opinião

comentários

Comentários (3)

  • Roberta Dalsenter diz: 21 de março de 2015

    Amiga que delícia estar aqui. Sabes o qto és especial para mim. bjs!

  • Mi Silva diz: 21 de março de 2015

    Roberta arrasa em tudo que faz!
    Maravilhosa!!!!

  • Detinha Sasse diz: 22 de março de 2015

    Que legal.feliz em rever vc. Saudades dos tempos de faculdade . Bjnhos.

Envie seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: