Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Perfil: Papai Noel blumenauense

11 de dezembro de 2015 0

O perfil deste final de semana é dedicado de coração a todas as crianças e adultos que acreditam na magia do Natal, época mais linda do ano.

O nosso Papai Noel blumenauense, Reynaldo Pfau, durante o ano leva uma vida pacata e normal, como a de todos nós. Pfau estudou Ciências Biológicas e Licenciatura em Educação Artística na Furb. É também cantor, barítono: começou os estudos de canto aos 14 anos com o maestro Heinz Geyer e já estudou com professores de renome nacional e internacional. Ele foi professor de Artes e de Música de instituições como o Teatro Carlos Gomes e o Centro Cultural 25 de julho. Pfau é tão polivalente que além da música é artista plástico, há mais de 40 anos.

Gosta muito de apresentar suas músicas natalinas com Sara Pfau, a Mamãe Noel, e em 2004 foi convidado para receber os pedidos de Natal no Neumarkt Shopping, e há 14 anos anota tudo em sua lista. Neste ano ele está no Norte Shopping recebendo as visitas.

Em dezembro se dedica totalmente à função e participa dos shows do Magia de Natal, nos espetáculos do Advento e nos jantares da Vila Germânica. Seu trajeto é especial e abençoado, levando alegria e esperança a tantas crianças. Com vocês, Papai Noel!

Foto: Gabriela Schmidt, Divulgação

Hobby: Fazer colares com vários elementos, seixos, rochas, pedaços de madeira, conchas, de todos os lugares possíveis. Quando prontos, os colares possuem uma energia toda especial.

Uma música de Natal: Gosto da Cantique de Noël, de Adolphe Adam, principalmente da letra em português, e de Noite Feliz em todos os idiomas.

Não vive sem: Cantar, uma boa leitura, oração e meditação, a companhia de “Mamãe Noel” e também de todos os meus queridos ajudantes elfos e duendes e das minhas queridas renas.

Sonho: Que a bondade seja a prioridade na vida de cada ser humano. Gostaria que o coração do ser humano transbordasse de bondade.

Comida preferida: Queijos, tudo que tenha queijo e pratos à Califórnia.

Cidade em que moraria: Gosto muito de Blumenau, mas não dispenso minha casa na Vila Noel do Polo Norte.

História que marcou sua trajetória: Uma menina pediu ao Papai Noel para ajudar na reconciliação dos pais e da família. Foi de cortar o coração.

O que a crianças mais pedem: O que me deixa feliz é que os campeões dos pedidos ainda são as bicicletas e as bonecas de todos os tipos. Aí seguem os brinquedos eletrônicos,os celulares e toda a sua família.

Os adultos pedem também? É mais raro, mas pedem principalmente paz e muita saúde. Emocionante é quando uma pessoa de idade avançada vem pedir uma abraço do Papai Noel, senta ao seu lado e conta sua história.

Algum pedido lhe chamou mais atenção? Sempre chama a atenção todo pedido dos portadores de qualquer deficiência. É muito emocionante o contato com eles. Mas me marcaram os pedidos de uma jovem senhora, para ajudar a constituir uma família, e o de uma menininha que queria uma vaca de verdade.

O que pediria a outro Papai Noel: Que o verdadeiro sentido do Natal estivesse no coração das pessoas em todos os dias do ano e em todos os momentos, independente de crenças ou raças.

Conselho: Pensar no bem. Viver cada dia pensando no bom futuro e tendo o passado como o bom aprendizado, conquistando dia a dia a serenidade e como consequência a eternidade.

Frase: “Tu te tornas eternamente responsável pelo que cativas”, de Antoine de Saint-Exupéry.

Dê sua opinião

comentários

Envie seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: