Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts de dezembro 2016

Perfil de Terence Schauffert

31 de dezembro de 2016 0

Terence Schauffert, iniciou sua carreira de sucesso em 1997, quando abriu o Kiwi Bar. Ele logo se tornou badalado e frequentado por catarinenses de todo o estado.

Ele conta que o bar realizou seu desejo de passar mais tempo e finais de semanas de sol, no paraíso intocado do Canto do Morcego na Praia Brava de Itajaí, onde cresceu.

Terence se entregou 110% ao Kiwi nos quase 15 anos de operação,e em retribuição ganhou vivências e lembranças que leva para sempre no coração.

Nesse período o espaço ganhou 8 prêmios consecutivos como melhor bar de praia do Brasil, realizou o projeto “Sol para todos”,que consistiu na construção das primeiras passarelas de acesso à praia para cadeirantes no estado de SC, entre muitos outros.

Em 2011 ele iniciou seu trabalho no Felissimo Exclusive Hotel, visando trazer sua experiência na área do entretenimento e na realização do trabalho em equipe.

Cinco anos se passaram e ele conta que atingiu seus objetivos profissionais no hotel, posicionando a já conceituada marca Felissimo, de maneira sólida no mercado.

Hoje é referência nacional de hospitalidade, vencendo prêmios importantes no Brasil- Travellers Choice 2016 em duas categorias: luxury e small hotels.

O hotel também participou das principais feiras do segmento de luxo como a SP Travel Week e Le Miami, fazendo parte da associação que reúne uma seleção com os melhores hotéis do pais “B.L.T.A “- Brazilian Luxury Travel Association- sendo um dos cinco representantes nacionais do seleto club de luxo internacional Design Hotels.

Logo abriram as portas do Bistro Felissimo, especializado na culinária internacional contemporânea , virando um hotspot catarinense.

O espaço recebe em seu deck as pessoas mais bacanas que visitam a região.

Casado com a modelo Marcella Peres, ele é hoje um exemplo de jovem talento, que uniu sua paixão, a praia, com o trabalho. Mistura que sempre dá certo.

Para ele, “Serviço ,qualidade de vida e saúde “ são as palavras de ordem no dia a dia Felissimo.

 

Hobby: surfar

Lugar Inesquecível: praia da solidão-itajai

Música: O sal da terra- Beto Guedes

Mania: andar descalço

Filme: A vida é bela

Luxo:final de semana em casa

Não vive sem: banho quente

Sonho: imagine não haver propriedade …

Caos: segurança pública

Comida preferida: peru de natal da minha mãe

Cidade que moraria: north shore, ilha de oahu – hawaii

Onde busca inspiração para manter a Pousada sempre moderna e cool?

Nas minhas viagens a lugares remotos, meu próprio estilo de vida e principalmente minha mãe que sempre inspira todos lá em casa quando o assunto é transformar algo simples e usualmente descartável em um notável elemento de design e decoração, no melhor estilo “simple chic”

Qual Hotel (ou quais) que mais curte em suas viagens- Adoro o Delano de Miami, tudo funciona com grande qualidade, para quem pega onda(ou não ) o Tavarua Resort nas ilhas fiji tem uma excelente estrutura,no Brasil todos os hotéis com o selo B.L.T.A , são de extrema qualidade,
destaco entre eles a pousada Uxuá em Trancoso, que visitei recentemente, “maravilhosa” em todos os aspectos.

Onde sonha ter uma pousada-

A propriedade que tenho no canto do morcego ,na praia brava de itajai, com certeza abrigaria uma pousada dos sonhos…uma chácara de 24mil metros quadrados de frente para o mar, com todo tipo de passarinho cantando o dia inteiro, paisagismo natural ,horta hidropônica, agua mineral,
vc pode acordar lavar o rosto na pia e beber agua ao mesmo tempo…Tudo isso a 25 min. do aeroporto de navegantes , 20 min da br 101, 5 min da marina itajai , 15min de bal camboriu e 60 km da capital. Pensando melhor… meu sonho maior, é ser junto com minha mulher, o único hóspede por lá.
Quais celebridades mais bacanas que já passaram por ai? Adorei receber a Bruna Marquezine, muito querida ela , o Marlon e o Cauâ, que são amigos de longa data, sempre é um prazer recebe-los aqui. O Oliver Anquier é super descolado, o Guga é um exemplo de pessoa ,
Torben Grael ao qual sou fã ,nossa Mari Weickert ,não posso esquecer do Joaquim Barbosa, no auge da fama de herói nacional esteve conosco e tive que me desdobrar para conseguir os dois jornais: o estado de são paulo e a folha de são paulo as 7 horas da manha ( jornais que ele le todos os dias e que so chega na região apos o meio dia).Tem tanta gente legal…

Qual o segredo para deixar o hóspede satisfeito-Velocidade na resolução dos problemas e bom serviço .

E o bistrô? Quem decide os novos pratos e dá palpite na cozinha?

Essa pergunta é boa! Todos da família dão palpite, ai vem as restrições ,uma não gosta de cebola,outro não gosta de alho, ou não come nada cru..As decisões finais desse brain storm ou melhor “toró de palpite”, são discutidas entre eu e minha mae , ai costumo usar meu aprendizado de formação academica ( sou formado em gastronomia), temos que estar abertos a tudo, desde que seja bom , sem restrições . O chef do bistro participa dessa simbiose criando novos pratos , recebendo referencias e nosso feed back, dizendo se tingimos a expectativa ou que devemos mudar para atingi-la

A casa tem planos para a virada do ano?
Ainda nao realizamos uma festa de virada de ano no FELISSIMO, mas amadurecemos a ideia esse ano e temos um norte para realização no ano que vem.

Planos para o futuro-
Viver com felicidade, em familia, conhecer novos lugares,culturas e pessoas , ter muita saúde para surfar e amar bastante .

Conselho- Só faca o bem sem olhar a quem , só faça com amor seja la o que for…

Frase “Não sabendo que era impossível…ele foi la e fez…”

Terence- foto divulgação

Terence- foto divulgação

 

Perfil de Carlos Braga Mueller

26 de dezembro de 2016 0
foto de Patrick Rodrigues/ Agência RBS

foto de Patrick Rodrigues/ Agência RBS

 

O sobrenome Braga é da família da mãe, blumenauense filha do advogado baiano Thomé Braga e Alcina, que chegaram à cidade em 1892. O Mueller é de seu falecido pai, nascido em Munique e que chegou ao Brasil ainda pequeno, em 1922, com a família que deixava a Alemanha depois da catástrofe econômica após a Primeira Guerra Mundial.

Carlos Braga Mueller nasceu em Blumenau em um dia 5 de maio, há sete décadas. É jornalista, casado desde 1968 com Rosi Mari, tem três filhos e duas netas. Aos 15 anos, apaixonado por rádio, começou a carreira como locutor na PRC-4 Rádio Clube de Blumenau. Em 1969 fez parte da equipe da primeira TV de Santa Catarina: a TV Coligadas, apresentando noticiários.

Foi funcionário da Electro Aço Altona S.A. durante 14 anos. Gerenciou o Teatro Carlos Gomes e seu Centro de Convenções durante a década de 1980.

Na vida pública se elegeu vereador duas vezes e nos dois períodos exerceu a presidência da Câmara Municipal. Em televisão também foi o primeiro noticiarista da TV Legislativa de Blumenau, inaugurada no ano 2000.

Em 2001 e 2002 foi presidente da Fundação Promotora de Exposições de Blumenau (Proeb), hoje Parque Vila Germânica.

Como empresário, foi sócio de cinemas e dono de locadora de vídeo. Na literatura, escreveu histórias adultas e infantis: Contos que eu Conto, Contos Escolhidos e Histórias do Opa Müller – Ecologia para Crianças.

Foi presidente do Conselho Municipal de Cultura de Blumenau em 2004/2005 e atualmente é 1º secretário do Conselho Deliberativo da Sociedade Dramático-Musical Carlos Gomes.

Também escreve sobre a história de Blumenau, colaborando com o site de Adalberto Day.

Há 12 anos abraçou a causa das micro e pequenas empresas e se tornou associado da Ampe Blumenau como jornalista autônomo. Participou duas vezes do Conselho Deliberativo e presidiu a entidade entre 2015 e o dia 30 de novembro de 2016.

Apaixonado por cinema, rádio e informação, é muito querido por todos aqui e nesta edição nos conta um pouco de seu dia a dia.

Hobby: cinema, desde criança. Hoje assisto mais pela TV ou em DVD, mas o que me fascina são as pesquisas que faço pela internet e as preciosidades que descubro ali sobre a história do cinema.

Lugar inesquecível: uma viagem a Buenos Aires com minha esposa Rosi Mari, minha filha Rose e genro Marcelo marcou muito meu imaginário cultural. Ao visitar o jazigo de Evita Perón, na Recoleta e coincidentemente num dia do aniversário dela, fui confundido com um antigo líder argentino. Custei a convencer os presentes que era “brasileiro”.

Música: sou da geração do rock e é o ritmo que até hoje permanece nas paradas. Mas vamos mais devagar, citando por exemplo a magia musical de Primavera na voz inconfundível do Tim Maia.

Mania: obedecer rigorosamente horários. Atrasar-me, nunca.

Luxo: ser aquilo que imagino poder ser.

Não vive sem: a família.

Sonho: poder realizar tudo aquilo que ainda pretendo. Será que vai dar?

Caos: os políticos brasileiros, que em vez de copiar países do primeiro mundo querem nos colocar numa situação idêntica à que arrasou há pouco tempo a Grécia.

Comida preferida: a caseira, mas não me venham com dobradinha.

Cidade em que moraria: Florianópolis e Munique, na Alemanha.

Uma saudade da Blumenau de antigamente: o “footing” dos domingos à noite na Rua XV, nos anos 1950 e 1960, com bares vendendo sorvete, cineminha ao ar livre, conversas e namoricos jogados fora.

Que filme marcou sua vida? E o Vento Levou sempre me impressionou. Produzido no mesmo ano em que nasci, ele permaneceu campeão de bilheteria durante décadas. E ainda hoje é uma referência cinematográfica.

Que filme todos deveriam assistir? Se Todos os Homens do Mundo… é uma apoteótica demonstração da solidariedade humana. Filme francês, feito em 1956, é considerado a bíblia dos radioamadores. Humano, dramático, comovente.

O que acha da globalização dos meios de comunicação? Comecei no rádio escrevendo à mão ou com uma surrada máquina de escrever. Passei a colaborar nos anos 1970 com o Jornal de Santa Catarina e o teletipo e telefoto eram um luxo. Quando MacLuhan prenunciou a Aldeia Global, muitos duvidaram. Os satélites girando ao nosso redor apressaram tudo e a imprensa de Gutenberg teve que curvar-se aos modernos (e ultravelozes) novos meios de comunicação. Hoje, em frente à telinha do computador, não sei como faria se tivesse que recorrer de novo à minha aposentada máquina de datilografia.

Qual a maior dificuldade e desafio no jornalismo de hoje? Os mais novos parecem que já nascem sabendo como apertar botões e teclas. Para os mais veteranos o desafio é acompanhar as novidades, não ficar esperando para ver.

Fato marcante na sua carreira: apresentar, a partir de 1970, pela pioneira TV Coligadas, a edição Regional de Santa Catarina do Jornal Nacional, participando da primeira rede nacional de notícias da televisão brasileira. Muitas vezes mandamos noticiário a nível nacional.

O que teria feito diferente em sua vida? Se pudesse, seria diretor de cinema.

Que livro mais gostou de escrever? Por que? Mais gratificante até agora foi escrever para as crianças. O livro Histórias do Opa Müller foi distribuído para todas as escolas da rede estadual em Blumenau e municípios vizinhos. Me emocionei quando alunos do primário da Escola Frei Godofredo, de Gaspar, me homenagearam e representaram um teatrinho com a história das formiguinhas, que está contada no meu livro.

Momento inesquecível: meu casamento com a Rosi Mari há 48 anos no altar que ainda continua lá igualzinho: o da Igreja, hoje Catedral São Paulo Apóstolo de Blumenau.

Conselho: aproveito para citar Mahtma Gandhi: “Não precisamos apagar a luz do próximo para que a nossa brilhe”.

Frase: também me aproprio de um conselho do líder Gandhi: “Viva como se fosse morrer amanhã. Aprenda como se fosse viver para sempre!”

Perfil de Marion Bubeck

19 de dezembro de 2016 0

Desde 2008, Marion Bubeck integra a equipe responsável pelo Projeto Magia de Natal, promovido pela Associação Blumenauense de Turismo, Eventos e Cultura (Ablutec) em parceria com a prefeitura e demais entidades.

Ela é criadora de figurinos e enredo e integrante da equipe de coordenação dos desfiles.

Marion nasceu dia 25 de janeiro de 1973 em Blumenau. É formada em Administração de Empresas pela Furb e pós-graduada em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas, em Metodologia da Pesquisa e do Ensino Superior pelo Ibes- Sociesc e em Parapsicologia Social e Institucional – Sistema Grisa pelo Centro Universitário Municipal de São José.

Atua como consultora financeira e paralelamente nutre a veia artística que herdou da família. Neta, filha e irmã de atores, cantores, musicistas e regente, respirou arte já nos primeiros anos de vida, o que a fez seguir o mesmo caminho.

Participou de intercâmbios culturais na área da música no Brasil e no exterior. Acreditando em seu conhecimento musical, na sensibilidade pela arte e na formação voltada à gestão empresarial, assumiu, em 2005, a presidência da Fundação Cultural de Blumenau, onde ficou dois anos e oito meses.

Em julho de 2009, iniciou mais uma atividade paralela à atividade de gestora financeira, inaugurando o espaço de arte Mabeck, voltado ao comércio de obras de artistas de diferentes partes do país. Manteve o espaço até março de 2011. Sempre ativa e dinâmica, conta um pouco de sua intimidade.

Hobby: frequentar livrarias. Adoro ler.

Lugar inesquecível: os parques nacionais de Utah e Arizona.

Música: The first time ever I saw your face.

Mania: pensar excessivamente no futuro.

Filme: As Pontes de Madison.

Luxo: ter tempo.

Não vive sem: minha família.

Sonho: reduzir o ritmo de trabalho.

Caos: política brasileira.

Comida preferida: frutos do mar.

Cidade onde moraria: Berlim ou Barcelona.

Como começou seu envolvimento com o projeto Magia de Natal? Em 2008 fui convidada a colaborar com a organização do desfile “Natal Alles Blau”, logo depois da tragédia. No ano seguinte, a CDL se dispôs a dar continuidade ao projeto, que se transformou em Magia de Natal, e desde então trabalho nos desfiles.

Qual sua principal função? Eu crio anualmente um tema para o desfile, desenho os figurinos, crio os carros alegóricos e especifico os materiais necessários. Definidos o tema e as atrações, iniciamos a confecção das alegorias, a organização dos grupos e toda a logística do desfile, que envolve quase 500 participantes, entre crianças, adolescentes, adultos e idosos.

Você acha que o público prestigia bastante os eventos da programação? Falando especificamente dos desfiles, sim. No primeiro desfile, dia 12 de novembro, tivemos um excelente público. Mas o evento tem potencial para crescer mais. É por isso que procuramos dar o melhor de nós e trabalhar para que evolua.

Qual a novidade deste ano? O desfile muda de tema todo ano, por isso é sempre repleto de novidades. Os carros alegóricos são diferentes, com exceção do trenó do Papai Noel, e a maioria dos figurinos é customizada. O que não é novo é transformado. Este é o maior desafio para mim e para toda a equipe: trabalhar com reaproveitamento. Em 2014 tivemos como tema “Natal ao redor do mundo” e criamos um bloco de mexicanos. Neste ano, o tema é “A magia da floresta encantada” e os chapéus mexicanos viraram lindos cogumelos iluminados.

z Que atração gostaria que fizesse parte do projeto? Seria maravilhoso se pudéssemos trazer novas técnicas de confecção de alegorias e figurinos e usar outros materiais nos carros alegóricos. Mas tudo tem seu tempo. O desfile vem crescendo e este sonho será realidade em um futuro próximo.

Quais os planos para o próximo Natal? O banco de ideias do desfile de Natal nunca para e já acumula muitos projetos de carros, alegorias e figurinos. Toda vez que começo a trabalhar um tema, mais possibilidades surgem. A criatividade é uma fonte inesgotável. E a equipe que produz os figurinos também bebe dessa fonte. Por isso, a parceria se torna tão eficiente. Essas ideias são apresentadas no início do ano aos promotores e à coordenação, que as aprovam e fazem a estimativa de orçamento.

Como a comunidade pode ajudar para a realização do evento? Prestigiando e divulgando as atrações. Quanto maior o público, maior o interesse de patrocinadores. Quando maior o patrocínio, melhores as atrações. Uma coisa leva à outra. E assim o Magia de Natal vai se consolidando e ocupando um espaço cada vez maior no calendário de eventos natalinos no país. Outra forma de colaborar é ser patrocinador do evento.

Conselho: O Magia de Natal só existe porque um pequeno grupo de idealistas acreditou na ideia e resolveu tocá-la, mesmo diante das dificuldades. Os recursos eram escassos, a equipe pequena, e todos estavam lá, voluntariamente. Hoje a estrutura mudou e temos uma maior eficiência. Então o conselho é: nunca desista dos seus sonhos.

Frase: “Quanto mais pessoas acreditam em uma coisa, quanto mais se dedicam a ela, mais podem influenciar no seu acontecimento.” (Dov Éden)

Marion foto Pedro Waldrich

Marion foto Pedro Waldrich

 

 

10 anos de Marina Tedesco

18 de dezembro de 2016 0

Foi um sucesso a festa de 10 anos da Marina Tedesco. Gente bonita de todo o estado marcaram presença e se divertiram ao som do DJ Henrique Fernandes. Gustavo Schmidt Jr. e Leandro Nascimento, da Soul Cozinha de Festa, capricharam no menu e após o cerimonial, com direito a discurso do presidente do grupo Julio Tedesco, foi inaugurado o Atracadouro Barra Sul, com 36 vagas molhadas para iates de grande porte. Além de ser um atracadouro para receber os tenders de navios que ficarão atracados no porto natural há 1 quilômetro do Molhe da Barra Sul, novidade anunciada na festa- foi também declarada a parceria com a MSC Cruzeiros, que já confirmou a primeira escala teste para 2017. Um show de festa e incentivo ao turismo de BC.  As fotos são de Lu JP.

BE2A5481

A Família Tedesco- Aristydes e Juliana, Júlio e Vani e Patrícia

BE2A5568

Carlos e Maise Amaral

15590570_10207934123097273_1958829037310505049_n

Festa linda!!

15622513_10207934080856217_561791271219313722_n

Vagas

15622611_10207926611429486_5058107729129976420_n

Roberta Zimmermann Buffon com a mãe Ivani Zimmermann e Fernanda Nasser

15267920_10207934010934469_221325058058531089_n

Magui e Carlinho Bogo

15439946_10207934009334429_6194350877418455462_n

Giselle Fouquet e Carlos Eduardo Heineberg

15492231_10207926593909048_1367858727021261504_n

Alessandra Schauffert Fiedler

15492626_10207934014334554_5883165542278438222_n

Marcelo Andrade, Ronaldo Baumgarten Neto e Ronaldo Baumgarten Filho, Quico Amaral e Bilula Heineberg

15578850_10207934008494408_1818629158213266892_n

Jean e Tammy Graciola

14600997_10207934076576110_1480446082763519279_n

Daniela Bogo

15542193_10207926556908123_4269595058091682010_n

Livia Andrade

15578743_10207926524107303_3087351637814640815_n

Paulinho Albuquerque e Patrícia Tedesco

15590649_10207926567948399_6708954559582209550_n

Marlon e Taysa Tafner, Neiva e Sergio Souza e Denise e Nelson Mattos

15621674_10207926555348084_268660235950149344_n

Jaime e Vera Leite

15622690_10207926548867922_5907962765284211159_n

Kelly Tagliari

15578828_10207934080016196_7223119419111541048_n

Graça Schauffert e Beto Schramm

15492397_10207926592909023_5632840559441300267_n

Martina Weege e Gláucia Raboch

 

White Party by Fernanda Nasser

15 de dezembro de 2016 0

A primeira edição da White Party foi um sucesso!! Todos de branco, em clima de ano novo, brindando o ano que passou. O evento ocorreu no deck da Thapyoca, com uma vista privilegiada da cidade. No começo da festa, as irmãs Ana e Dada Nóbrega- As Michelzinhas, recepcionaram os convidados e depois o DJ Diogo animou a pista. O cardápio elaborado pela casa era volante e as espumantes da Lírica Brut da Decanter estavam geladíssimas.

A Maison L’Apparato decorou a cena, toda em flores brancas, velas e toalhas de renda. Inaiá Haas montou uma mesa de doces linda, que também contaram com as palhas de Antonielle Dalfovo. Tudo estava muito gostoso. Um detalhe- as mulheres estavam lindas, capricharam nos looks e eles também. Foi muito bacana receber esse carinho dos convidados que entraram no clima. Agradeço também a todos os parceiros e patrocinadores. Muito obrigada. Foi demais!!! Que venha 2017 então!

As fotos são exclusivas pra coluna de Pedro Waldrich!

IMG_5391

Mesa de doces

IMG_5468

Fernanda Nasser e Marcio Passold

IMG_5618

Deco do Thapyoka

IMG_1837

Luisa e Alberto Lowndes

IMG_1838

Sandra e Fernando Botelho

IMG_1839

Bruna e Cynthia Baumgarten

IMG_5515

Nilton e Carmem Nasser

IMG_5567

Antonielle Dalfovo

IMG_5707

Miguel Estelrich e Silvia Reinert

IMG_6021

Inaiá e Guido Haas

IMG_6498

Deni Beduschi e Francis Axt

 

IMG_5773

Ivan Wiese e Daniel Mafra

IMG_5868

Marlon e Taysa Tafner

IMG_5439

Rita Schurmann

IMG_5725

Thomas e Samira Vollmer

IMG_5731

Amanda Heinig e Giovanni Tomaselli

IMG_5743

Renato e Inara Pasquale

IMG_5760

Wallace e Elise Oliveira

IMG_5824

Evandro Assis e Fernanda Ribas

IMG_6610

Fred e Fernanda Kuenrich

IMG_6618

Alejandra e Fabio Faggiani

IMG_6438

Ticiana Baumgarten, Fernanda Nasser, Katia Dieckmann e Tatjana Grossenbacher

IMG_5384

Dada e Ana Nóbrega – As Michelzinhas

IMG_5961

Tatiana Fachini e Alexandre De Marchi

IMG_5955

Leandro Nascimento e Gustavo Schmidt

IMG_6456

Lucimar Sbaraini, Sueli Cristofolini e Cibelle Beltrame

IMG_5976

Ricardo Viotti e Susana Pabst

IMG_5986

Martina Bornhausen e Letícia Bauer

IMG_6236

Cristina Ziebarth, Bia Bauer e Ana Glória Roncaglio

IMG_6039

Arno Bernardes Neto e Alana Baumgarten

IMG_6049

Jeane e Flávio Pinheiro

Fernanda Nasser e Juliano Manzke Hoemke

Fernanda Nasser e Juliano Manzke Hoemke

IMG_6594

Kelly e Marcelo Nogara 

IMG_6305

Fe Marins e Bernardo Knabben

IMG_6285

Juliana e Rinaldo Pinto

IMG_6184

Beto e Aliciana Stein

IMG_6195

Felipe e Dani Sá Ferreira

IMG_6539

Karla e Hans Vieira

IMG_6297

Dulcinha Baumgarten e Silvia Alcalde

IMG_5838

Leila Quintanilha e Maristela Garcia

IMG_6247

Glauco Fortran e Verinha Zipf

IMG_6635

Evandro e Jaque Raymundi

IMG_6068

Marina e Marco Cuneo

IMG_5631

Ana e Luis Werner

IMG_6127

João Wehmuth e Jordana Scussel

IMG_6131

Lucas Prinz

IMG_6137

Kauê Lopes

IMG_6144

Douglas e Fabi Boos

IMG_6271

Roque e Mara Poffo

IMG_5719

Rose e Maurício Spillere

IMG_5811

Neiva e Sergio Souza

IMG_6156

Duda e Paulinho Fritzsche

IMG_6571

Ana e Paulo Teske

IMG_5533

Evandro Alves e Daiane Bochi

IMG_6468

Lucindo e Fabiane Pereira

IMG_6321

Daniel Chiesa e Tatiana Botelho

IMG_6207

Calinho Hering e a amiga Antonielle Dalfovo

IMG_5638

Fernanda, Marci Borges e Nilton Nasser Filho

IMG_5829

Alberto Lowndes e Alberto Bertolazzi

IMG_5834

Bruno Bonet

IMG_5851

Ana e Marino Poffo

IMG_5925

Jaime e Vera Leite

IMG_5937

Cid e Carol Lang

IMG_6352

Maristela Garcia e Vera Moretti

IMG_5803

Sueli e Ademir Cristofolini

IMG_6249

Selfie

IMG_6580

Ana Abujamra e Marco Cunho

IMG_6513

Francis Axt, Fe Marins, Fabiane Pioltine e Deni Beduschi

IMG_6226

Camila Grafa e Ricardo Pereira

IMG_6279

Amigas!!!

Perfil de Noris Lindeke

05 de dezembro de 2016 0

 

Noris- foto de Pedro Waldrich

Noris- foto de Pedro Waldrich

Noris Lindeke, querida professora de piano que ensinou várias gerações aqui em Blumenau, é a entrevistada deste fim de semana. Ela nasceu aqui e viveu na cidade até os 19 anos.

Naquele ano, no mês de maio, embarcou com os pais no Porto de Santos e seguiu de navio até Lisboa, de onde partiu em viagem pela Europa com a família.

Quando chegou a Paris sentiu que o passeio era mais do que apenas uma viagem e que gostaria de morar na Europa. Então, resolveu ficar na Alemanha. Começou a estudar e se formou em música na cidade de Kassel, ao norte de Frankfurt. Foram anos maravilhosos. Paralelamente aos estudos, ela trabalhava.

Depois de formada, voltou ao Brasil, casou e teve um filho. Hoje curte o neto. Logo que retornou, começou a dar aulas particulares de piano e nunca mais parou.

Todos os anos faz um recital de Natal, confraternizando com seus alunos em casa na sala intitulada Maria Eugênia Tavares, em homenagem a sua professora de piano. A relação entra aluna e professora era tão intensa que Maria Eugênia deixou seu piano de cauda para Noris como herança.

Dedicou a vida inteira à arte de ensinar música e ainda o faz com muito prazer e orgulho.

Espero que curtam.

- Hobby: moda, música e livros.

- Lugar inesquecível: Paris, onde vivi um conto de fadas.

- Música: erudita.

- Mania: sapatos e roupas.

- Filme: Minha Amada Imortal. Fala sobre a vida de Beethoven.

- Luxo: aprender a cada aula mais sobre o ser humano e a música.

- Não vive sem: meus alunos e a música.

- Sonho: rever amigos e lugares da Europa.

- Caos: o Brasil atual.

- Comida preferida: italiana.

- Cidade onde moraria: Berlim, mas entre morar na Europa e no Brasil, escolho a minha Blumenau.

- Como iniciou a carreira como professora? Após estar morando alguns meses na Alemanha, surgiu uma oportunidade para eu dar continuidade aos meus estudos de piano. Quando fiz o teste para entrar na escola, o diretor me ouviu e disse que eu tinha muito talento e deveria estudar música. Antes de me formar fazia parte do currículo dar aulas de piano. Foi quando iniciei minha carreira e logo tive o carinho dos alunos que faziam questão de ter aulas comigo.

- Que instrumento, fora o piano, mais gosta? Violoncelo, amo.

- Onde sonha fazer uma apresentação? Hoje o meu sonho é uma realidade, quando meus alunos se apresentam no recital.

- Que compositor clássico mais admira? Admiro a música erudita como um todo. Os grandes compositores Bach, Mozart, Beethoven e Chopin são os que considero mais especiais.

- Onde busca inspiração? Uma grande inspiração foi minha professora de piano de Blumenau, Maria Eugenia Tavares. Hoje busco em meus alunos e na música minha inspiração.

- Museu preferido: Louvre, em Paris.

- Concerto musical que marcou sua vida? Na Alemanha, para poder ter o privilégio de assistir aos grandes músicos da época, trabalhei como Platzanweiser (lanterninha dos teatros) na Stadthalle de Kassel, cidade onde estudei. Foram estes os concertos com os melhores pianistas, violoncelistas, violinistas da época que marcaram minha vida.

- Maior realização: ter meu filho Dirk e agora meu neto Luca.

- Conselho: faça o que você ama como profissão.

- Frase: Sem a música a vida não teria sentido.

Será que Bruna Marquezine e o jogador Neymar estão juntos?

01 de dezembro de 2016 0

Será que Bruna Marquezine e o jogador Neymar estão juntos?! Hoje, no treino fechado do Barcelona, ela estava ao lado da família do craque marcando presença.  No sábado dia 03,  haverá o clássico Barcelona e Real Madrid na cidade de Barcelona na Espanha. O treino não pode ser filmado nem fotografado, mas antes a blumenauense Elise Oliveira bateu um papo com a atriz,  com direito a foto e tudo mais. O clique é de Wallace Oliveira, marido de Elise. O casal foi convidado pelo pai do jogador para conferir o evento.

 

Bruna Marquezine e a blumenauense Elise Oliveira no treino

Bruna Marquezine e a blumenauense Elise Oliveira no treino