Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Perfil de Augusto Piras

09 de setembro de 2017 0
Augusto Piras- divulgação

Augusto Piras- divulgação

Augusto Piras já comandou a cozinha de restaurantes premiados na Itália, Inglaterra, Suíça e França. Mas o que mais o emociona mesmo é a hospitalidade, a comida simples e o jeito de viver da Itália, país onde nasceu e do qual sente falta todos os dias.

O chef de cozinha tem um estilo que alia os sabores e sabores tradicionais com a gastronomia contemporânea e respondeu as perguntas da coluna já em Blumenau.

Concluiu o curso de Hotelaria e Cozinha no Istituto Alberghiero di Stato in Alghero em 1983 e tem várias especializações em Cozinha Criativa e Francesa. 

Ele comandou as caçarolas do Restaurante Figueira esta semana em um jantar harmonizado com os vinhos da Decanter.

O menu contou com cinco pratos tem entre os destaques o raviolete de camarão ao molho livornese, com toque de limão siciliano e o filé mignon recheado com funghi porcini ao molho de nozes e tomilho. A coluna marcou presença e pode afirmar, estava tudo muito gostoso.

Eventos assim em Blumenau são sempre bem vindos!

Conheça mais sobre os hábitos e o estilo deste chef tão simpático e criativo.

Hobby: Viagens, pescaria e bicicleta

Lugar Inesquecível: Minha querida Itália, claro. A região de Sardegna, especialmente.

Música: Gosto de um som old school, dos anos 60 e 70

Mania: Limpeza e organização

Filme: Gosto de títulos antigos com tema de gastronomia

Luxo: Sou uma pessoa bastante simples, aprecio a boa moda italiana

Não vive sem: Meu cachorro

Sonho: Ter mais tempo para viajar pelo mundo

Caos: São Paulo (SP)

Comida preferida: Simples e caseira, da Mamma

Cidade que moraria: Lucca, na Toscana

Como veio morar no Brasil? Vim com a minha família, que teve oportunidades aqui. Nunca mais sai.

Qual comida brasileira mais o surpreendeu? A comida mineira. O sabor é incrível!

Do que sente mais falta na Itália? Da simplicidade e da hospitalidade italiana

Como nasceu sua história com a culinária? A vida de um bom italiano acontece dentro da cozinha e comigo não foi diferente. Mais tarde levei isso como profissão, mas o início da história foi dentro de casa.

Curso que marcou sua carreira: A faculdade de hotelaria. Abriu meus horizontes.

Se um prato pudesse assinar o seu estilo de cozinha, qual seria? Zuppa di Pesce alla Sarda. O frescor do pescado

da Sardegna é temperados com as iguarias que usamos do dia a dia e o sabor é, ao mesmo tempo, surpreendente e confortável.

Prato mais surpreendente que já comeu no mundo: Siri Mole, que comi na Bahia

Chef que admira: Todos os chefes que mantém a originalidade das receitas

Para quem sonha um dia cozinhar? Reunir uma confraria de todos os chefs e colegas que já conheci e surpreende-

los com um belo jantar

O que mais gosta de preparar? Massas caseiras

Restaurante preferido: Antica Osteria del Ponte, na Lombardia

Conselho: Humildade, com boas maneiras sempre com o próximo, independente de quem seja ele

Frase: “Semear o bem para colher o bem”

 

Dê sua opinião

comentários

Envie seu Comentário

%d blogueiros gostam disto: