Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Posts com a tag "arquitetura"

Perfil: Marcelo Salum

26 de julho de 2015 0

Marcelo Salum é hoje um dos nomes da arquitetura catarinense que mais se destaca em todo o país. Formado pela Univali, o filho de Dóris Luchi Salum e Edson Pinto Salum atua há 14 anos no mercado e seu bom gosto e conhecimento são indiscutíveis e perceptíveis no modo de agir, falar e viver.

Além dos trabalhos em Floripa, ele já realizou projetos ousados em São Paulo, Miami e Los Angeles. Marcelo foi o único catarinense a expor na Mostra Black 2015 em São Paulo, e montou seu espaço ao lado de feras nacionais do ramo — ele decorou a Sala do Colecionador, que abrigou uma variedade de obras de arte e peças de design.

Desde criança suas brincadeiras giravam em torno de construir casas, e ficava horas entretido com isso. Sempre foi encantado com a beleza das coisas e do aconchego que um lar proporciona.

Conheci Marcelo pessoalmente em uma viagem, e me encantei na primeira conversa. Logo a gente percebe o motivo de seu sucesso. Estrela.

marcelo_salum1Foto: Marcelo Salum, Divulgação

Hobby: descansar.

Lugar inesquecível: o caminho de Santiago de Compostela.

Música: Dona do Dom, interpretada por Maria Bethânia.

Mania: organização.

Filme: Os Incompreendidos, de François Truffaut.

Livro: Shikasta, de Doris Lessing.

Não vivo sem: amigos.

Desejo: viver num mundo onde todos tivéssemos mais consciência.

Amigos: indispensáveis e insubstituíveis.

Herói: uma Força superior que move tudo.

Sonho: poder morar em outros lugares.

Caos: falta de tempo.

Luxo: sempre a próxima viagem.

Cidade em que moraria: Paris.

O que te irrita: falta de comprometimento.

Lugar preferido de férias: Paris.

Um presente inesquecível: as viagens que meus pais me proporcionaram na minha adolescência.

Inspiração: tudo que me emociona. A inspiração pode vir das coisas mais inusitadas: de um espetáculo, da moda, de um bom restaurante, de algum tipo de manifestação artística. Os momentos de maior inspiração são aqueles em que estou mais relaxado e tranquilo.

Nome da arquitetura que mais admira: no Brasil, Isay Weinfeld. Internacional, Alberto Pinto.

Museu: gosto mais de museus menores, principalmente dos que abrigam coleções particulares, como o The Frick Collection em Nova York, o Getty Museum em Los Angeles e o Jacquemart-André em Paris.

Como define seu ambiente na Mostra Black? Um espaço atemporal, projetado para um colecionador de livros viver e relaxar próximo às paixões acumuladas durante uma vida. A minha escolha teve diversas referências: uma viagem recente a Paris, o lifestyle do empresário Pedro Sirotsky (um apreciador de livros e obras de arte) e o clima proporcionado pelo lugar da Mostra, a OCA, projetada por Oscar Niemeyer.

Curso mais importante que já realizou: indiscutivelmente as viagens são os meus melhores cursos!

Seu estilo é… Não ter estilo. Óbvio que tenho uma marca em tudo que faço, gosto de ambientes com história, informações, obras de arte, mas não me prendo a um único estilo. O que me movimenta são novos desafios!

Se não fosse arquiteto, seria: acho que trabalharia com moda ou gastronomia.

Conselho: não desista jamais dos teus sonhos!